11/05/2021 às 11h22min - Atualizada em 11/05/2021 às 19h34min

O Diretor de Filmes Juliano Magalhães é indicado ao prêmio “Melhor do Brasil nos EUA” , com obra sobre um morador de rua em New York .

SALA DA NOTÍCIA Denny Silva
Divulgacao : Acervo Pessoal

O Paulista JULIANO MAGALHÃES chegou nos Estados Unidos, em 2016, na cidade de Boston – Massachusetts. 

Devido a sua jornada empresarial e profissional Juliano Magalhães ganhou espaço e o carisma da Comunidade Brasileira, diante dos grandes projetos prestados, foi nomeado e indicado pela Empresária e uma das Líderes dos EUA na área da Educação e Empreendedorismo Luciana Padilha CEO da LP INFOCUS para o Prêmio Melhores no Brasil nos EUA” , onde JULIANO MAGALHÃES  já prestou serviço ao projeto BRILIVE.

Conference realizado em HARVARD UNIVERSITY, por Luciana Padilha, dando mais autoridade e credibilidade aos projetos executados por Juliano Magalhães com a participação e presença de Autoridades e Personalidades do Brasil, como Sérgio Meneguelli, Rick Chester entre outros. 

Juliano Magalhães, Diretor de Filmes e Artes Fotográficas, concorre ao Prêmio “Melhores do Brasil nos EUA”, na categoria Melhor Produtor de Arte e Mídia nos EUA. 

O evento é organizado pelo empresário Rafael dos Santos da Europa, para celebrar os melhores profissionais do Brasil que atuam no território dos EUA e Europa.  

Nesta primeira edição do evento realizada nos EUA, foram indicados 120 nomes, em 25 categorias - dentre elas o prêmio “Luiza Brunet de Enfrentamento contra a Violência da Mulher ", os prêmios Ação CRBE (Conselho Regional de Brasileiros no Exterior) e Personalidade de Destaque nos EUA.  

Os indicados serão determinados por votação aberta, que acontece no site do prêmio (competition.bestofbrazilawards.com) até dia 15 de Maio de 2021. 

E o resultado final será anunciado a nível internacional online pelo produtor e realizador Rafael dos Santos, direto de Londres. 

No mês de Outubro de 2021, os finalistas dos EUA se juntaram aos finalistas da EUROPA, para participarem da premiação mundial e presencialmente no Palácio de Buckingham em Londres com a presença e participação da cerimonialista Luiza Brunet .

A indicação de Juliano Magalhães ao prêmio deve-se aos seus inúmeros projetos voluntários executados e a obra  que chamou a atenção da comunidade brasileira nos EUA com o projeto “Living in New York”, em que Niyi Fote, um ator e cantor da Nigéria que vai cheio de sonhos para Nova Iorque, mas termina perdendo tudo e virando um morador de rua. Confira o trailer. (Canal YouTube Juliano Magalhães) e assistam a série no Amazon Prime. Já disponível.

 

 A Série do filme está disponível no  Amazon Prime. Juliano conta como ajudou no projeto: “As produções são caras. Ajudei na medida do possível, com todos meus equipamentos de locação e tempo de edição. Um projeto voluntário e com baixo custo, assim como todos ajudam uns aos outros quando podemos, diz Juliano e completa: “Disputar o prêmio é motivador",  assim como fazer parte do Melhor do Brasil no exterior. Por mais que as dificuldades e desafios existam, nunca irei desistir. Serei sempre motivador e centrado e firme na honestidade”. 

Desde sua chegada em Boston, onde vive até hoje, o diretor se associou a iniciativas sociais.  No início da pandemia, realizou uma live com a empresária Rita Mondardo, CEO da  Floripa Produções, e arrecadaram 2.000 toneladas de alimentos para ajudar as comunidades carentes da região.  

Juliano diz: Fico muito lisonjeado de ver os comentários nas votações dos meus familiares, amigos e colegas de profissão. É motivador e, cada dia que passa, isso me dá forças para continuar minha trajetória na arte dos filmes, das fotografias, memorizar e eternizar  sonhos de pessoas como o exemplo do Niyi Fote”. 

Juliano já recebeu o prêmio “Notáveis USA 2017” e Focus Brasil Awards Boston 2020. Além disso, o brasileiro foi selecionado para cobrir um dos principais eventos de moda do mundo, o Fashion Week 2020. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »