22/04/2021 às 22h29min - Atualizada em 23/04/2021 às 00h00min

Signifyd lança sua solução de prevenção do abuso de devolução, capacitando os varejistas a fornecerem devoluções rápidas e fáceis sem medo de abusos

À medida que a receita do comércio eletrônico se torna uma parte maior das vendas no varejo, o abuso de devolução apresenta uma ameaça crescente e dreno de receita que deve ser gerenciado de forma inteligente

DINO


A Signifyd, líder de mercado em proteção de comércio, anunciou o lançamento de sua solução de prevenção de abuso de devolução com IA, uma inovação personalizável que ataca um problema de US$ 43 bilhões ao detectar o abuso de devolução e capacitar os comerciantes a fornecer reembolsos sem atrito para clientes valiosos enquanto frustra aqueles que procuram manipular o sistema.

A solução de prevenção de abuso de devolução da Signifyd oferece aos comerciantes a flexibilidade de personalizar sua resposta de abuso de devolução de acordo com as necessidades exclusivas de seus negócios. Ela dá aos varejistas on-line a flexibilidade de definir barreiras automatizadas para alertar os funcionários do suporte ao cliente sobre o grau de risco envolvido em uma solicitação de devolução — identificando-os como risco baixo, risco moderado ou alto risco — junto com recomendações sobre como processar a devolução. Ela permite políticas personalizadas — por exemplo, uma diretriz para nunca recusar a devolução de um membro de programa de fidelidade.

A prevenção de abuso de devolução também permite que os comerciantes simulem como suas regras de devolução funcionariam na vida real antes de implementá-las no mundo real. Com a solução implementada, os varejistas podem aplicar suas políticas de devolução propostas aos dados de compras anteriores e revisar os resultados do que teria acontecido.

“Infelizmente, os fraudadores e um subconjunto de consumidores estão se tornando mais agressivos e engenhosos quando se trata de aproveitar as políticas de devolução que facilitam a vida dos compradores”, disse o vice-presidente de produto da Signifyd, Gayathri Somanath. “A prevenção de abuso de devolução depende dos dados de rede da Signifyd, modelos de aprendizado de máquina e nosso novo módulo de centro de decisão para dar aos varejistas as ferramentas de que precisam para se manteràfrente desta tendência crescente de esmagamento de receita”.

A nova solução estende a proteção comercial centrada na identidade da Signifyd para outro ponto de verificação pós-compra crucial — o ponto de devolução e início do reembolso. Ela aborda diretamente um dos enigmas mais incômodos da experiência do cliente da era do comércio atual.

Superar o desafio de devoluções agora é mais importante do que nunca, pois as vendas de comércio eletrônico continuam a se tornar rapidamente uma parte maior das vendas no varejo. As compras on-line têm muito mais probabilidade de serem devolvidas e a porcentagem de devoluções fraudulentas resultantes de pedidos on-line é significativamente maior do que as compras feitas em uma loja.

Os varejistas mais bem-sucedidos do mundo resolveram amplamente o desafio de fornecer aos compradores on-line pesquisa precisa no site, imagens ricas e descrições de produtos, atendimento rápido e suporte ao cliente 24 horas por dia. Mas as devoluções continuam a drenar seriamente a receita e a dificultar a construção do valor vitalício do cliente.

Cerca de 18% das vendas de varejo on-line foram devolvidas em 2020 e 7,5% dessas devoluções eram fraudulentas, de acordo com a National Retail Federation e a Appriss Retail. Isso representa a perda de US$ 11,6 bilhões apenas no custo das mercadorias, de acordo com uma análise da Signifyd. Mas a fraude custa muito mais do que simplesmente o custo dos produtos roubados. Uma devolução desencadeia uma cadeia de custos de envio, custos de inspeção, custos de reabastecimento ou custos de liquidação.

Ao todo, as devoluções custam aos varejistas quase quatro vezes o custo das mercadorias envolvidas, o que significa que as devoluções custam aos comerciantes US$ 584 bilhões por ano, incluindo US$ 43 bilhões devido a fraudes, calculou a Signifyd.

Embora seja tentador simplesmente restringir as devoluções, os varejistas percebem que não seria sensato. Na verdade, 75% dos consumidores entrevistados pela Upwave em nome da Signifyd disseram que provavelmente parariam de comprar de uma marca com base em uma experiência de devolução ruim. E cerca de 58% disseram que sempre verificam cuidadosamente a política de devolução do varejista antes de fazer uma compra.

Devoluções grátis e fáceis são quase todas obrigatórias para comerciantes que desejam ser competitivos. Porém, quanto mais fácil for devolver itens, mais fácil será para fraudadores profissionais e clientes desonestos aproveitarem as políticas de devolução.

“Quando você não tem proteção ou verificação de segurança, fica claro para os fraudadores e abusadores que você é um alvo fácil. É como se a notícia tivesse se espalhado e eles estivessem dizendo a todos os seus amigos e associados para irem até a Cuts”, diz Steven Borrelli, diretor executivo da marca Cuts de roupas direto ao consumidor e cliente Signifyd.

Para saber mais sobre a prevenção de abuso de devolução e ver uma demonstração ao vivo, junte-seàSignifyd hoje no FLOW Summit 2021.

Sobre a Signifyd

A Signifyd fornece uma plataforma de proteção do comércio que alavanca a rede de comércio para maximizar a conversão, automatizar a experiência do cliente e eliminar fraudes e abusos do consumidor para varejistas. A Signifyd tem entre seus clientes diversas empresas nas listas Fortune 1000 e Internet Retailer Top 500. A Signifyd está sediada em San José, Califórnia, com escritórios em Denver, Nova York, Belfast e Londres.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Signifyd

Mike Cassidy

mike.cassidy@signifyd.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »