28/10/2021 às 15h07min - Atualizada em 29/10/2021 às 00h02min

Dia de Finados: floriculturas se preparam para a retomada das homenagens na data

Na Esalflores, a expectativa é de volta à normalidade no volume de vendas após as restrições ocasionadas pelo coronavírus no mesmo período do ano passado

SALA DA NOTÍCIA Caroline Rodrigues
www.esalflores.com.br
CURITIBA, 28/10/2021 – Os últimos meses foram marcados por muitas restrições causadas pela pandemia da Covid-19. Obviamente, muitas práticas e tradições tiveram que ser deixadas de lado, como o acesso a cemitérios para as tradicionais homenagens. Em 2020, por exemplo, o Dia de Finados, celebrado em 02 de novembro, foi tímido e limitado. Agora, com o avanço da vacinação e a possibilidade de relaxamento das medidas mais rígidas de distanciamento, as famílias brasileiras poderão retomar as tradições de visitação aos túmulos e homenagens, reaquecendo o mercado de flores, que se prepara para a retomada de vendas em uma das datas mais importantes do ano para o setor.

A relevância do Dia de Finados para o segmento de floriculturas só perde em volume de vendas para o Dia das Mães, para o Dia dos Namorados e para o Dia Internacional da Mulher. Entretanto, em 2020, o setor viu a queda mais expressiva dos últimos anos na procura por flores e arranjos durante o período. “No último ano, com as medidas restritivas bastante intensas, as vendas chegaram próximo a zero no período do Dia de Finados. Muitos cemitérios estavam fechados ou com a movimentação bastante reduzida, impossibilitando que a tradicional prática de levar flores aos túmulos fosse realizada”, conta Bruno José Esperança, diretor geral da Esalflores, uma das principais redes de floriculturas do país.

Com mais de 20 anos de história no segmento, a Esalflores costuma registrar um aumento de 10% nas vendas durante a data. “Antes de tudo, nossa torcida é para que o consumo de flores no Dia de Finados seja retomado. O setor precisa disso para que as perdas de 2021 sejam menores”, comenta Bruno. A empresa preparou o estoque com opções de flores, de arranjos e dos tradicionais crisântemos, símbolos da data.

“Ainda será um Dia de Finados bastante incerto para nós em relação aos outros anos, mas sabemos da importância deste dia para os brasileiros. Além disso, muitas famílias que perderam entes queridos para a Covid-19 e que não puderam velar ou prestar as devidas homenagens de despedida, farão agora. Portanto, nos preparamos e procuramos disponibilizar opções variadas para que esse momento especial não seja deixado de lado”, completa Bruno José Esperança, diretor geral da Esalflores.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »