21/07/2021 às 18h19min - Atualizada em 21/07/2021 às 18h42min

Academias na contramão

SALA DA NOTÍCIA Marcelo Carvalho Monteiro da Silva

O Grupo Ultra nasceu durante a pandemia do Coronavírus, em meados de 2020 - e na contramão da indústria de serviços, que teve impressionante queda de PIB na pandemia. Em menos de 1 ano, a rede Ultra já conta com mais de 50 academias em fase de implantação pelo Brasil e já é considerada uma grande promessa do setor fitness, sendo a nova concorrente da gigante Smart Fit.

Com a retomada do setor de serviços no Brasil, graças à flexibilização dos estabelecimentos pelo aumento da vacinação, o Grupo Ultra prevê mais de 150 milhões de faturamento para o ano de 2022, incluindo unidades internacionais, começando pela América do Norte. A Smart Fit, por sua vez, também tem planos ambiciosos: irá abrir capital na Bolsa de Valores. 

Segundo Fernando Nero, CEO do Grupo Ultra, esse movimento de abertura de capital é muito importante para todo o setor de academias, pois reforça o quanto o Brasil tem potencial de crescimento e profissionalização, além de dar visibilidade internacional para a área.

High Value - Low Price e nova aquisição

Além da boa relação construída em projetos anteriores com parceiros e investidores, Nero avalia que o rápido crescimento do grupo Ultra se deu também por conta da alta vacância imobiliária, que possibilitou o espaço das unidades em boas regiões. 

“Outro fator relevante foi a aquisição e fusão de importantes redes de academias no Brasil, como por exemplo a Rede Monday, importante player do segmento de luxo, com unidades nos principais bairros de São Paulo, que recentemente foi incorporada ao modelo Ultra e está em fase de transformação nas suas unidades”, comenta.

Também importante, o modelo high value - low cost é um grande pilar das academias do Grupo Ultra, porém, segundo Fernando Nero, “não é só cobrar barato e colocar bons equipamentos”. O mercado é competitivo e as academias precisam ter excelência em serviço e operação. “A academia precisa ter ‘alma’”, acrescenta o executivo.

Fernando Nero acredita muito nessa retomada, pois além do público que já frequentava academias de ginástica antes da pandemia, houve crescimento do número de frequentadores. “Tivemos cerca de 5% de novos ingressantes, um número considerável devido ao cenário. São pessoas que passaram a frequentar academias por questões de saúde, psicológicas e também emagrecimento”, finaliza.

Sobre o Grupo Ultra 

O Grupo Ultra é uma holding especializada em franquias de Academias e Studios Fitness, comandado pelo empresário Fernando Nero. Fundada em meados de 2020, a rede conta com uma operação promissora - já possui mais de 50 academias sendo instaladas ao redor do Brasil e meta de atingir 80 unidades até o final do ano que vem. A empresa tem planos de expansão internacional em 2022 e uma previsão de R$ 150 milhões de faturamento para o ano. Seu portfólio reúne seis marcas que vão desde Academia Completa High Value até Studios de HIIT, Bike, Beach, Personal, Pilates, Yoga e Dança.

Os franqueados podem escolher entre as opções de “Studio" ou “Big Gym” dependendo do que buscam como empresários e do valor intencional de investimento. Existe, inclusive, a oportunidade de abrir um ou mais studios acoplados à academia Ultra ou escolher apenas uma das marcas para operar individualmente. Seja qual for o modelo escolhido, os franqueados receberão um pacote abrangente de treinamento e suporte, assim como a chance de investir em um modelo de negócios testado, comprovado e que foi totalmente desenvolvido por especialistas do setor impulsionados por tecnologia avançada.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »