29/07/2021 às 14h44min - Atualizada em 29/07/2021 às 15h36min

Blue EdTech anuncia segunda mini-aula gratuita do projeto #BlueNaPrática

Após o sucesso da edição piloto, startup que pretende formar 12 mil alunos até 2026, realiza a segunda edição no próximo dia 07 de agosto

SALA DA NOTÍCIA Laura Enchioglo

A Blue EdTech, escola de tecnologia (https://blueedtech.com.br), que desenvolve um trabalho para impulsionar a carreira de programadores que ainda não tiveram oportunidade de ingressar na área de TI, anunciou a segunda edição do #BlueNaPrática, um projeto que tem como objetivo mostrar na prática, por meio de vídeo aulas, como aprender sobre programação pode ser descomplicado e divertido.

Para o segundo encontro, que acontece no dia 07/08 às 17h, pelo Zoom (através do link  Meeting Registration - Zoom  e também pelo canal da Startup no YouTube (Blue EdTech - YouTube), o tema será sobre a “Criação de uma Pokédex com Angular 12 e TypeScript”. O conteúdo, será ministrado pelo professor Paulo Salvatore.

“A iniciativa desse projeto foi pensada para auxiliar aqueles que gostam da área de programação, mas ainda não têm certeza se esse é o caminho que desejam seguir. Na primeira edição, contamos com a participação de um público bastante engajado e que acompanhou o desenvolvimento do conteúdo do começo ao fim. Durante a aula, nossos professores demonstram na prática e de forma divertida um pouquinho do que os alunos poderão aprender quando ingressarem em nosso curso”, comenta Daniela Lopes, CEO da Blue, lembrando que as inscrições para a próxima turma de alunos encerram no dia 01 de agosto.

O programa de capacitação da Blue EdTech financia a formação de jovens de baixa renda como profissionais da área de programação, preparando-os para atuar com as práticas mais modernas do mercado. O objetivo da startup, que prevê um faturamento de R$ 1 milhão até o final de 2021, é estabelecer conexões entre pessoas que estão em busca de uma oportunidade no mercado de tecnologia e grandes companhias, que sabem da importância de construir times de alta performance.

No curso, oferecido pela Blue, com 12 meses de duração, os alunos, terão a oportunidade de ser instruídos por um time pedagógico altamente capacitado e com vasta expertise na área de tecnologia, sendo considerados aptos a ingressar no mercado de trabalho após seis meses do início da capacitação. A EdTech reforça que o aluno só começa a pagar o equivalente a 15% do seu salário quando estiver trabalhando e ganhando a partir de R$ 3,5 mil mensais.

A meta da Startup, que está em busca de empresas parceiras para criar oportunidades de trabalho para os alunos, é formar 150 alunos em 2021 e 12 mil até 2026, com a projeção de faturar R$ 50 milhões, tornando-se líder nesse setor com foco na população de baixa renda.

 

 

CENÁRIO

Segundo a Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), 23% dos jovens brasileiros de periferia estão em empregos que não necessitam de formação técnica, enquanto a mão de obra capacitada é um dos principais gargalos para o setor de tecnologia. De acordo com os dados recentes do “Monitor de Empregos e Salários”, produzido pela Brasscom, no primeiro trimestre de 2021, foram gerados 52 mil novos postos de trabalho em Tecnologia da Informação e Comunicação, enquanto no mesmo período do ano passado, esse setor gerou 17 mil. Entre janeiro e março foram anunciadas 52.743 novas vagas em TIC.

Apesar do bom momento para o setor, a entidade destaca que, mesmo o saldo superior a 50 mil vagas em 2020 não foi suficiente para dar conta de toda a demanda do mercado. Ainda de acordo com relatório setorial do ano passado, para suprir a necessidade do setor, seria necessária à contratação média de 70 mil profissionais por ano entre 2019 e 2024.

Inscrições para o curso Blue: https://blueedtech.com.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »