21/04/2021 às 05h49min - Atualizada em 21/04/2021 às 06h20min

A fusão da SHINE, Phoenix focada na promoção da tecnologia de fusão

DINO


A SHINE Medical Technologies LLC e a Phoenix LLC anunciaram hoje que as empresas completaram uma fusão na qual a Phoenix se tornou uma subsidiária integral da SHINE.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210421005446/pt/

Greg Piefer, CEO of SHINE (left), talks with Evan Sengbusch, general manager of SHINE's Phoenix division, and Ross Radel, chief technology officer and chief operating officer of the Phoenix division, at the Phoenix headquarters and manufacturing center in Fitchburg, Wis., on April 16, 2021. (Photo: SHINE Medical Technologies)

Greg Piefer, CEO of SHINE (left), talks with Evan Sengbusch, general manager of SHINE's Phoenix division, and Ross Radel, chief technology officer and chief operating officer of the Phoenix division, at the Phoenix headquarters and manufacturing center in Fitchburg, Wis., on April 16, 2021. (Photo: SHINE Medical Technologies)

Greg Piefer, CEO of SHINE (left), talks with Evan Sengbusch, general manager of SHINE's Phoenix division, and Ross Radel, chief technology officer and chief operating officer of the Phoenix division, at the Phoenix headquarters and manufacturing center in Fitchburg, Wis., on April 16, 2021. (Photo: SHINE Medical Technologies)

A SHINE é uma empresa de tecnologia nuclear de próxima geração focada em desbloquear o potencial de tecnologias de fusão para beneficiar o planeta e a humanidade. O objetivo da empresa é cumprir a promessa de longo prazo de energia de fusão limpa ao promover a tecnologia de fusão começando com a comercialização de isótopos médicos. A Phoenix desenha e manufatura geradores de nêutrons de fusão de estado estacionário mais robustos do mundo usados para imagem industrial avançada e outras aplicações para melhoria da segurança e qualidade nos setores aeroespacial, de defesa, médico e de energia.

A empresa combinada representa as duas primeiras fases da visão de longo prazo de Greg Piefer, fundador das duas empresas, por produzir energia limpa a partir da fusão (ver "Progressão de Quatro Fases da SHINE para Produção de Energia Limpa" abaixo). O objetivo de cada fase da abordagem da SHINE é construir recursos e capacidade adicionais, além de aprofundar o entendimento científico da tecnologia de fusãoàmedida que ela avança para a produção de energia de fusão limpa. Espera-se que cada etapa das quatro fases forneça prova adicional da robustez da tecnologia, uma fundação para inovação contínua na próxima fase e a criação de valor para a empresa, seus clientes e acionistas.

"A SHINE e a Phoenix compartilham uma visão de longo prazo comum e operam em estreita colaboração durante os últimos 11 anos, mas têm sido ineficaz em operar como empresas separadas", disse Greg Piefer, diretor executivo da SHINE. "Essa união nos permitirá promover a tecnologia de fusão mais rapidamente ao alinharmos interesses e combinar competências essenciais complementares. Através das quatro etapas, estamos tomando uma abordagem deliberada para construir uma empresa que pode finalmente entregar energia de fusão limpa, econômica, para bilhões, ao mesmo tempo que atende às necessidades de mercado de curto prazo como imagem industrial avançada e isótopos médicos, durante o processo". Para um vídeo de comentários adicionais de Greg Piefer, clique aqui (qualidade de transmissão :46 disponível para a mídia).

A Phoenix desenvolveu um histórico robusto de comercialização e geração de receita ao aplicar sua tecnologia baseada em fusão para aplicações tais como imagem industrial avançada, que pode extrair a imagem de materiais modernos em profundidade, abordando as necessidades de garantia de qualidade e segurança nos setores aeroespacial, de defesa, de energia e outros setores. Essas aplicações são parte da Fase 1 da abordagem composta de quatro fases.

A segunda fase da abordagem envolve aplicações de fusão nuclear para substituir reatores nucleares usados na produção de isótopos médicos que salvam vidas para imagem de diagnóstico, tais como molibdênio-99 (Mo-99) e com potencial usado como terapêutica contra o câncer como o lutécio-177 (Lu-177). Este mês, a SHINE lançou a comercialização da Fase 2 quando começou a produzir o Lu-177. Em 2022, a SHINE espera começar a produção de até 20 milhões de doses de Mo-99 por ano em sua fábrica de produção alimentada por fusão em Janesville, Wisconsin. Espera-se que a instalação seja a unidade de produção de isótopo médico com a maior capacidade do mundo.

"Esta fusão é uma evolução natural da nossa forte parceria atual com a SHINE, enraizada em nossa origem comum e missão compartilhada", disse Evan Sengbusch, gerente geral da divisão Phoenix da SHINE. "O histórico de implementação bem-sucedida de nossa tecnologia de geração nêutron da Phoenix por múltiplos setores de mercados em demanda tem fornecido importante validação comercial e redução de risco para tecnologias críticas que sustentam a execução na Fase 2. Estamos entusiasmados de nos juntarmosàSHINE e aproveitar nossas capacidades nucleares complementares para avançarmos em direçãoàprodução de energia de fusão limpa". Para um vídeo de comentários adicionais de Evan Sengbusch, clique aqui (qualidade de transmissão 1:24 disponível para a mídia).

A Phoenix foi fundada em 2005 por Piefer para desenvolver e comercializar uma tecnologia única que gerou nêutrons através da fusão. Ele separou a SHINE da Phoenix em 2010 para aplicar essa tecnologia para a produção de isótopo médico e outras aplicações através da abordagem de quatro fases.

Evercore Group L.L.C. serviu como conselheiro financeiro exclusivo da SHINE. Foley & Lardner serviu como conselheiro jurídico da SHINE. SVB Leerink serviu como conselheiro financeiro exclusivo da Phoenix. Godfrey & Kahn S.C. serviu como conselheiro jurídico da Phoenix.

A Progressão de Quatro Fases da SHINE para Produção de Energia Limpa

  • Fase 1: Imagem industrial avançada – usa nêutrons para imagem detalhada para melhorar a qualidade e segurança de produtos nos setores aeroespacial, de defesa, de energia e outros setores.
  • Fase 2: Isótopos médicos (transmutação de pequena escala) – usa tecnologia de fusão para produzir isótopos médicos que diagnosticam e tratam cardiopatias, câncer e uma variedade de doenças.
  • Fase 3: Reciclagem de resíduos nucleares (transmutação em grande escala) – aumentar a escala do processamento e tecnologia de fusão da fase 2 para reciclar resíduos nucleares
  • Fase 4: Energia da fusão – estabelece fusão nuclear como uma fonte de energia global técnica e comercialmente viável

Sobre a SHINE Medical Technologies

A SHINE é uma empresa de tecnologia nuclear comprometida a melhorar as vidas das pessoas e o planeta. A empresa está focando sua tecnologia baseada na fusão inicialmente na imagem industrial avançada e na produção de diagnóstico e isótopos terapêuticos. Esses isótopos incluem molibdênio-99, um isótopo de diagnóstico usado para diagnosticar cardiopatias, cânceres e outras condições e lutécio-177, um isótopo terapêutico que mantém a promessa de melhorar significativamente os resultados de alguns pacientes de câncer. A SHINE tem uma estratégica para solucionar alguns dos maiores problemas da humanidade, incluindo a reciclagem de resíduos nucleares e a produção de energia de fusão limpa, além de imagem industrial avançada e isótopos médicos, ao perseguir nossa visão para usos progressivamente amplos e impactantes da tecnologia de fusão. Para saber mais sobre a SHINE, acesse nosso site em www.shinemed.com.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

MALLORY PROUTY

GERENTE DE PROJETO DE COMUNICAÇÕES CORPORATIVAS, MBA

P: 608-530-5606 | M: 630-945-2379

mallory.prouty@shinemed.com

ROD HISE

DIRETOR DE COMUNICAÇÕES ESTRATÉGICAS

P 608-530-5659 | M 608-770-7850

rod.hise@shinemed.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »