12/06/2012 às 00h09min - Atualizada em 12/06/2012 às 00h09min

Companhias de dança do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais são destaques na Funarte SP

A quarta semana do INTERLOCUÇÕES POÉTICAS, mostra de dança contemporânea que tem extensa programação que segue até setembro de 2012 e ocupa o Complexo Cultural da Funarte, região central de São Paulo, prossegue com um debate e três espetáculos com temas variados e que mostram toda a diversidade do evento.

Canal Aberto - fotos: Maurício Concatto / Divulgação

Nos dias 14, 15 e 16 de junho, às 15h30, a Meia Ponta Cia. de Dança, de Minas Gerais, traz pela primeira vez a São Paulo “De Esconder Para Lembrar”, espetáculo infanto-juvenil de dança contemporânea voltado para crianças e jovens. Indo além das estruturas tradicionais das histórias infantis, a proposta da montagem desperta o espectador para o universo inventivo da dança, por intermédio de uma poética coreografia composta a partir dos sonhos e medos da infância.


Também no dia 14 de junho, às 19h30, a Funarte abriga o “Open Space – O que te inspira?”, um espaço aberto para encontros criativos, onde os participantes discutem de forma democrática um assunto específico, partindo de um tema proposto, podendo permanecer no tema, sair dele, divergir, convergir, numa espécie de organização que os próprios participantes decidem em tempo real. Os convidados para este “Open Space” são Marcos Moraes, bailarino, coreógrafo e ex-coordenador de dança na Funarte, a coreógrafa, bailarina e professora Esther Weitzman, Marisa Monadjemi, coreógrafa e diretora do espetáculo “De Esconder Para Lembrar” e Luis Ferron, coreógrafo e diretor no Núcleo Luis Ferron.


No dia 15 (19h45), 16 (19h45) e 17 (18h45) de junho, é a vez da conceituada Esther Weitzman Cia. de Dança, do Rio de Janeiro, ocupar o palco da Funarte com o espetáculo “O Que Imagino Sobre a Morte”, obra que discute a consciência da nossa finitude: a morte, o envelhecimento e as mudanças decorrentes da movimentação que o corpo pode realizar. As coreografias levam o público à reflexão sobre a convivência com a ausência, com a falta de algo que não existe mais. O espetáculo é comemorativo dos 10 anos da Esther Weitzman Companhia de Dança.


Do Rio Grande do Sul, nos dias 16 (19h) e 17 (18h) de junho, a Quarta Parede Processos Contemporâneos traz o espetáculo “Corpos Possíveis: Discursos à Margem”. A obra procura focar o que se encontra à margem ou, o que assim se posiciona, em trajetórias e experiências distintas. Em cena, três intérpretes/criadores demonstram sua investigação através do discurso de corpos possíveis refletindo as experiências em cada corpo como momento singular e episódico.

 

FICHA TÉCNICA

“De Esconder Para Lembrar” - Meia Ponta Cia. de Dança/MG

Dias 14, 15 e 16 de junho, às 15h30

Direção Geral: Marisa Pitanga Monadjemi Direção Coreográfica e Direção de Cena: Denise Stutz Assistente de Direção: Tuca Pinheiro Criadores: Denise Stutz, Inês Amaral, Liana Sáfadi, Marisa Pitanga Monadjemi, Priscila Fiorini, Tuca Pinheiro e Violeta Penna Intérpretes: Inês Amaral, Karina Collaço, Violeta Penna e Tuca Pinheiro Criação de cenário, figurino e design gráfico: Marcelo Xavier Produção: Mercado Moderno – Keyla Monadjemi e Kika Bruno

Duração: 60 minutos Classificação etária: Livre

 

“Open Space – O que te inspira?”

Dia 14 de junho, às 19h30

Participantes: Marcos Moraes, Esther Wizman, Marisa Monadjemi, e Luis Ferron

 

“O Que Imagino Sobre a Morte” - Esther Weitzman Cia. de Dança (RJ)

Dias 15 e 16 (19h45) e 17 (18h45) de junho

Concepção, coreografia e direção: Esther Weitzman bailarinos/criação: Esther Weitzman / Alexandre Bhering, Toni Rodrigues e Paulo Marques Dramaturga: Beatriz Cerbino Figurino: Letícia Ponzi

Duração da obra: 60 minutos Classificação etária: acima de 16 anos

 

“Corpos Possíveis: Discursos à Margem” – Quarta Parede Processos Contemporâneos (RS)

Dias 16 (19h) e 17 de junho (18h)

Direção Cênica e Concepção Coreográfica: Gislaine Sacchet Intérpretes/Criadores: Pedro Coelho, Júlio Mello e Ander Belotto Figurino: Renata Ustárroz Trilha Sonora: Roberto Scopel Iluminação: Israel Cabral

Duração: 30 minutos Classificação etária: 14 anos

 

Ficha Técnica do projeto

Idealização do Projeto Coordenação Geral: Solange Borelli Equipe de Produção: Selene Marinho, Dudu Oliveira, Djalma Moura, Michele Karine e Pedro Borelli Assessoria Artística e Condução do Open Space: Marcos Moraes Coordenação Pedagógica do Grupo de Estudos em Formação de Público: Ana Terra e Uxa Xavier Coordenação Oficina de Dança Moderna: Claudia de Souza Coordenação Oficina de Dança Contemporânea: Marcos Moraes Coordenação Oficina de Danças Urbanas: Frank Ejara Coordenação Oficina de Danças dos Orixás: Yáskara Manzini Projeto Grafico: Selene Marinho Assessoria de Imprensa: Marcia Marques – CANAL ABERTO Realização: RADAR CULTURAL - Gestão e Projetos

 

Serviço

FUNARTE: Alameda Nothmann, 1058 Campos Elíseos – São Paulo SP

(Próximo à estação Santa Cecília do Metrô)

Ingressos: $ 10,00 e $ 5,00

Capacidade da sala 70 lugares

Agenda atualizada e informações detalhadas no http:/interlocucoespoeticas.blogspot.com.br ou facebook: Interlocuções Poéticas

Informações e reservas de convites pelo interpoeticas @radarcultural.com.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »