28/06/2021 às 10h56min - Atualizada em 28/06/2021 às 14h28min

Como funciona a curadoria de conteúdos?

O que é curadoria de conteúdo

SALA DA NOTÍCIA Victor Augusto de Alencar
Freepik

Você já ouviu falar de curadoria de conteúdos? Ainda não? Pois bem, esse é um conceito que pode ser aplicado na sua estratégia de Marketing de Conteúdo, além de acrescentar muito na criação de postagens textos, gerando um maior engajamento para a sua empresa.

Muitos especialistas dizem que estamos longe do chamado ápice da era da informação. Afinal, ainda há muitas pesquisas em andamento e muitas pessoas distantes do mundo digital, principalmente para consagrarmos a situação atual como o topo do monte.

Ademais, as futuras corridas espaciais, que já estão tomando forma, trarão para o planeta diversos benefícios tecnológicos, além de integrar milhões de pessoas que ainda não vivem seu dia a dia online através das redes.

Apesar de estarmos longe desse ápice, não se pode negar que há 50 anos jamais imaginaríamos chegar ao patamar que foi conquistado nos dias atuais. Assim, a chegada das redes sociais é talvez o maior exemplo disso que estamos comentando.

A importância de uma boa organização

Sites e blogs vendem produtos, por exemplo, um conjunto de ar mandado, então, dentro de suas publicações, é importante que haja informações sobre os produtos da loja, além de vídeos promocionais, bem como respostas aos clientes que questionarem algo.

Ademais, o Instagram, Facebook, TikTok, aplicativos de mensagens e outros métodos de se comunicar com as pessoas, mostraram que é extremamente importante ter uma organização para que essas redes sejam administradas da maneira correta. 

É por essência uma tarefa que exige conhecimento da ferramenta, tempo e, principalmente, organização para que as publicações sigam um padrão de excelência e constância para manter ou aumentar o engajamento da página em questão. 

Entretanto, a dificuldade de fazer isso, fez com que as pessoas buscassem pela chamada curadoria de conteúdos e é justamente sobre isso que falaremos neste artigo. 

O assunto não é tão complicado quanto parece, inclusive, você pode até marcar no cronômetro do seu relógio de ponto homologado o tempo que você levará para ler esse artigo e entender sobre o tema.

Vamos entender o que é curadoria de conteúdo

Quando um empreendedor decide investir em marketing de conteúdo, abrem-se dois caminhos a serem seguidos. Ou criar conteúdos exclusivos para a sua empresa ou pegar conteúdos prontos e replicá-los em suas mídias sociais e e-mail marketing.

Veja que na maioria dos casos as pessoas optam pela primeira opção (criar conteúdos exclusivos), isso faz com que o empreendedor tenha que dedicar um tempo precioso para definir quais serão os melhores conteúdos a serem consumidos pelo seu público-alvo.

A curadoria de conteúdo trabalha justamente com esse objetivo, ou seja, definir quais são os melhores tipos de conteúdos a serem publicados dentro das redes sociais e e-mail marketing de cada empresa, com o objetivo de gerar mais engajamento. 

Uma pessoa sem conhecimento acredita que ganhar engajamento nas redes sociais é tão simples quanto fazer a instalação de poço artesiano, mas isso só poderia ser feito se tivessem pessoas especializadas em organizar o conteúdo das empresas.

Segmentar e filtrar conteúdos de relevância, dependendo do segmento em que a empresa atua, pode ser uma tarefa extremamente complicada. Lembrando que todos esses conteúdos serão posteriormente encaminhados diretamente ao público de interesse. 

Por que investir nisso?

Uma pesquisa recente mostrou que a cada 60 segundos, cerca de 1.500 textos são postados em milhares de blogs no mundo todo, além disso mais de 160 milhões de e-mails são enviados no mesmo espaço de tempo. E nem começamos a falar de plataformas de vídeos.

Note o quão concorrido é a atenção do seu consumidor ou possível cliente. Então, realizar publicações que chamem a atenção deles e que, ao mesmo tempo, não ajam contra as políticas da sua empresa, é uma tarefa e tanto. 

Milhares de empresários acabam deixando de investir nesse tipo de segmento por se recusarem a seguir métricas “obrigatórias” para ganhar engajamento nas redes sociais. É uma escolha deles, mas saiba que para tudo existe um jeitinho. 

Da mesma forma que um advogado especialista em direito de família não é contratado por acaso, mas somente após uma ampla investigação sobre sua área de atuação e feitos na profissão, é o que acontece com as postagens dentro das redes sociais e canais da empresa. 

É preciso realizar um estudo anterior que permita estabelecer uma série de métricas a serem seguidas, capazes de engajar a empresa, ao mesmo tempo que defina sua imagem dentro das mídias sociais. Por isso a necessidade de investir na curadoria de conteúdo.

Conheça as vantagens da curadoria de conteúdo

Toda forma de organizar pensamentos e trabalhos gera diversas vantagens e benefícios para as empresas que as adotarem. 

Felizmente, com a curadoria de conteúdo não é diferente, pois a internet tem informações em larga escala para fazer parte da sua estratégia de marketing de conteúdo. Vejamos agora algumas vantagens de adotar a curadoria de conteúdos:

  • Geração de leads (clientes em potencial);
  • Gerar mais oportunidades de venda;
  • É um diferencial que se destaca perante à concorrência;
  • Menos custo e perda de tempo com postagens erradas;
  • Atualização constante de e-mails importantes e capacitados.

Toda pessoa que deseja comprar, seja o que for como um oculos de segurança graduado, buscará previamente as redes sociais e site da empresa em questão. Nesses tipos de pesquisas orgânicas, aquele canal que chamar mais atenção será escolhido.

Um site, blog e redes sociais atualizadas frequentemente também aumentam consideravelmente a imagem positiva que clientes e leads têm da empresa, e essa é uma grande vantagem que a curadoria de conteúdo gera para as empresas que a praticam.

Montando sua curadoria de conteúdo

Chegou o momento de você saber como montar a sua própria curadoria de conteúdo. Lembrando que existem empresas que realizam esse tipo de trabalho, caso você acredite ser impossível lidar com mais essa demanda. 

Todo o processo de curadoria de conteúdo exige um trabalho quase que manual, ou seja, ao menos uma pessoa terá de ficar observando a movimentação das principais redes sociais, páginas de referência e concorrentes, em busca de conteúdos relevantes.

Desta maneira, podemos dividir a curadoria de conteúdo em três etapas importantes. A primeira é a pesquisa, a segunda é a contextualização e a terceira é o compartilhamento. Agora entremos especificamente em cada uma delas.

Pesquisa e apuração

Esse é o primeiro passo de toda curadoria de conteúdo, a parte da pesquisa e apuração. Ler diversos artigos e notícias exige tempo e dedicação, além disso é preciso chegar à qualidade das fontes para que as informações não sejam mentirosas.  

Imagine uma empresa de gerenciamento de resíduos que diz que o descarte irregular de resíduos não prejudica o meio ambiente? Parece loucura, mas existem muitos canais pela internet pouco confiáveis, mas com designers incríveis que enganam a muitos.

Uma forma de ajudar a realizar a apuração é organizando no esquema de favoritos do navegador uma série de sites e redes sociais que atualizam todos os dias, como maneira de buscar uma referência positiva. 

Existe também a opção de criar a chamada: ronda. É um termo bem utilizado por policiais e jornalistas que estão buscando por algo. Fazer uma ronda é justamente olhar todos os canais, sites e páginas que estão organizadas de alguma forma para facilitar o trabalho.

Contextualização de conteúdo

Agora entramos na parte mais criativa, ou seja, na contextualização, é o momento onde você busca pelo sentido de criar o conteúdo após a apuração ter sido feita. É nessa etapa que será criado todo o esqueleto da futura publicação. 

É uma etapa importante, pois como dissemos antes, é importante que as publicações sejam relevantes para as redes sociais, sendo assim que gerem engajamento ao mesmo tempo que não agridam as políticas defendidas pela empresa. 

O trabalho de contextualização também passa pela análise dos feedbacks das postagens anteriores, logo se um conteúdo não foi  muito bem aceito ou não gerou o engajamento esperado, é preciso entender os motivos que causaram um desses ocorridos. 

Compartilhamento de conteúdo

A última etapa é como uma divisória piso teto que separa quais são os locais onde cada publicação deverá estar. Existem conteúdos que se dão super bem em um tipo de mídia social, mas são péssimos em outras.

Acontece muito de as pessoas acharem que seus conteúdos não geram retorno positivo, mas a verdade é que o estilo que está sendo direcionado não combina com o local em que ele está presente.

Estudar um pouco de como cada rede social funciona e ter acesso a informação sobre os tipos de redes acessadas pelo seu público-alvo fará a total diferença no momento de chamar a atenção das pessoas para a sua página. 

Considerações finais

A curadoria de conteúdos é uma importante estratégia para organizar as ações de marketing de conteúdo de uma empresa. Ela é utilizada por todas as agências de marketing digital antes de começarem a sair publicando.. 

O interessante é que todo o segmento permite a sua adoção. Seja para vender um ventilador centrífugo ou um curso sobre como tocar sanfona. Note que são dois universos diferentes, que detêm públicos distintos, mas que podem utilizar da mesma estratégia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »