15/10/2021 às 12h30min - Atualizada em 15/10/2021 às 13h08min

No Dia Nacional da Inovação, conheça empresas que se destacam em diferentes setores

SALA DA NOTÍCIA Graziela Cristina
https://www.oliverpress.com.br/
Unsplash

O Dia da Inovação surgiu em homenagem ao brasileiro Alberto Santos Dumont, que, em 19 de outubro de 1901, deu uma volta ao redor da Torre Eiffel com seu dirigível. Peter Drucker, já há algumas décadas, apontou que os empreendedores de sucesso são os que praticam sistematicamente a inovação. Segundo o economista Joseph Schumpeter, a inovação vai muito além de uma boa ideia ou invenção, que não são, por si só, de muita importância para a economia, mas enquanto não são postas em prática, permanecem economicamente irrelevantes.

Talvez essas personalidades não imaginassem a dimensão que o tema inovação tomaria nos anos à frente. Hoje, para sobreviver e gerar resultados, o empreendedor deve ter habilidade e estar disposto a realizar mudanças constantes que impactem a empresa, a sociedade e seu ecossistema. A inovação é um fator diferenciado para alcançar ganhos de mercado e uma das melhores estratégias para se preparar para a retomada do crescimento, especialmente em tempos difíceis como o que vivemos por conta da pandemia.

“Conforme a modernização avança, é necessário que as empresas se adequem aos novos processos de inovação”, comenta Bruno Rondani, CEO da 100 Open Startups. “Com a pandemia, muitos previram que a crise sanitária, econômica e política afetasse e reduzisse também os investimentos em inovação. No entanto, o que vimos, foi o oposto:  2020 e 2021 foram intensos no venture capital, nos investimentos em open innovation, nos IPOs de startups, na aceleração da transformação digital, no surgimento de novos gigantes da tecnologia e no enorme crescimento das empresas inovadoras”.

Nesse sentido, o Brasil é um verdadeiro Vale do Silício. Conheça empresas que, com a inovação, estão se destacando no mercado.

A CargOn, logtech que atua como operador logístico digital, nasceu na pandemia, em março de 2020, e assumiu o pioneirismo no setor ao adotar a Inteligência Artificial da Microsoft para facilitar a identificação de motoristas e suas respectivas habilitações. A tecnologia permite, ainda, o monitoramento em tempo real de todo transporte da carga. A startup também saiu na frente ao lançar, em parceria com a BB Seguros, o primeiro seguro de vida para caminhoneiros do Brasil.

O consórcio, taxado como algo antigo, dos tempos dos nossos avós, ganhou uma nova roupagem com o UP Consórcios, fintech da Embracon, lançada em 2019, com a proposta de atrair o público jovem para essa modalidade de crédito. O negócio é 100% digital e cobra apenas a taxa de administração, a menor praticada no mercado, mesmo assim somente depois da contemplação da carta. Possui o primeiro chatbot não binário do Brasil, o assistente virtual Lupi, que também é um consultor financeiro e ajuda as pessoas a tomarem boas decisões na hora de investir seu dinheiro. 

A Viasoft, empresa fornecedora de soluções em software de gestão, é a personificação da palavra inovação. Presente no mercado há mais de 30 anos, e referência no setor, contribui para que mais de 3 mil empresas gerenciem seus negócios com tecnologia de ponta, gerando desenvolvimento e melhores lucros. Também realiza eventos de tecnologia para conectar empresas, empreendedores e profissionais de diversas áreas às melhores práticas do mercado quando o assunto é inovação. E ainda oferece Escolas de Tecnologia gratuitas para a formação profissional de jovens. 

A Allya, HR Tech com foco em benefícios corporativos e bem-estar financeiro, também nasceu focada em inovar. Fundada em 2015, apresenta uma plataforma de gestão de parcerias capaz de auxiliar a área de Recursos Humanos a ampliar a visão estratégica e promover o bem-estar nas empresas por meio de programas de benefícios corporativos. Ao todo, são mais de 30 mil parceiros, que podem ser acessados pela web ou pelo aplicativo em um sistema de geolocalização, que leva uma experiência personalizada aos usuários. Entre os 180 clientes estão Nestlé, Banco Pan, Cyrela, Localiza e Accenture. 

Inovar também é palavra de ordem no Magis5, Hub de Integração e Automação para vender em marketplaces. Fundada em janeiro de 2019, e com o aumento das vendas online em 2020, a empresa cresceu 450% e quintuplicou o faturamento em apenas seis meses. Atualmente, possui integração com grandes marketplaces, como Mercado Livre, Shopee, Amazon e B2W. Além disso, a startup segue inovando e se tornou um dos primeiros Hubs do Brasil a integrar com o AliExpress, que recentemente passou a aceitar vendedores brasileiros no marketplace. 

Não há dúvidas de que também é possível inovar no terceiro setor. Assim, nasceu o Instituto Devolver, fundado em 2018. No início, a ideia principal era o E-Commerce Social,  criado para dar mais transparência ao doador e auxiliar diversos projetos sociais e ONGs espalhadas por todo o Brasil. Atualmente, o Devolver também presta consultoria para instituições e realiza o Programa Jovem Aprendiz Social, com o objetivo de desenvolver, treinar, capacitar e criar oportunidades para adolescentes em serviços de acolhimento e/ou em situação de vulnerabilidade social. Até o momento, já são mais de R$ 1,2 milhão arrecadados, 15 mil crianças e adolescentes impactados, 59 instituições apoiadas e 15 empresas parceiras. 

O Allugator, maior plataforma de assinatura de eletrônicos do país, inova ao mudar a forma de consumo dos usuários. Nela, o cliente pode alugar smartphones, games e outros acessórios por períodos que variam de três meses a um ano. A startup promete ao cliente a experiência de ter os melhores celulares e eletrônicos do mercado por preços mais baixos e com maior praticidade, possibilitando que ele sempre tenha em mãos um modelo novo do item todo ano. 

A Gofind, primeiro localizador omnichannel do país, inova no ramo do varejo. Fundada em 2015, ela mapeia e digitaliza o estoque de produtos no pequeno varejo e tem como objetivo se tornar a principal fonte de informação sobre a disponibilidade dos produtos das indústrias em lojas físicas, virtuais e aplicativos de delivery do país. Com mais de 900 empresas integradas em seu sistema, a empresa ajuda marcas a controlarem o estoque dos seus produtos no varejo, otimizando a cadeia de suprimentos e melhorando a experiência do shopper. Entre os clientes que já utilizam a ferramenta estão Nestlé, Unilever, Heineken, Danone, Saint-Gobain e Bosch.

Pensando em uma maneira prática, eficiente e rápida para treinar colaboradores, surge a Niduu, aplicativo que usa os elementos de games para desenvolver colaboradores com treinamentos de uma forma fácil e rápida no celular, sediada em São Luís no Maranhão, no maior centro de inovação do Nordeste, o Espaço Black Swan, e também no CUBO Itaú, em São Paulo. Fundada em 2017, a startup capacita colaboradores por meio de treinamentos gamificados que permitem que o usuário use a qualquer hora e em lugar, de maneira prática e rápida, por utilizar uma plataforma desenvolvida para o mobile, que foi pensada, inclusive, para o público que tem celular com baixa capacidade de armazenamento ou memória e uma internet limitada.

A ilegra, empresa global de design, inovação e software, possui 18 anos de experiência e soma diferentes expertises para mercados em constantes transformações. Com foco em impactar pessoas e transformar negócios, a empresa busca contribuir com estratégias digitais e desenvolvimento de soluções únicas que geram resultados. Seu processo de inovação vai além de ajudar seus clientes a construírem estratégias e serviços customizados para o futuro. Hoje, a companhia também é referência no ramo de inovação aberta, utilizando sua técnica e competência em tecnologia. 

Referência em inovação, a OPUS Software atua há mais de 30 anos no mercado, como especialista em soluções digitais, incluindo o desenvolvimento de software personalizado. Buscando melhorar a vida das pessoas através de projetos de transformação digital, resolução de problemas e soluções estratégicas que potencializam os modelos de negócios, a empresa busca oferecer uma experiência diferenciada para seus clientes, tendo a inovação como sua maior motivação.

Voltada para o varejo, a Tlantic está com planos de crescimento para o Brasil. A empresa varejista com 20 anos de mercado, nasceu de um spin off da Sonae Brasil, e hoje é especialista em eficiência operacional e relação com o cliente. Sediada em Portugal e presente no Brasil (São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro), Espanha, França e Reino Unido, em 2020, a Tlantic garantiu um volume de negócios de 7 milhões de euros, sendo 45% do faturamento garantido pelos licenciamentos dos produtos nos atuais clientes. A expectativa é que, até o final do ano, a empresa aumente em 20% o faturamento global, meta que já está próxima de ser alcançada. O Brasil representa 40% do faturamento total e o objetivo é ampliar a atuação no país, em setores como alimentar, farmacêutico e saúde.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »