27/09/2021 às 22h17min - Atualizada em 28/09/2021 às 09h54min

Em projeto histórico, Jazzmeia Horn reflete o amor em todas as suas formas em disco de big band com trabalho orquestral

“Dear Love” está disponível em todas as plataformas de música digital

SALA DA NOTÍCIA Nathália Pandeló Corrêa
Drew Bordeaux

Junto da primavera, a cantora e compositora americana Jazzmeia Horn se renova e se reinventa em seu projeto não só mais ousado, como histórico. Feito para big band com trabalho orquestral, “Dear Love” é um dos poucos discos do estilo não só liderados, mas arranjados e produzidos por uma mulher negra. O álbum manifesto aborda três aspectos específicos da existência de Jazzmeia: seu amor pela sua comunidade, o amor físico e carnal por alguém e o amor próprio, tudo junto de uma poesia densa. “Dear Love” está disponível em todas as plataformas de música digital via Empress Legacy Records.

“‘Dear Love’ é importante para mim porque cumpri um dos meus maiores objetivos na vida: escrever, arranjar, produzir e gravar meu próprio projeto. Além disso, ser uma das primeiras mulheres negras a escrever e liderar um álbum de big band em sua totalidade, algo historicamente masculino, é uma honra”, reflete Jazzmeia.

Unindo jazz com inspirações de R&B e hip hop, Jazzmeia Horn traz poesia e spoken word para falar de vários aspectos da vivência de uma pessoa afroamericana - desde a questão da solidão da mulher negra até reflexões sobre o racismo a partir de composições pessoais e intensas. Tudo isso ampliando o escopo de atuação de um dos nomes em ascenção no jazz mundial.

“‘Dear Love’ é um álbum inteiro de poemas e músicas que são canções de amor para todos os aspectos amorosos na minha vida”, reflete ela. Isso fica claro no clipe “Let Us (Take our time)”, uma ode à paixão e aos corpos negros.

Assista ao clipe “Let Us (Take our time)”: https://youtu.be/m4pFzrqfnz8

Duas vezes indicada ao Grammy, vencedora da Sarah Vaughan International Jazz Competition, do Thelonious Monk Institute International Jazz Competition e do NAACP Image Award, Jazzmeia olha a tradição dos trabalhos de big band com respeito e vontade de ir além. “Dear Love” é uma sequência temática e ruptura sonora dos seus trabalhos anteriores, “A Social Call” (2017) e “Love and Liberation” (2019).

Com produção da artista e mixagem e masterização de Kastushico Naito, o álbum “Dear Love” está disponível em todos os serviços de streaming de música.

Ouça “Dear Love”: https://sng.to/jazzmeiahornandhernobleforce/dear-love


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »