08/08/2014 às 10h17min - Atualizada em 08/08/2014 às 10h17min

Abeu capacita editoras universitárias para participação na feira do livro de Frankfurt

23ª Bienal do Livro de São Paulo, que acontece de 22 a 31 de agosto

Vervi Assessoria

Em um estande coletivo com 300 m², a ABEU (Associação Brasileira das Editoras Universitárias), reunirá 48 associadas durante a 23ª Bienal do Livro de São Paulo, que acontece de 22 a 31 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. 

No estande, 42 editoras participantes dividirão um espaço coletivo e as editoras das universidades Unesp, Unicamp, Mackenzie, UEPG (Universidade Estadual Ponta Grossa), UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) e o Instituto Confúcio da Unesp terão espaços em destaque. 

Priorizando o aumento da visibilidade das editoras universitárias, a ABEU, que tem como objetivos promover a cultura e socializar o conhecimento através da produção e difusão do livro universitário, reúne, desde 2000, as associadas participantes em um estande único nas Bienais do Livro.

“Percebemos que, juntas, as editoras se tornam mais visíveis e fortalecem sua presença no evento”, afirma João Canossa, presidente da ABEU, que ressalta o crescimento da produção editorial universitária no País, tanto em quantidade como em qualidade. “As edições científicas e acadêmicas brasileiras são cada vez mais respeitadas e buscadas, inclusive pelo mercado internacional”, acrescenta Canossa. 

Estudos literários, história, serviço social, arquitetura, publicidade, psicologia, literatura oral e linguagem popular, políticas públicas, biomecânica, folclore, biografias, entre outros, estão entre os variados temas de títulos que serão lançados durante a Bienal do Livro de São Paulo pelas editoras universitárias. A Editora Leopoldianum (UniSantos), por exemplo, tem oito lançamentos programados, a Editora da UFJF tem mais de dez lançamentos previstos e a Editora Mackenzie lançará nove títulos durante o evento. Viva o Povo de Juiz de Fora, de Luciano Senna Peres Barbosa, Editora UFJF, Tendências Tecnológicas em Computação e Informática, organizado por Leandro Augusto da Silva, Valéria Farinazzo Martins e João Soares de Oliveira Neto, Editora Mackenzie e Do mito das musas à razão das letras: textos seminais para os estudos literários, organizado por Roberto Acízelo de Souza, Editora Argos, da Unochapecó, são alguns exemplos dos lançamentos previstos. 

A Bienal, segundo o presidente da ABEU, é uma importante vitrine para esta vasta produção das universidades. “O evento possibilita ao público que visitar o estande da ABEU o acesso, em um só lugar, ao conhecimento produzido por editoras universitárias de todas as regiões do País, em livros sobre temas diversos, que não se encontram facilmente em livrarias, e com preços possíveis”, destaca Canossa. 

A abertura oficial do estande da ABEU acontecerá no dia 22 de agosto, às 17h.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »