29/10/2021 às 14h33min - Atualizada em 29/10/2021 às 16h22min

Militância e tropicalismo: ouça o disco de estreia da Espelhos de Okê

Músicas dançantes, ritmos marcantes influenciados pela música brasileira e negra mundial

SALA DA NOTÍCIA Julia Ourique
OrBe Comunicação
Renise Silva
 

Há um ditado que diz “A flor que desabrocha na adversidade é a mais bela de todas” e assim é a criação da Espelhos de Okê, banda mineira que une tropicalismo e afrobeat e hoje lança o disco de estreia: “Vista Sua Armadura Mais Bonita”, via selo Alcalina Records. As músicas inspiram o olhar para si, em busca de um caminho que desperte a espiritualidade por meio do autoconhecimento. Como alcançar este resultado? Músicas dançantes, ritmos marcantes influenciados pela música brasileira e negra mundial. O disco já está disponível nas principais plataformas de streaming.

 

Ouça “Vista Sua Armadura Mais Bonita”: https://tratore.ffm.to/vistasuaarmadura

 

“O disco é o primeiro da banda, representa o nascimento do projeto, que traz em suas músicas a densidade que sentimos durante os tempos pandêmicos. Surgiu da necessidade de romper com a inércia e entrar em movimento, canalizando os sentimentos de angústia, desespero e questionamentos. Em meio ao processo percebemos que as músicas iam muito além desse tempo, porque tais sentimentos são sentidos diariamente e a busca por amor, empatia e esperança é constante.”, analisa Flaviany Matos, vocalista.

 

A partir do olhar para dentro é que tem início a militância externa, assim explica a musicalidade da Espelhos de Okê. A primeira faixa e também primeiro single, Yeye Oke, busca a força no feminino, na ancestralidade negra, na natureza e melodias mântricas que fazem referência ao movimento das águas. Em seguida, o disco evolui para o despertar, como na canção “Bomba Viva”, em que os medos do subconsciente tomam forma.

 

“As mensagens de ‘Desperto’, ‘Doce é Manga’ e ‘Vista Sua Armadura Mais Bonita’, mostram a beleza e a doçura que podemos enxergar em meio às confusões e reforçam a ideia de empatia e fé em si mesmo. O disco termina com ‘Deslize’, que reivindica o respeito ao corpo e aos prazeres do mesmo.”, comenta Flaviany.

 

Criada durante o ano de 2020, a Espelhos de Oke é idealizada pela cantora Flaviany Matos, que atua na música desde 2004. Em um trabalho coletivo feito no interior de Minas Gerais, a banda aborda em suas composições temas como autoconhecimento, forças da natureza, espiritualidade, coletividade e questões sociais. Em suas performances, a ideia é unir música, dança e teatro, a fim de proporcionar ao público uma nova experiência artística. Fazem parte do projeto os músicos Flaviany Matos (performance e voz), Alan Girardeli (produtor musical, teclas, efeitos e baixo), Alexandre Rosa (violão e guitarra), Ciro Nunes (bateria e flauta), Zé Vitor Braga (performance, voz e percussão) e Marcella Melgaço (performance e voz).

 

O disco “Vista Sua Armadura Mais Bonita” foi antecipado pelos singles Yeye Oke, Bomba Viva e Doce é Manga, os dois últimos também foram lançados em formato de clipe e todos lançados em parceria com o selo paulista Alcalina Records. Como não se pode deixar de notar, a banda é fortemente influenciada pelo tropicalismo: psicodelia e a união da guitarra com elementos sonoros regionais. A inspiração vem de artistas clássicos como Secos e Molhados, The Doors, Erykah Baduh. Gil, Caetano, Mutantes, e ainda Céu, Raul Misturada, Jussara Marçal, Dandara Modesto, Rihanna, entre outros.

 

“A mistura de referências tão distintas é a origem da miscigenação da música popular brasileira, no nosso caso, música popular brasileira psicodélica. Toda parte performática envolve o ouvinte criando uma atmosfera visual em torno das músicas. Além disso, as músicas são compostas por elementos eletrônicos que levam também para um universo  pop.”, analisa Flavy.

 

O disco “Vista Sua Armadura Mais Bonita” foi gravado, editado, mixado e produzido por Alan Girardeli, no Estúdio DaumRec. A masterização ficou por conta de Bruno Giorgi e contou com produção artística e cultural de Flavy Matos, Marcella Melgaço, Zé Vitor Braga e Gabriel Marchetto. As artes gráficas do álbum são de Gabriel Marchetto e Zé Vitor Braga, com desenhos originais de Gabriel Marchetto. As fotos de divulgação são de Renise Silva, enquanto os vídeos de divulgação são de Diego Alves e Júnior Silva. Os figurinos e maquiagens utilizados no material de divulgação são uma criação de Flavy Matos, Marcella Melgaço, Zé Vitor Braga e Gabriel Marchetto. 

 

Participaram do disco os músicos: Flavy Matos (voz, escaleta, violão, baixo, percussão e bateria), Alan Girardeli (baixo, órgão, sintetizadores, programação, guitarra, violão, percussão e bateria), Alexandre Rosa (guitarra), Ciro Nunes (flauta e bateria), Marcella Melgaço (vozes), Zé Vitor Braga (vozes), Timonha Júnior (percussão e vozes) e Gabriel Faria (violão). E também participaram os músicos convidados, Marcello Soares (voz), Gabriel Marchetto (voz), Giordano Bruno (sax, flauta e percussão).

 

Ouça “Vista Sua Armadura Mais Bonita”: https://tratore.ffm.to/vistasuaarmadura

 

Acompanhe a Espelhos de Okê

 

Instagram: https://www.instagram.com/espelhosdeoke/

Facebook: https://www.facebook.com/espelhosdeoke

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCa67VHMYhBAEZeIMY4sUR9Q
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »