11/02/2015 às 01h38min - Atualizada em 11/02/2015 às 01h38min

Seja alegre o ano todo, não apenas no carnaval

Cançao Nova

*Sandro Arquejada

 

Desde o início, a proposta do carnaval - “festa da carne” - é se aproveitar as coisas boas da vida, antes de se viver o tempo de abstinência e recolhimento na quaresma.

 

E até hoje é assim, o carnaval é o momento por excelência, mais do que qualquer outro tempo do ano, para 'curtir', liberar as fantasias e experimentar sensações. Tomamos a postura de esquecermos nossos fracassos, deixarmos a tristeza de lado e nos damos o direito de sermos felizes.

 

Às vezes esperamos uma data especial ou que fatos extraordinários aconteçam para os interpretarmos como felicidade. Contudo, a alegria pode estar em coisas simples e corriqueiras, e se assim for trabalhada em nosso interior, ela pode ser mais presente, o tempo todo. Para iniciarmos esse processo devemos, de forma racional, fazer uma escolha por vibrar com os detalhes da vida.

 

Há dias que será uma luta interior encontrar motivos para não nos entregarmos aos sentimentos ruins diante de acontecimentos desagradáveis. Mas, se no carnaval conseguimos escolher pelo lado bom da vida, porque não fazer isso sempre?

 

Veja as possibilidades que você tem e não se prenda ao que não tem ou ao negativo. Se não tiver nada, no mínimo significa que está totalmente livre para buscar qualquer coisa que queira.

Isso não se trata de um positivismo descabido e ilusório. Sofra quando tiver que sofrer, mas dê um justo valor a suas angústias, não prolongue o pranto.

 

A tristeza não depende de você para instalar-se em seu coração, mas ela só ficará lá se você permitir. Escolha ficar com o que é bom, com a lição que a vida te deu, com o ensinamento causado pelo prejuízo.

 

Aliás, a melhor forma de viver bem o carnaval será também em saber escolher. 'Curta' esses dias sem praticar algo que possa se arrepender depois, e dessa forma contagie o resto do ano com a alegria que provém do que é bom, justo e verdadeiro.

 

Que neste carnaval você possa pular, cantar, dançar, encontrar-se com gente querida, e lembrar que apesar das lutas, nasceu para ser feliz.

 

Boa folia e Deus abençoe!

 

Sandro Arquejada é natural de Santo André (SP) e missionário da Comunidade Canção Nova. Formado em administração de empresas pela Faculdade Salesiana de Lins (SP), atualmente trabalha no Setor de Novas Tecnologias da TV Canção Nova. É autor do livro “Maria, humana como nós” e do lançamento “As Cinco Fases do Namoro”, pela Editora Canção Nova.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »