11/09/2014 às 11h30min - Atualizada em 11/09/2014 às 11h30min

26 de setembro - Dia Mundial da Prevenção da Gravidez não Planejada

30% das grávidas no Brasil não planejam a gestação

HT Assessoria de Imprensa

Com foco no público jovem, Museu Catavento sedia série de palestras que oferece informações sobre a importância da prevenção da gravidez não planejada e dicas para uma vida sexual saudável.

Mesmo com a evolução dos métodos anticoncepcionais, que oferecem opções eficazes e seguras a médio e longo prazos para a manutenção do planejamento familiar, muitas mulheres, no Brasil e no mundo, ainda enfrentam gestações que não estavam nos planos. De acordo com dados do estudo “Nascer no Brasil”, da Fundação Oswaldo Cruz, 30% das grávidas brasileiras têm gestação não planejada.

Quando se trata do público adolescente, a situação é ainda mais alarmante.  Cerca de 20 mil meninas, com menos de 18 anos, dão a luz todos os dias nos países em desenvolvimento, segundo relatório “Situação da População Mundial 2013”, do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA). Segundo o documento, mais de 95% dos nascimentos de filhos de mães menores de 18 anos ocorrem em países em desenvolvimento. Desse total, 50% se concentram em sete países. E o Brasil é um deles.

"A situação é realmente alarmante, se considerarmos que em todo o mundo, 7,3 milhões de jovens se tornam mães a cada ano, das quais dois milhões são menores de 15 anos, segundo relatório “Situação da População Mundial 2013”, do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA)", ressalta o Dr. Afonso Nazario do departamento de Ginecologia da UNIFESP.

As principais causas da gravidez não planejada estão relacionadas à falta do uso de métodos contraceptivos seguros, problemas na adesão ou mau uso do método escolhido ou a acomodação do casal em relação ao planejamento familiar. A falta de informação é o principal obstáculo à contracepção. Atualmente, existem opções para todos os perfis de mulher. De longa ou curta duração, é possível escolher entre pílulas, pílulas de uso contínuo, DIU hormonal, adesivos, injetáveis, camisinha, entre outros.

Com o objetivo de incentivar a reflexão sobre os métodos contraceptivos e sua inclusão no dia a dia das mulheres, a fim de evitar a gravidez não planejada ou a contração de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), foi criado o Dia Mundial da Prevenção da Gravidez não Planejada, que acontece no dia 26 de setembro. A ação é uma iniciativa de ONGs e sociedades internacionais – com apoio mundial da Bayer. No Brasil, a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) é parceira do projeto.

Com foco na conscientização do público adolescente, a Bayer Brasil, em parceria com a UNIFESP, organiza uma série de palestras no Auditório do Catavento Cultural e Educacional, museu de ciência e tecnologia da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, entre os dias 23 e 26 de setembro.  Com o tema “É a sua vida, é o seu futuro – conheça suas opções”, a programação terá apresentações e debates comandados pela sexóloga do programa Altas Horas Laura Muller, a cineasta Sandra Werneck e a jornalista Nathalia Ziemkiewicz, do blog Pimentaria, entre outras.

O Dia Mundial da Prevenção da Gravidez não Planejada vai ocorrer pelo oitavo ano consecutivo em mais de 70 países da Europa, Ásia e América Latina. No Brasil, no site www.vivasuavida.com.brespecialmente desenvolvido para a campanha, é possível encontrar diversas informações sobre sexo seguro, gravidez, contracepção, entre outros. 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

23/09, terça-feira

Palestrante: Susana Denicol

Tema: Gravidez na adolescência - conhecendo para prevenir

Horários: 10h30 às 11h30/ 13h30 às 14h30

Breve perfil Susana Denicol: Enfermeira Obstetra, Educadora Sexual com cinco anos de experiência em Ambulatório de Planejamento Familiar. Há 21 anos na Bayer, durante 19 anos realizou palestras para público leigo sobre Sexualidade e Contracepção e treinamento de multiplicadores em Secretarias de Saúde sobre atualização em Planejamento Familiar com enfoque no adolescente.

24/09, quarta-feira

Palestrante: Sandra Werneck

Tema: Gravidez na adolescência - do cinema para a realidade

Horários: 10h30 às 11h30/ 13h30 às 14h30

Breve perfil Sandra Werneck: A premiada carreira de Sandra Werneck abrange documentários e filmes de ficção, de curta, média e longa metragem, como “Cazuza – O Tempo não Pára”, “Pequeno Dicionário Amoroso” e “Sonhos Roubados”. Desde 1992, Sandra também comanda a produtora CINELUZ, que se destaca no meio cinematográfico brasileiro com a produção de documentários e filmes de ficção.

25/09, quinta-feira

Palestrante: Nathalia Ziemkiewicz

Tema: Sexo sem complicação

Horários: 10h30 às 11h30/ 13h30 às 14h30

Breve perfil Nathalia Ziemkiewicz: Jornalista apimentada, já publicou nas revistas Época, Istoé, Marie Claire, Claudia, Nova, entre outras. Aposta que informação pode ser mais transmissível que muita doença. Atualmente escreve para o blog Pimentaria, que conta com mais de 22 mil seguidores.

26/09, sexta-feira - manhã

Palestrante: Laura Muller

Tema: Altos papos sobre sexo

Horários: 10h30 às 11h30

Breve perfil Laura Muller: Colunista do portal Bayer Jovens (www.bayerjovens.com.br), Laura Muller é psicóloga clínica, educadora sexual e comunicadora social. Sua atuação profissional se divide em palestras realizadas por todo o Brasil, em atendimentos psicológicos a jovens, adultos e terceira idade, e nas participações como sexóloga do programa Altas Horas, do Serginho Groisman da TV Globo.

26/09, sexta-feira - tarde

Palestrantes: Sandra Lima Vasques e Luciana Amadi

Tema: Palestra interativa: Vale Sonhar – Prevenção de Gravidez na adolescência

Horário: 13h30 às 15h00

Breve perfil Sandra Lima Vasques: Psicóloga, enfermeira com especialização em Sexualidade Humana pelo Instituto H. Ellis e formação em Psicodrama pelo IBP e SOVAPE. Atua no Instituto Kaplan desde 1993 e atualmente é consultora educacional nos projetos do Instituto Kaplan. Psicoterapeuta de adolescentes e adultos em seu consultório particular. É coautora dos materiais lúdico-educativos Jogo de corpo, Aprendendo a viver, Vale Sonhar, Valores em jogo e Viver Positivamente, manual de atenção à educação sexual de crianças e adolescentes portadores do HIV.

Breve perfil Luciana Amadi: Psicóloga, psicodramatista, psicoterapeuta e educadora sexual. Coordenadora da Instalação - Prevenindo a Gravidez Juvenil, no Museu Catavento Cultural e Educacional. É coautora dos materiais educativos Valores em Jogo e Vale Sonhar. 

Lugares limitados – Reservas pelo e-mail cursos@cataventocultural.org.br

Serviço

Catavento Cultural e Educacional

Onde: Palácio das Indústrias - Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP

Telefone: 11 3315-0051 – atendimento das 11h às 17h

Quando: terça a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h)

Quanto: R$ 6 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência. Entrada gratuita aos sábados.

Idade mínima para visitação: recomendado para crianças a partir de seis anos

Como chegar: www.cataventocultural.org.br/mapas.asp

Acesso por transporte público: estação de metrô Pedro II e terminal de ônibus do Parque Dom Pedro II

Estacionamento: R$ 10 até 4 horas (para visitantes do museu). Adicional por hora: R$ 2,00 (capacidade para 200 carros). Ônibus e vans: R$20,00.

Infraestrutura: acesso para pessoas com deficiência locomotora.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »