11/01/2022 às 17h18min - Atualizada em 12/01/2022 às 21h01min

Carla Candiotto estreia Momo e o Senhor do Tempo dia 15 de janeiro

A premiada diretora (vários APCA, Prêmio São Paulo e Prêmio Governador do Estado) interrompeu os ensaios da peça em duas ocasiões por conta da pandemia. A grande sacada de Momo é debater e refletir o significado do tempo com crianças e seus familiares. Realização da Candiotto Produções

SALA DA NOTÍCIA maria fernanda teixeira
João Caldas
Diretora premiada, Carla Candiotto monta peça (também premiada) do alemão Michael Ende, mesmo autor de História Sem Fim, e cujas obras eram direcionadas a crianças e adultos. Momo e o Senhor do Tempo  estreia dia 15 de janeiro no Teatro Alfredo Mesquita, em Santana, e fará temporada até 13 de fevereiro em outros quatro teatros da Prefeitura. Carla já ganhou os principais prêmios do Teatro para crianças – APCA, Governador do Estado -, e reuniu uma equipe de criativos de primeira linha, como sempre em suas produções. Trata-se de adaptação da obra publicada em 1973, Prêmio de Literatura Juvenil Alemã, e segue a ideia de dialogar com crianças e adultos, predominantemente por meio do humor, com tiradas inteligentes em uma encenação de qualidade em termos de cenários, figurino, luz e música. 

Trata-se de  obra visionária, ganhadora do Prêmio de Literatura Juvenil alemã e do Prêmio Europeu de Livros para a Juventude. É uma metáfora sobre como na sociedade atual as pessoas lotam a agenda de compromissos e tem seu tempo roubado pelas horas gastas nas redes sociais. Uma história de aventura sobre uma menina que, por ser corajosa e confiar em si mesma, conseguiu recuperar o tempo de sua cidade, para se divertir e imaginar coisas.

Dias 15 e 16/01 - Teatro Alfredo Mesquita
Dias 22 e 23/01 - Teatro Joao Caetano
Dias 29 e 30/01 - Teatro Cacilda Becker
Dias 05, 06/02 -  Teatro Arthur Azevedo
Dias 12 e 13/02 - Teatro Paulo Eiró
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »