27/10/2021 às 00h21min - Atualizada em 27/10/2021 às 18h40min

Energia solar: durabilidade e facilidade de manutenção atraem consumidor

Caso de sucesso no Rio Grande do Norte, morador relata que, além de reduzir em mais de 90% a conta de luz, o sistema continua operando há sete anos sem pane

SALA DA NOTÍCIA Lilás Comunicação
Divulgação
Muito antes de as usinas eólicas ganharem força no Rio Grande do Norte, estado que é líder nacional na produção deste tipo de energia no país, o empresário Manoel Gutemberg resolveu apostar em um sistema fotovoltaico para abastecer a sua casa em Parnamirim, a 12 km de Natal. Além de ficar livre de possíveis apagões e aumentos constantes na tarifa de energia elétrica, o usuário reduziu em mais de 90% os gastos com conta de luz.
Manoel, que também é instalador de sistemas de energia solar, conta que o sistema on grid – aquele que, em caso de excesso de produção, recebem-se créditos de energia da distribuidora – tinha sido homologado pela Aneel e existia uma grande oportunidade de mercado. Mas era preciso conhecer o produto/sistema fotovoltaico antes de torná-lo um negócio rentável. “Por isso, antes de oferecer aos clientes, optei por instalar em casa pra acompanhar o rendimento/desempenho da geração”, conta.
Assim, em 2014, ele instalou a solução com inversor de energia solar IG50V1 Plus, de 4.080 kW de potência, o primeiro modelo da fabricante austríaca Fronius a desembarcar no Brasil. O sistema tem como diferencial tecnologia de monitoramento, que registra em tempo real o desempenho do equipamento, consumo mensal e falhas, benefícios que, na época, faziam toda diferença em relação aos dos sistemas similares do mercado.
Dois anos depois, devido ao aumento no consumo de eletricidade em casa, Manoel ampliou a sua usina com a instalação de mais um equipamento da marca. Ao todo, foram investidos no projeto cerca de R$ 24 mil. O retorno do investimento, segundo ele, se deu em 40 meses. Hoje, de acordo com Manoel, além de ele ter créditos junto à concessionária de energia, o gasto mensal com a conta de luz é de apenas R$ 20, uma economia de R$ 850 por mês, e o que é melhor, sem emissão de CO2 e sem poluir o ambiente. 
Desde a instalação, há sete anos, a usina fotoelétrica de Manoel gera ininterruptamente, sem pane e com o mesmo desempenho, energia suficiente para iluminar a casa e alimentar os eletrodomésticos, e tudo isso com a vantagem de pagar um valor fixo na conta de luz ou estimado, sem sofrer grandes reajustes nas tarifas.
Resistência e praticidade – Além da redução nos gastos com energia elétrica, o sistema fotovoltaico vem chamando a atenção dos consumidores que querem produzir sua própria eletricidade pela baixa manutenção e durabilidade.
Mesmo depois de anos de uso, sob as altas temperaturas da região, o inversor da Fronius adquirido por Manoel continua com o mesmo rendimento e robustez de antes, já que conta com hardware com camadas de proteção contra altas temperaturas.
A resistência do equipamento, que até agora não apresentou nenhum problema técnico, e a facilidade de manutenção são outras vantagens apontadas pelo usuário. “Só acionei o suporte técnico para pedir ajuda para atualização do software do equipamento. Para fazer a manutenção do produto, preciso apenas fazer uma limpeza no filtro”, informa.
“Experiências, como a de Manoel, mostram a durabilidade e os diferenciais que um produto com a qualidade de uma marca premium proporciona. Até hoje, todos os equipamentos da Fronius são desenvolvidos para trabalhar em sua total funcionalidade mesmo com o passar dos anos”, afirma Thais Bitencourt, gerente de marketing da Fronius do Brasil.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »