26/02/2015 às 14h44min - Atualizada em 26/02/2015 às 14h44min

Alzheimer: uma doença que também pode atingir aos cães

Conhecer o comportamento dos pets ajuda a detectar possíveis doenças, alerta veterinária do Planet Dog Resort

Renata Caro

Por conta da terceira idade, os cães podem passar por complicações relacionadas ao envelhecimento. A família precisa estar atenda se o seu amiguinho apresenta sinais de alguma doença degenerativa, como por exemplo, o ‘Alzheimer Canino’.

Segundo Amanda Martins veterinária do Planet Dog Resort, empresa especializada em serviços para pets, alguns sintomas como: mudanças no ciclo do sono, na aprendizagem e no convívio social, podem ser alerta de que o seu animal está com o DCC (Disfunção Cognitiva Canina) ou como mais conhecido ‘Alzheimer Canino’.

As causas da doença são totalmente desconhecidas, mas podem estar associadas a alterações químicas e físicas, relacionadas a mudanças nos membros cerebrais que levam a perda das capacidades intelectuais, onde o animalzinho apresenta perda de memória e dificuldade de realizar atividades rotineiras.

A veterinária do Planet Dog Resort, alerta sobre alguns sintomas que os pets podem apresentar, são eles:

  • Olhar fixo – É preciso estar atento ao olhar do cão, se ele não estiver com um olhar alegre, significa que algo não vai bem.

 

  • Ficar preso em lugares inadequados – Com o decorrer do tempo, o cachorro se acostuma e entende qual é o seu ambiente de convívio. Quando o cão entra em algum lugar e não consegue sair, é um alerta.

 

  • Aumento do sono – Os animais que apresentam o quadro de Alzheimer podem ter o horário de dormir alternado, trocando a noite pelo o dia.

·         Latidos sem motivo – Os cães com DCC podem apresentar mudanças no comportamento, e na maioria das vezes andar pela casa durante a noite e latir sem motivo algum.

O Alzheimer Canino é uma doença que ainda não tem cura, mas existem alguns tratamentos que podem ser feitos para minimizar os sintomas junto à participação dos “pais” no tratamento. “É necessário evitar deixar o cãozinho sozinho, pois ele percebe quando o seu dono irá sair. Também devem prevenir comportamentos exagerados para não deixá-lo aflito. É preciso identificar a atitude de cada animal para saber qual a maneira certa de tratá-los”. Afirma Martins.

Para melhor comodidade do melhor amigo do homem, procure um veterinário, e siga as orientações dadas pelo profissional.

Para mais informações: www.planetdogresort.com.br

Sobre o Planet Dog Resort:

Planet Dog Resort foi criado em 2010 especialmente para os donos que adoram seus cães e querem o melhor para eles. O Resort oferece os serviços de Daycare (creche para cachorros), hotel, SPA e adestramento e conta com profissionais especializados que monitoram os cães durante toda a estadia.

Com localização privilegiada, no bairro do Brooklin, é procurado não somente por pessoas do bairro, mas também por donos de cães de toda a cidade e até turistas. Com intuito de integrar educação com diversão, o Planet Dog Resort não impõe nada para os animais, e sim oferece as atividades. Porém, se preocupam e prezam pelas regras essenciais como o horário das refeições e a higiene antes de ir embora.

Serviços disponíveis para os pets no Planet Dog Resort:

Daycare (creche): Feita exclusivamente para o cão passar o dia brincando, enquanto o dono está trabalhando ou ocupado com outros assuntos, onde não possa tê-lo como companhia.

Hotel (hospedagem): Muito mais que um hotel, o Planet Dog oferece uma área de 1.500m² especialmente preparadas para os cães. Com uma ótima infraestrutura para férias bem aproveitadas os animais não ficam em gaiolas nem tão pouco em um ambiente parecido com canis, todos ficam soltos e livres para irem onde quiserem.

SPA: Se o cachorro está precisando perder alguns quilos, ficar mais forte ou simplesmente continuar sadio e feliz, o SPA do Planet Dog Resort é o lugar perfeito. Equipados com piscina e esteira, o serviço é ótimo para quem deseja ver o animal de estimação em forma (sujeito a avaliação veterinária).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »