05/08/2014 às 11h38min - Atualizada em 05/08/2014 às 11h38min

Caixa de Assistência realizou segunda etapa de vacinação contra o HPV em Curitiba

Terceira e última etapa da campanha será realizada em janeiro de 2015 em Curitiba e início de fevereiro no interior do estado

NCA Comunicação

Nos dias 29 e 30 de julho, a Caixa de Assistência dos Advogados (CAA-PR) realizou a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra o HPV em Curitiba. Neste início de agosto, os advogados e dependentes estatutários do interior do estado recebem a aplicação da segunda dose, tanto do tipo bivalente quanto quadrivalente. A terceira e última etapa está prevista para acontecer no final do mês de janeiro do ano que vem em Curitiba e início de fevereiro nas subseções, para todos os advogados e dependentes estatutários cadastrados na campanha que teve início em maio deste ano, quando foi realizada a aplicação da primeira dose.
 
A campanha inédita da CAA-PR está beneficiando cerca de 700 advogados e dependentes com preços abaixo do praticado no mercado, e ainda, subsidiando parte do valor de cada dose para os advogados que estão em dia com o pagamento da anuidade da OAB Paraná. Para prevenir os advogados e seus dependentes contra a doença, responsável por cerca de 95% dos casos de câncer de colo de útero e por aproximadamente 40% dos casos de câncer de pênis, a CAA-PR está investindo cerca de R$ 35,5 mil, além dos R$ 179 mil já liberados no primeiro semestre deste ano para cuidar da saúde do advogado e a de seus familiares, com subsídios em consultas médicas, tratamentos fisioterápicos e vacina antigripal.
 
O HPV ou Papilomavírus Humano (Human Papillomavirus) um vírus de transmissão preferencialmente sexual, considerado como a DST (doença sexualmente transmissível) mais frequente no mundo. São vírus da família Papilomaviridae, capazes de induzir lesões de pele ou mucosa, as quais mostram um crescimento limitado e habitualmente regridem espontaneamente por ação do sistema imunológico. Existem mais de 200 tipos diferentes de HPV, dos quais cerca de 45 infectam a área ano-genital masculina e feminina.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »