21/01/2022 às 03h56min - Atualizada em 21/01/2022 às 21h30min

Observatório de Direitos Humanos – Crise e COVID-19 reúne em livro artigos sobre impactos da pandemia e saídas coletivas da crise

Com dados inéditos, livro “Desigualdades, direitos e pandemia” está disponível gratuitamente

SALA DA NOTÍCIA Thais Silveira
Uma síntese das principais discussões realizadas pelo Observatório de Direitos Humanos – Crise e COVID-19 ao longo de 2021 é o resultado do livro “Desigualdades, direitos e pandemia”, lançado recentemente. O material reúne um compilados dos diálogos em webinários e informes, por meio de artigos sobre impactos da pandemia nos direitos sociais, abordando temas-chave dos direitos sociais. As reflexões incluem tópicos sobre: Impactos econômicos da pandemia no que diz respeito à renda e ao trabalho, Orçamento e os efeitos da crise, Violações aos Direitos Humanos no contexto da pandemia, as responsabilidades públicas na gestão da saúde, além de propor saídas coletivas para superação da crise.


Foram debates riquíssimos que viabilizaram análises sobre o tema das desigualdades e, o mais importante, que trouxeram indicativos para as lutas políticas que se apresentam para os próximos anos no campo da luta por direitos. Nosso intuito é contribuir com o debate público para a construção de uma agenda em favor dos direitos, da democracia, da igualdade e, sobretudo, na defesa da vida” enfatiza Felipe Freitas, pesquisador e um dos responsáveis pela organização da publicação. 


O livro também contou com a participação das organizações: CEBRAP, INESC, Coalizão Direitos Valem Mais, ABRASCO, CEPEDISA, Terra de Direitos, ABGLT, Justa.org, dentre outras organizações que uniram esforços para denunciar as violações de direitos humanos no âmbito da pandemia. A publicação, com acesso gratuito, está disponível no site: https://observadhecovid.org.br/pesquisas/livro-desigualdades-direitos-e-pandemia/

Destacada como uma das principais iniciativas, não-vinculada especificamente ao campo da saúde, atenta em retratar pesquisas e estudos relacionados à pandemia, o Observatório de Direitos Humanos – Crise e COVID-19 nasceu do posicionamento de 35 organizações e movimentos sociais de diferentes campos de luta. Convencidas de que as crises sanitárias, políticas, econômicas e sociais aprofundaram-se pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), atuam com foco voltado à promoção de articulação, comunicação e pesquisa em direitos humanos.


Para mais informações sobre a iniciativa, acompanhe nas redes sociais: YouTube, Twitter: @ObservaDHeCovid e Facebook: @ObservaDHeCovid19
 
Sobre o Observatório de Direitos Humanos Crise e Covid-19:
Criado em abril de 2020, o Observatório de Direitos Humanos Crise e Covid-19 produz e analisa informações referentes aos direitos humanos no contexto da pandemia do coronavírus no Brasil. A ação é formada por organizações e movimentos sociais que vêm de uma longa trajetória de lutas (feminista, antirracista, anticapitalista, pelo direito à informação e pela liberdade de expressão, por liberdade sexual e direitos reprodutivos, pela reforma agrária e soberania alimentar, por justiça socioambiental).


Integram a iniciativa:
Anistia Internacional
Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB)
Articulação de redes e entidades nacionais para o enfrentamento da
pandemia nas periferias e grupos vulneráveis
Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB)
Artigo 19
Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais
e Intersexos (ABGLT)
Associação dos Jovens Indígenas Tapeba - CE
Associação Juízes para a Democracia (AJD)
Campanha Despejo Zero
Cedeca Gloria de Ivone, TO - Observatório Popular de Direitos Humanos
Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará - Cedenpa
Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea)
Cineclube Comunitário do Povo/Comitê de Solidariedade do Povo - BA
Coalizão Negra de Direitos
Coletivo Feminista Helen Keller de Mulheres com Deficiência
Conectas
Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais
Quilombolas (Conaq)
Criola
Eu Amo Minha Quebrada - BH
Fórum de Direitos Humanos e da Terra de Mato Grosso (FDHT)
Fórum Nacional em Defesa do Sistema Único de Assistência Social e da
Seguridade Social
Frente de Mobilização da Maré contra COVID-19
Geledés Instituto da Mulher Negra
Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc)
Justiça Global
Movimento de Defesa dos Direitos dos Moradores em Núcleos
Habitacionais de S. André – MDDF/SP
Movimento de Mulheres Camponesas (MMC)
Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB)
Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)
Movimento Unido dos Camelôs (MUCA)
Nós, mulheres da Periferia - SP
Núcleo de Direitos Humanos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Núcleo de Prática Jurídica da UFPR
Observa Pop Rua - DF
Observatório do Marajó
Observatório Popular de Direitos Humanos de Pernambuco (OPDH)
Observatório - UNICAMP
Plataforma Brasileira de Direitos Humanos (DHESCA)
SOS Corpo
SOS Providência - RJ
Teia Solidariedade da Zona Oeste - RJ
Terra de Direitos
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »