28/06/2012 às 00h42min - Atualizada em 28/06/2012 às 00h42min

Receber os amigos no inverno? Confira sete dicas.

Com a chegada do frio, muitas pessoas optam por receber amigos em casa em vez de sair para bares e restaurantes. Portanto, no inverno, que pede ambientes aconchegantes e confortáveis, é preciso lançar mão de pequenos truques para que a casa esteja pronta: a arquiteta Andréa Parreira lembra que a tentação de espalhar mantas por todos os lados, por exemplo, pode ultrapassar a intenção de tornar o ambiente agradável e tender ao exagero. Na estação mais fria do ano, saiba como não errar com as visitas:

Céu comunicação

De cara nova: o inverno é uma oportunidade para dar uma nova roupagem à decoração. “As mantas e colchas podem deixar a estação menos cinza. Se bem combinadas com as almofadas, podem dar um toque de descontração e alegria à casa, o que agrada os visitantes”, aconselha a arquiteta.

Cuidado com o excesso: é preciso estar atento ao uso exagerado de cobertores, mantas e xales, principalmente porque, quando guardados, alguns tecidos acumulam bactérias que podem despertar alergias.

Aquecedores: para os locais muito pequenos, pode-se optar por lareiras e aquecedores portáteis, de fácil remoção. “Isso faz com que o espaço não perca a versatilidade”, afirma Andréa Parreira.

Relaxe: se a proposta for um fondue com amigos íntimos ou até mesmo um filme, algumas almofadas a mais podem dar mais conforto aos presentes, coloque-as no chão, de maneira discretamente ordenada, e permita que os visitantes acomodem-se confortavelmente”, sugere a arquiteta.

Iluminando: aproveite os momentos de sol para deixar a casa iluminada. “Mesmo no inverno, as cortinas transparentes são uma boa opção, uma vez que as mais encorpadas também não são recomendadas aos alérgicos”. Outra dica preciosa quanto à iluminação é em relação às luminárias e abajures. “Eles dão um toque todo especial e conferem um ar aconchegante ao ambiente”, indica a profissional.

Utensílios: outra opção interessante é deixar alguns utensílios de cozinha expostos em ambientes como a sala de jantar. “Aparelhos de chá, por exemplo, são charmosos e combinam com a estação, podendo, neste período, servirem como objetos decorativos”, afirma Andréa.

Hora de dormir: se a visita for durar mais que um dia, é preciso observar alguns detalhes importantes. “Lembre-se de deixar cobertores extras nos quartos. Pequenos mimos também são muito bem-vindos, como os conhecidos chinelos de quarto, confeccionados em pano, ideais para a hora de levantar e ir ao banheiro durante a madrugada”, finaliza a profissional.


Andréa Parreira

Formada pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, a arquiteta Andréa Parreira (CREA/SP nº 5060352936) começou a sua carreira durante a graduação, há 21 anos, com ampla atuação no mercado da construção civil, de arquitetura residencial e decoração de interiores, criando, inclusive, alguns móveis personalizados para seus clientes. Mais informações: www.andreaparreira.com.br.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »