05/03/2021 às 12h34min - Atualizada em 05/03/2021 às 17h06min

Quando procurar um cirurgião vascular?

SALA DA NOTÍCIA LUCAS WIDMAR PELISARI
 

O cirurgião vascular é o profissional especialista em enfermidades do sistema linfático, venoso e arterial. Para alcançar esse título, o médico passou por diversos treinamentos e especializações que conferiram a ele a capacidade de tratar essas doenças tanto de forma clínica quanto através de cirurgia, se necessário.

A cirurgia vascular tem o objetivo de solucionar problemas que atingem os vasos sanguíneos, como artérias e veias do corpo humano. Assim, o médico vascular trata doenças como varizes, tromboses, aneurismas, linfedema, lipedema e todas as outras relacionadas à má circulação sanguínea.

 

Angiologista ou Cirurgião Vascular: qual é o ideal?

Essa dúvida é muito comum. Muitas pessoas confundem ou não sabem ao certo o que diferencia o angiologista do cirurgião vascular. Em primeiro lugar, é preciso saber que as duas especializações médicas tratam do mesmo problema: doenças relacionadas ao sistema arterial, venoso e linfático.

Contudo, o angiologista trata essas doenças apenas clinicamente com a solicitação e análise de exames, prescrição de remédios e demais orientações sobre mudanças no estilo de vida do paciente.

Já o cirurgião vascular, além de prescrever um tratamento clínico, também realiza a cirurgia vascular, um método mais invasivo de tratar as doenças citadas.

Em resumo, o cirurgião vascular tem uma atuação mais abrangente do que o angiologista porque pode, além de prescrever remédios, realizar cirurgias, uma prática que não compete ao médico angiologista.

 

Quando procurar um cirurgião vascular?

Então, como saber qual é a hora de procurar um cirurgião vascular? Existem respostas variadas para essa pergunta. Podemos sugerir que o indivíduo observe o seu corpo e procure ajuda médica logo que identificar alguma alteração.

Por outro lado, o mais recomendado é que ele não espere que aconteça algo diferente no seu corpo para buscar ajuda, especialmente se já existir na família o caso de alguma doença sabidamente de origem hereditária.

Além disso, muitas vezes o indivíduo não consegue perceber que há algo de errado porque nunca foi dito a ele que aquela característica poderia sinalizar alguma enfermidade, como é o caso do lipedema, por exemplo.

Portanto, traçamos um pequeno roteiro que pode ser bastante útil e ajudar a tirar dúvidas em relação ao melhor momento de entrar em contato com um médico cirurgião vascular. Confira.

 

A partir dos 35 anos de idade

Com o passar do tempo, o corpo humano perde muito da sua vitalidade e o sistema circulatório também pode apresentar problemas. Por isso, é importante realizar consultas periódicas com o cirurgião vascular a fim de antecipar o diagnóstico de alguma doença.

Histórico na família

Algumas doenças venosas têm predisposição genética. É o caso das varizes. Portanto, se a mãe, tia ou avó da paciente apresenta algum caso de varizes é importante que ela procure acompanhamento médico porque a probabilidade dela apresentar esse problema é bem maior.

Reforçamos aqui que as varizes atingem majoritariamente mulheres e as causas podem ser variadas. Dentre elas podemos citar os fatores hormonais, que podem piorar com a gravidez, questões de hereditariedade, além do sobrepeso e do sedentarismo, que podem agravar o quadro.

Acúmulo irregular de gordura no corpo

O lipedema é a doença que provoca o acúmulo irregular de gordura doente em locais como pernas, coxas e quadris, deixando a parte de cima do tronco menor do que a parte de baixo.

Além disso, mesmo que a pessoa faça dieta e exercício físico, a gordura não diminui porque é resultado de uma doença e não de obesidade. Identificando essas características no corpo, é hora de procurar orientação médica.

Desconforto constante nas pernas

Os membros inferiores são a parte do corpo que mais sofrem com a ação das doenças venosas, que dificultam a circulação sanguínea. Portanto, é uma região importante para observar e, diante de alguma anormalidade, buscar ajuda médica. Por isso, esteja atento aos sinais:

Inchaço frequente nas pernas

O inchaço pode acontecer após a pessoa ficar muito tempo em pé, mas também pode não ter uma causa simples de identificar, causando desconforto constante.

Pele escurecida

O escurecimento da pele pode indicar problemas de circulação porque o sangue fica represado na região, sem forças para circular normalmente pelo corpo.

Feridas na pele

As úlceras geralmente surgem quando o quadro de varizes está bastante avançado. Começa com uma pequena ferida e evolui para ferimentos maiores e mais difíceis de serem curados.

Vermelhidão

Pele inchada, com aspecto avermelhado, com sensação de calor no local são sinais que precisam ser avaliados por um cirurgião vascular porque sugerem a presença de alguma doença venosa.

Além disso, podemos destacar outros sintomas que merecem investigação como formigamento na pele, coceira, dificuldade de caminhar, desconforto geral e dor.

Doenças que exigem cirurgia

Nos casos em que o paciente já apresenta algum problema de circulação e tem dúvidas se precisa consultar um cirurgião vascular ou não, vale ressaltar que muitas dessas doenças exigem cirurgia como parte do tratamento. São elas:

  • Varizes quando estão em estado avançado.
  • Tromboses, que também podem surgir devido ao mau funcionamento dos vasos sanguíneos.
  • Aneurismas que são inchaços irregulares das artérias e podem atingir pernas, cérebro e intestino.

Esses são os principais sinais que devem ser observados pelo paciente e podem indicar o momento certo para procurar um cirurgião vascular. É fundamental solicitar ajuda médica o mais rápido possível porque o sucesso do tratamento de qualquer doença depende muito do diagnóstico precoce. E isso só é possível com a colaboração do paciente em ficar atento aos sintomas que o corpo oferece.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »