24/06/2012 às 22h53min - Atualizada em 24/06/2012 às 22h53min

Homofobia, tráfico de drogas e outros segredos…

Shine, lançamento da Editora Pandorga, gerou controvérsia nos EUA – e não foi só pelo tema

Lilian Comunica

Lauren Myracle é uma escritora acostumada a polêmicas. A autora já lançou duas séries e várias obras para o público Young Adult, sempre repletos de temas tabus: sexualidade na adolescência, uso de drogas, álcool e festas. Seus livros foram considerados os mais desafiadores em 2009 e em 2011, de acordo com a Associação Americana de Bibliotecas.

Shine é um deles. Quando Patrick, o melhor amigo de Cat, é encontrado espancado e amarrado a uma bomba de gasolina, com palavras homofóbicas escritas em seu peito, a pequena cidade sulista de Black Creek fica chocada – mas não o suficiente para uma investigação aprofundada. O xerife está certo de que os responsáveis são pessoas de fora da comunidade, mas Cat tem certeza de que não é bem assim.

Indignada, a garota resolve investigar o crime por conta própria, uma empreitada que revelará segredos obscuros dos moradores, inclusive do seu próprio irmão. Cat também tem que lidar com seus próprios fantasmas, que a afastaram de todas as pessoas com quem se importava. Fazer justiça a Patrick é sua maneira de se desculpar com o melhor amigo.

Não bastasse o enredo recheado de temas controversos (além de homossexualidade e crimes de ódio, Myracle trata de abuso sexual, tráfico de drogas e o declínio de uma cidade rural em meio ao crescimento de suas vizinhas), Shine foi um dos livros mais falados em 2011 pela sua indicação equivocada ao National Book Award. Um erro dos organizadores colocou o título como um dos concorrentes ao prêmio de US$5 mil, mas a Fundação pediu à autora que se retirasse da premiação.

Em troca de sua saída, Myracle pediu que a National Book Foundation, responsável pela premiação, doasse US$5 mil a uma fundação que advoga pela juventude gay. A polêmica também alavancou as vendas de Shine nos EUA e chega ao Brasil em Maio, pouco antes da Parada Gay, lançado pela Editora Pandorga.

O acabamento do livro está fascinante e acompanha seu enredo: uma paisagem nebulosa e em preto-e-branco para indicar a passagem de tempo; galhos no início de cada capítulo; folhas negras no começo do livro. Porque, em Black Creek, tudo é escuridão.

 

Sobre a autora:

Lauren Myracle é a autora bestseller do New York Times da famosa trilogia Garotas da Internet - ttyl, ttfn,e l8r, g8r - assim como de Rhymes with Witches, Bliss e a nova série A Flower Power, entre muitos outros livros para adolescentes e jovens adultos. Ela vive com sua família em Fort Collins, Colorado. Visite-a online em www.laurenmyracle.com.

 

Ficha técnica

ISBN: 978-85-61784-22-5

Formato: 16 x 23 cm

Páginas: 319

Categoria: Romance / ficção

Preço: R$ 34,90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »