21/07/2014 às 12h48min - Atualizada em 21/07/2014 às 12h48min

Idosos pagam até 33% a menos em seguro de automóveis

Levantamento feito pela Minuto Seguros mostra as variações de valores para pessoas de 35, 45 e 60 anos. São Paulo aparece como a capital mais cara, enquanto Belo Horizonte tem o menor preço. Chevrolet Onix é o modelo com o seguro mais baixo

Assessoria de Imprensa

Algumas vezes ofendidos por aqueles irritados no trânsito, os mais velhos são mais tranquilos e prudentes na hora de dirigir. Não é à toa que as seguradoras valorizam essa turma e oferecem seguros com preços mais baixos e, em alguns casos, pacotes especiais. Para auxiliar quem tem mais de 60 anos e pretende fazer um seguro para o seu carro, a Minuto Seguros, corretora líder em vendas de seguros on-line, fez um levantamento comparando os valores das apólices para diversas faixas etárias: 35, 45 e 60 anos.

De acordo com o estudo, os mais experientes podem pagar até 33% mais barato que um jovem, tendo o mesmo carro e morando na mesma região. Além da cautela, outro aspecto valorizado pelas seguradoras é o uso do automóvel, uma vez que os mais velhos se expõem menos a riscos. Diferente dos jovens, por exemplo, eles não costumam frequentar faculdades e baladas à noite, situações nas quais os índices de roubo e furto são maiores.

A pesquisa levou em consideração os valores em diferentes capitais brasileiras: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. A cotação foi feita com 13 diferentes seguradoras e, para título de comparação, utilizou os três carros mais vendidos no Brasil em junho de 2014, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores): Fiat Palio, Volkswagen Gol, Chevrolet Onix.

Segundo Marcelo Blay, sócio-diretor da Minuto Seguros, o objetivo é mostrar que não importa a idade, o interessante é buscar um seguro que se adeque ao bolso de cada consumidor. “A Minuto Seguros é uma empresa plural, que atende todos os perfis de público, independente da idade, sexo, perfil socioeconômico. Somos totalmente contra qualquer tipo de discriminação. Isso se reflete, inclusive, na contratação de nossos funcionários. Para nós, o importante é ajudar o cliente da melhor maneira, para que ele possa encontrar uma boa relação custo-benefício, ou seja, a melhor proteção por um preço justo”, explica. 

O levantamento da Minuto Seguros aponta que, independente do veículo e da localização, as pessoas de 60 anos pagam, em média, 6% a menos do que as de 45 anos. Das cinco cidades utilizadas na comparação, a maior variação de preço aparece em Belo Horizonte, que registrou 14% de diferença frente ao homem de 45 anos e 17% em relação ao que tem 35 anos. Já São Paulo registrou as maiores médias: R$ 1.661 para o Palio, R$ 1.713 para o Gol e R$ 1.038 para o Onix.

Quando o carro é o foco, o Chevrolet Onix apresenta os valores mais baixos de seguro, sendo que o mais barato foi encontrado na capital mineira por R$ 780 e o mais caro na capital federal por R$ 1.092.

A maior variação entre os perfis de 35 e 60 anos ocorre com o Volkswagen Gol, com uma diferença de 18% no preço do seguro. Quando a comparação é entre as idades de 45 e 60, a maior diferença aparece para o Fiat Palio, que chega a ser 10% menor para os mais experientes.

A pesquisa traz um dado bastante curioso. No Rio de Janeiro, as pessoas de 60 anos pagam mais caro que os adultos de 35 anos, chegando a 33%. Neste caso, a contratação de uma apólice por uma pessoa de 60 anos para o Fiat Palio, por exemplo, custa R$ 1.043,00, enquanto que o de 35 anos pagará R$ 742,00.

Na comparação geral das capitais, São Paulo apresentou as médias de valores mais altas para os três carros: R$ 1.661 (Palio), R$ 1.713 (Gol) e R$ 1.038 (Onix).  Se levarmos em consideração apenas o modelo, os preços mais baixos foram registrados pelo Chevrolet Onix e os mais caros pelo Volkswagen Gol: R$ 1.863,00 para adultos de 45 anos e R$ 1.713,00 para quem tem 60 anos, ambos na capital paulista.

Brasil mais velho

O último Censo realizado belo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2010, mostrou que a população brasileira está envelhecendo. Entre os fatores que influenciam esses dados está o aumento da expectativa de vida que passou para 73,8 anos. Em 2020, a projeção aumenta para 76,1 anos. Soma-se a isto a diminuição da mortalidade e da fertilidade das mulheres. O aumento da expectativa de vida vem causando muitas mudanças no País, como, por exemplo, o crescimento dos gastos com saúde. Uma pessoa com mais de 65 anos gasta seis vezes mais do que alguém entre 35 e 40 anos.

Público com potencial

De olho nos mais experientes, algumas seguradoras já oferecem assistências especiais para quem tem mais de 60 anos. Os benefícios podem incluir serviços para a residência, como instalação de varal de teto, de persiana e de quadros, e ainda instalação de equipamentos de áudio, vídeo e informática. Outras vantagens oferecidas são transporte gratuito para realizar consultas médicas e exames e um portador para entrega e retirada de documentos e objetos.

Parâmetros utilizados para as cotações dos seguros

Plano: Coberturas de terceiros de R$ 50.000,00.

Perfis:

Perfil variado
- Homem de 35 anos
- Homem de 45 anos
- Homem de 60 anos

Perfil fixo
- O principal condutor é o segurado                        
- Renovação: Seguro novo                                       
- Estado Civil: casado(a) ou reside há pelo menos dois anos com companheiro(a)
- Formação: curso superior                                     
- Ocupação / Profissão: outro                                  
- Antifurto: NENHUM                                               
- Carro financiado: não                                            
- Aquisição do veículo: concessionária/ agência                 
- Quilometragem média: até 1.200 km/mês                     
- Quilometragem anual: 15.000 Km                                    
- Reside em: apartamento                                       
- Residência própria: sim                                   
- Outros veículos na residência: apenas 1 (um) veículo na residência 
- Reside e trabalha no mesmo município: sim
- Uso: geral e familiar / lazer / particular / locomoção diária / não comercial
- Viaja com o veículo mais de duas vezes ao mês: não                  
- Quantidade de dias que dirige na semana: até 7 (sete) dias      
- Distância de casa ao trabalho: 5 km                           
- Garagem na residência: sim
- Garagem no trabalho: sim
- Garagem no Colégio/na Faculdade: não estuda                            
- Tipo de portão: automático/com porteiro                        
- Principal motorista, nos últimos 24 meses, teve veículos roubados e/ou furtados: não                                
- Reside com pessoas de 15 a 25 anos: não                        
- Dependentes: nenhum             

Seguradoras

Azul
Allianz
Bradesco
Chubb
Hdi
Itaú
Liberty
Marítima
Mitsui
Porto Seguro
Tokio
Yasuda
Zurich


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »