19/10/2021 às 09h22min - Atualizada em 19/10/2021 às 11h11min

Com avanço da vacinação no Brasil, 62% das empresas planejam voltar ao trabalho presencial

Levantamento realizado pela DIMEP Sistemas avaliou o impacto da imunização na volta aos escritórios

SALA DA NOTÍCIA THAIS APARECIDA DE MELLO BARION
https://www.dimep.com.br/
Imagem de Free-Photos por Pixabay

Uma pesquisa realizada pela empresa DIMEP, a maior fabricante de sistemas de controle de ponto do país, avaliou a situação da volta ao trabalho presencial com o avanço da vacinação no Brasil. O levantamento contou com a participação de representantes de mais de 200 empresas de diferentes setores.

    

O estudo apontou que 62,1% das empresas pretendem retomar o trabalho presencial, enquanto 30,1% das companhias adotarão um regime híbrido, com parte dos funcionários em home office e outra parte no escritório.  

  

O trabalho remoto com idas ao escritório apenas em situações muito específicas deve ser adotado por 4,4% das empresas. Apenas 2,4% das instituições afirmaram que irão abandonar de vez os escritórios e manter todos os funcionários em casa. 0,5% das companhias que participaram do estudo responderam que somente cargos de liderança devem voltar ao trabalho presencial.    

 

“O levantamento mostra uma reposta positiva para o retorno ao trabalho presencial, uma vez que as empresas já se sentem seguras após a vacinação completa dos funcionários e também com os hábitos que se tornaram parte do cotidiano de todos, como uso de máscara, álcool em gel e o respeito ao distanciamento social”, explica Shirlei Lima, Head de Softwares da DIMEP Sistemas.    

 

A pesquisa também avaliou em que momento as empresas devem retomar o trabalho presencial. 36,3% das instituições afirmaram que a volta ao escritório deve ocorrer apenas após a vacinação completa de todos os colaboradores. Outras 34,2% indicaram que irão retomar o modelo de presencial, mesmo que boa parte dos funcionários não esteja imunizada.    

 

Os números não apenas evidenciam a determinação das companhias pela volta aos escritórios, mas reforçam a importância dos funcionários se imunizarem, uma vez que o estudo também revelou que 35,1% das instituições pretendem exigir o comprovante de vacinação. O levantamento também alerta para o modo como as instituições lidarão com dados de seus funcionários, uma vez que a Lei Geral de Proteção de Dados classifica informações referentes à saúde como dados sensíveis, e seu compartilhamento ou vazamento é ilegal.     

 

Em relação ao incentivo das empresas para que os funcionários se imunizem, 95,6% das instituições afirmaram que liberaram seus colaboradores para se vacinar durante o horário de trabalho, na data indicada pelas Prefeituras Municipais. 4,4% não permitiram.   

 

O estudo ainda revelou a quantidade de empresas que realizaram a vacinação contra Covid-19 internamente. 93% das companhias afirmaram que não adotaram esse procedimento, mas 7% responderam que disponibilizaram vacinas para seus funcionários.    

   

Sobre a DIMEP   

 

A Dimep é a mais antiga empresa de sistemas de ponto do país, com 85 anos. A companhia atua no desenvolvimento de soluções tecnológicas para o controle de acesso e registro de ponto. A DIMEP conta ainda com um sistema inteligente de gestão de pessoas, o Kairos, que contribui para que os donos de negócios e os profissionais de RH das organizações possam ter uma atuação cada vez mais estratégica, com o acompanhamento de todas as informações sobre equipes de trabalho, como controle da jornada, gerenciamento do sistema de banco de horas ou compensações e fechamento da folha de pagamento.





















Thais Ap. M. Barion
LAM Comunicação
Site: lamcomunicacao.com

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »