26/06/2012 às 23h46min - Atualizada em 26/06/2012 às 23h46min

Sacolinha Plástica - vereador Francisco Chagas conclama os consumidores para Ouvidoria da Câmara

Justiça de São Paulo determina a volta das sacolinhas em 48 horas aos supermercados

Assessoria vereador Francisco Chagas

Mais uma vitória do consumidor. Nesta segunda-feira (25/06), a juíza Cynthia Torres Cristófaro, da 1ª Vara Cível Central da capital, determinou que os supermercados devem voltar a distribuir gratuitamente as sacolas plásticas adequadas e em quantidade suficientes para que os consumidores transportem suas compras gratuitamente. Os supermercados têm 48 horas para acatar a ordem da Justiça.

"Com essa decisão, quem ganha, mais uma vez, são os consumidores, os trabalhadores e todos os cidadãos", declarou o Vereador Francisco Chagas, que desde 2010 vem defendendo a distribuição das sacolinhas no comércio.

A decisão da Justiça atendeu a ação civil pública movida pela Associação Civil SOS Consumidor contra a Associação Paulista de Supermercados - APAS, Sonda Supermercados Exportação e Importação S/A, Walmart Brasil, Ltda. e Companhia Brasileira de Distribuição.

"A sacolinha plástica é ainda o melhor tipo de embalagem para transportar as compras, e sabemos que elas são reutilizadas para acondicionar o lixo doméstico", reforçou o vereador Chagas.

O parlamentar é autor do Projeto de Lei que institui a obrigatoriedade do fornecimento de sacolas plásticas e serviço de acondicionamento de mercadorias em supermercados, hipermercados, atacadistas e estabelecimentos varejistas congêneres na cidade de São Paulo.

Chagas acredita que esse é o momento adequado para tornar lei o seu projeto. Por isso, conclama aos consumidores para que encaminhem para os demais vereadores da Casa e para a Ouvidoria da Câmara (telefone 0800 322 62 72)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »