25/10/2021 às 14h35min - Atualizada em 25/10/2021 às 15h40min

Planejamento estratégico da intralogística em ambiente 4.0

Reinaldo Moura*

SALA DA NOTÍCIA Vervi Assessoria

 

A logística interna (intralogística) integra todos os recursos para que as operações possam atingir as suas máximas capacidades instaladas, sem obstruções.

 

Desta forma, seja por meio de um planejamento baseado na concepção ("greenfield") ou na correção ("brownfield"), um plano diretor de uma unidade fabril ou centro de distribuição deve avaliar como todos os recursos podem estar sincronizados pelo uso da TI (Tecnologia da Informação) e, mais recentemente, pelo monitoramento das operações nas Torres de Controle.

 

Obviamente, tais iniciativas integram o planejamento estratégico de uma empresa, numa visão holística e integrada de curto, médio e longo prazo. Esta integração, que nos anos 1990 era muito mais demorada por envolver equipes e softwares não integrados, acelerou e hoje a tecnologia está muito à frente das próprias culturas organizacionais que, muitas vezes, não conseguem implementar as mesmas, pois não mais compreendem o Retorno Sobre os Investimentos (RSI) em tecnologia.

 

Lembro-me do advento dos sistemas computacionais a partir da evolução do COPICS (Communications Operations Production and Inventory Control System), no final da década de 1970, quando iniciava uma drástica mudança com os Controladores Lógicos Programáveis (CLP's) e que avançaram na ciberrealidade da atual indústria 4.0.

 

Hoje, conectar hardwares com softwares de máquinas de produção a hardwares e softwares de recursos da intralogística é algo necessário e que demanda planejamento de curto, médio e longo prazo.

 

Por isso que planejar estrategicamente neste ambiente envolve análises de diferentes cenários, que nossas equipes de projeto estruturam com o auxílio de ferramentas que viabilizam "gêmeos digitais", cada vez mais importantes nos modelos que visam à otimização.

 

 

* Reinaldo Moura é criador e fundador do Grupo IMAM (Instituto IMAM, IMAM Editora e IMAM Consultoria) e diretor técnico das Missões de Estudo ao Japão. Possui 50 anos de experiência profissional, com passagens em mais de 100 empresas. Pioneiro na introdução dos conceitos de Intralogística, Kanban, Housekeeping/5S, TPS/JIT/Lean Treinamento e Assessoria no Brasil. Publisher da Revista Logística desde 1980 (300 edições). Formado em Engenharia Industrial (FEI), em Engenharia de Segurança do Trabalho (FEI) e mestrado em Engenharia de Produção (Poli-USP). Ex-professor universitário: FEI, UMC, Mackenzie, Mauá etc. Autor de vários livros, sendo o mais recente “Uma Autobiografia dos meus primeiros 70 anos”.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »