26/10/2021 às 15h43min - Atualizada em 26/10/2021 às 16h18min

E-commerce: como evitar que a fraude em compras parceladas afete as vendas de uma empresa

Os pagamentos BNPL (sigla em inglês para "compre agora, pague depois") tornaram-se uma tendência crescente, mas também um método recorrente de transações on-line fraudulentas

SALA DA NOTÍCIA Carlos Silva
https://vesta.io
Foto: Pixabay

Os pagamentos na modalidade "Compre agora, pague depois" (tradução da sigla em inglês BNPL, que significa Buy now, pay later) tornaram-se o alvo mais recente dos golpistas. De acordo com análise da Vesta, a única plataforma garantida de transação instantânea para compras online, o BNPL está se tornando uma opção difícil e cara para os comerciantes oferecerem aos seus clientes e consumidores.

Oferecer opções de pagamento do tipo “compre agora, pague depois” é uma tendência que cresce no mundo todo entre as empresas de comércio eletrônico. À primeira vista, parece uma ótima ideia. Se um cliente não tiver como pagar por um produto integralmente no momento da compra, pode dividir o pagamento em, por exemplo, quatro parcelas distintas. Os pagamentos BNPL são interessantes para os consumidores porque eles não precisam pagar juros na compra, e isso sempre será atraente para o consumidor.

Como informa o site The Paypers, se os pagamentos BNPL atualmente refletem apenas uma pequena parte do mercado de cartões de pagamento dos EUA, com US$ 8 bilhões, a CB Insights espera que eles cresçam entre 10 e 15 vezes até 2025. Outros dados interessantes a serem considerados, de acordo com o site The Ascent, são:

  • 45% dos usuários dizem que fazem pagamentos BNPL porque a compra específica não cabe em seu orçamento;
  • 36% dos usuários de BNPL o usam uma vez por mês ou mais;
  • 30% dos usuários de BNPL confiam nos provedores de “Compre agora e pague depois” mais do que no parcelamento feito pelas empresas de cartão de crédito quando se trata de práticas comerciais justas.

Apesar desse crescimento, as empresas que oferecem pagamentos BNPL estão se tornando um alvo para golpistas devido a falhas de segurança. Aqui, explicaremos por que as compras BNPL se tornaram alvo de ataques organizados de extorsão e o que os comerciantes podem fazer para se protegerem desse risco.

Como ocorre a fraude “Compre agora, pague depois”?

Esse tipo de fraude ocorre quando alguém usa informações falsas ou roubadas ao comprar um produto ou serviço online. A fraude BNPL é mais difícil de lidar do que a fraude tradicional, pois o comerciante deve aprovar ou rejeitar a transação no momento em que o cliente efetua a compra. Na prática, alguém poderia usar as informações do cartão de crédito comprometido para fazer uma compra online pelo meio BNPL. Como esse tipo de serviço é oferecido especificamente para pessoas que podem não ter dinheiro para comprar o produto imediatamente, geralmente é muito mais fácil obter aprovação.

Quais são os riscos para os comerciantes online?

O principal risco que os comerciantes enfrentam é lidar com estornos fraudulentos. Nesse cenário, normalmente ocorre um desses dois eventos:

  • O proprietário do cartão rapidamente percebe que ele foi usado para fazer uma compra on-line não autorizada;
  • O atual proprietário fez uma compra por conta própria e mais tarde tentou alegar que era fraudulenta.

Os estornos são caros e prejudiciais à reputação de uma empresa. Portanto, é essencial evitá-los a todo custo. Os comerciantes também correm o risco de fraude de "nunca pagar". Nessa situação, o comprador fraudulento usa uma combinação de informações legítimas e falsas para facilitar a transação. No processo, eles estão essencialmente criando uma identidade falsa que é quase impossível de rastrear.

Como esse tipo de fraude pode ser evitado?

Muitos empresários priorizam se o cliente pode ou não reembolsar o custo da transação. Em vez disso, o foco nessa situação deve ser se as informações fornecidas são legítimas ou não.

Ter práticas de autenticação fortes em vigor é a maneira mais eficaz de evitar que a fraude BNPL prejudique um negócio. Os clientes devem ser solicitados a concluir um teste de autenticação de dois fatores para verificar sua identidade e evitar que golpistas usem detalhes de cartões de crédito roubados para concluir uma compra.

Existem avaliações baseadas em autenticação biométrica (impressão digital ou facial) ou autenticação de 2 fatores via SMS e e-mail. Esses algoritmos de aprendizado de máquina, que são usados pela Vesta, fornecem uma abordagem baseada em risco para 3-D Secure 2 e Software Composition Analysis (SCA).

BNPL é uma ótima ferramenta para e-commerce...

No entanto, é imperativo que os comerciantes e empresas estejam totalmente cientes do risco associado. Felizmente, a informação e medidas de prevenção discutidas acima podem ajudá-lo a minimizar as chances de encontrar um comportamento fraudulento ao oferecer aos seus clientes opções de pagamento do tipo "Compre agora, pague depois".


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »