22/04/2021 às 19h30min - Atualizada em 23/04/2021 às 14h32min

5 dicas fundamentais para a gestão estratégica de pessoas

Existem pilares que servem para construir uma base sólida e duradoura de relacionamento e alinhamento da empresa com os colaboradores

SALA DA NOTÍCIA Niduu

A gestão estratégica de pessoas é uma maneira do departamento de RH entender os colaboradores e alinhar seus interesses particulares com os da empresa. Existe uma teoria chamada Pirâmide de Maslow, também conhecida como a hierarquia de necessidades pessoais, na qual o ser humano apresenta diferentes necessidades, que variam de acordo com o desenvolvimento pessoal e circunstâncias da sociedade que a pessoa está inserida.

A gestão tradicional de pessoas, que foca nos processos operacionais e procedimentos básicos do negócio, vem se tornando obsoleta. Existem alguns pilares nesta gestão que servem para construir uma base sólida e duradoura de relacionamento entre a empresa e os colaboradores. Pensando nisso, a startup Niduu, que trabalha por meio de um aplicativo usando a gamificação para desenvolver colaboradores com treinamentos de uma forma fácil e rápida no celular, lista 5 dicas fundamentais na gestão estratégica de pessoas: 

1 -  Equipes em constante treinamento e atualização

Um dos grandes agregadores de valor à motivação dos colaboradores e alinhamento com o negócio são os treinamentos corporativos. Eles oferecem oportunidades às equipes de se desenvolverem profissionalmente e pessoalmente. Hoje em dia, a capacitação remota vem conquistando o mercado, por engajar mais os colaboradores, ser mais objetiva e não tirar o colaborador do posto de trabalho. Inclusive, quando há gamificação combinada com microlearning, os resultados dos treinamentos só tendem a aumentar

2 - Colaboradores motivados e alinhados à empresa

Este primeiro pilar é o principal entre os demais porque contribui para o desenvolvimento dos outros e, por esse motivo, é o que mais o departamento de RH deve se atentar. Apesar de muitas empresas motivarem seus colaboradores com bônus e benefícios atrativos, bons líderes são a inspiração e o exemplo de suas equipes com sua boa postura profissional e conectividade. Os líderes de alta performance são aqueles que olham para suas equipes de maneira humanizada, dando suporte, apoio e orientação necessária, os guiando nas melhores decisões e fornecendo feedbacks constantes, além de planos de carreira individuais. Nos últimos meses, muitas empresas adotaram o trabalho remoto para garantir a segurança dos trabalhadores. Muitos líderes autorizaram a flexibilização da jornada de trabalho e se mantiveram compreensíveis a respeito das questões pessoais dos colaboradores.

3 - Comunicação efetiva entre os colaboradores

A comunicação entre a empresa e o colaborador deve ocorrer de maneira clara, objetiva e recíproca ao transmitir as metas do negócio aos líderes e colaboradores, promovendo uma conectividade saudável entre todos os profissionais, por meio da cultura de feedback. Quando os colaboradores aceitam feedbacks construtivos e trabalham em seu aperfeiçoamento, eles exploram as oportunidades de melhoria que existem e a empresa se beneficia com isso. No entanto, por mais que exista uma cultura de feedback e colaboradores prontos para melhorar, é preciso também implementar canais de comunicação oficiais para os profissionais expressarem suas opiniões, críticas e elogios, podendo, até mesmo, ser de maneira anônima.

4 - Trabalho em equipe em prol do negócio

O RH e os líderes devem deixar de lado a visão de que os profissionais devem focar apenas em seus próprios trabalhos. Hoje, dentro da gestão estratégica de pessoas, os colaboradores devem compreender a importância das atividades que executam para o resultado final do negócio e como influenciam outros setores e colaboradores. Uma das formas de estimular o trabalho em equipe é colocar em prática grupos para discussão de inovações e soluções de problemas da empresa, em que os setores se conectam para buscar resoluções positivas para o negócio. Outra maneira é realizar a união de profissionais multidisciplinares. Em suma, é no estímulo do trabalho em grupo que as partes se complementam, se incentivam, trocam conhecimentos, desenvolvem suas competências e eliminam suas limitações profissionais.

5 - Gestão de competências para otimizar resultados individuais

O bom líder compreende que cada colaborador tem suas habilidades e competências pessoais e que, no dia a dia, é preciso aproveitá-las para o sucesso do setor. A gestão de competências serve para os líderes otimizarem  os resultados das atividades desses profissionais, respeitando as habilidades necessárias para a vaga que ocupam ao avaliar cada colaborador de maneira individual. Assim, a avaliação de desempenho é colocada em prática para que os líderes identifiquem as capacidades e limitações de seus colaboradores, investindo nelas ou as superando. Com isso, é possível:

  • Direcionar as demandas de maneira mais eficiente;
  • Obter benefícios a partir do aumento da produtividade;
  • Identificar gaps de conhecimento e identificar necessidades de treinamento;
  • Desenvolver as equipes e monitorar seus desempenhos para maximizar resultados.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »