11/07/2012 às 01h14min - Atualizada em 11/07/2012 às 01h14min

Vinho: mocinho ou vilão?

Especialistas alertam que para fazer bem, é necessário o consumo do tipo certo de vinho

DeCastro Assessoria

O consumo de vinho em benefício à saúde está se tornando um hábito entre os brasileiros, entretanto, devido à falta de informação, muitas pessoas optam por tipos de vinho que não possuem as propriedades necessárias para favorecer o organismo.

A divulgação de estudos, como o desenvolvido pelo Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo, que evidenciam as propriedades terapêuticas do vinho, apesar de positiva, gerou também um efeito contrário, que pode ser prejudicial. Segundo Juliana Agosta, nutricionista da Amhpla Cooperativa de Assistência Médica, os bons vinhos são os secos, já que não possuem açúcar em sua composição. “Os vinhos suaves são adoçados e, por isso, podem fazer mal a quem possui propensão ao diabetes e à obesidade”, explica.

Juliana acrescenta que uma boa alimentação também é importante para melhorar a qualidade de vida. “Além do consumo regular do vinho, manter uma dieta equilibrada, rica em frutas e legumes, com baixa ingestão de gordura, sal e açúcar, é fundamental para manter a saúde em dia”, lembra.

Além do sabor agradável ao paladar, Dr. Paulo Eduardo Serra, cardiologista da Amhpla, explica que a bebida age no organismo por meio dos flavonóides, antioxidantes presentes na uva, que aumentam os níveis do bom colesterol. “O HDL é como um lixeiro das artérias, pois retira delas o acúmulo de gordura e do mau colesterol, o LDL, evitando, dessa forma, sua obstrução”, esclarece.

Contudo, o médico lembra que a dose diária recomendada é de uma taça ao almoço e uma ao jantar, e que o exagero pode afetar negativamente a saúde. “É preciso lembrar que o consumo excessivo de álcool pode levar à dependência química e, a longo prazo, elevar a pressão arterial. Por isso, é importante ter cautela, para não prejudicar sua qualidade de vida, em vez de favorecê-la”, finaliza Dr. Paulo.
 

Sobre a Amhpla Cooperativa de Assistência Médica
A Amhpla Cooperativa Médica iniciou as atividades em 1985, com o ideal de oferecer um atendimento médico diferenciado para empresas. No ano seguinte, expandiu suas áreas de atuação com o atendimento também aos planos familiares. Sensível às tendências de mercado e às necessidade da região, a Amhpla levou seu alto padrão em saúde às cidades de Rio das Pedras, Charqueada, São Pedro, Capivari, Monte Mor, Tietê, Cerquilho, Laranjal, além de firmar parcerias com Limeira, Americana e Campinas. Por isso, a empresa tem fixado participação cada vez maior no mercado, mantendo com seus conveniados através de um atendimento humanizado, uma relação sólida e estreita. Para saber mais, acesse: www.amhpla.com.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »