19/01/2021 às 11h47min - Atualizada em 19/01/2021 às 18h00min

Luisa Stefani faz primeiro treino desde início da quarentena na Austrália

Nesta segunda-feira (18), tenista pode sair do hotel em Melbourne e não escondeu a alegria em deixar o quarto e realizar os treinamentos fora. Paulistana se tornou a primeira brasileira no Top 30 desde dezembro de 1976, ocupando agora a 30ª colocação no ranking mundial de duplas

SALA DA NOTÍCIA Gustavo Coelho
http://zdl.pressroom.com.br
Divulgação
A paulistana Luisa Stefani foi liberada nesta segunda-feira (18) para realizar o seu primeiro treinamento na Austrália. Desde o fim de semana no hotel, em Melbourne, cumprindo a quarentena de 14 dias, pode sair para treinar nas quadras definidas pelo Australian Open, situadas no Albert Park, bem próximas de onde está hospedada.

Número 1 do Brasil, Stefani chegou à 30ª colocação no ranking mundial de duplas com os pontos da final do WTA de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, torneio que abriu a temporada 2021, na semana passada. Ela se tornou a primeira brasileira no Top 30 desde dezembro de 1976, quando Maria Esther Bueno ocupou o 29º lugar.

Luisa ficará nesse esquema de treinamento, junto com a parceira norte-americana Hayley Carter, até o fim deste mês, devendo estar liberada da quarentena em torno do dia 29 ou 30, para então disputar o WTA 500 de Melbourne, que começa no dia 31, e o Australian Open, Grand Slam com início no dia 8 de fevereiro.

Na quarentena, os tenistas podem sair do quarto do hotel durante cinco horas por dia para treinamento em quadra, academia e alimentação. A paulistana não estava nos voos que chegaram com infectados por Covid-19. Assim, não terá de cumprir isolamento total que atinge 72 tenistas no momento.

"Esse primeiro dia foi muito bom. Incrível poder sair do quarto, ir treinar e passar algumas horas exercitando lá fora. Eu já estava me preparando mentalmente para ficar os 14 dias no quarto se chegasse a esse ponto. Ia tentar aproveitar ao máximo e fazer os exercícios que estavam ao meu alcance. Mas, poder treinar fora é outra energia. Hoje tiramos o máximo de proveito. Dentro do quarto muda muito o ambiente", afirmou Stefani, que tem como apoiadores Head, Tennis Warehouse e SaddleBrook Resort.

E Luisa elogiou o esquema montado pela organização do Australian Open. "Fizeram um ótimo trabalho, tanto na entrada quanto na saída do hotel, do quarto. No elevador só pode com seu grupo, no caso eu, minha parceira e o técnico. Temos segurança nos acompanhando até a quadra. Na quadra só nós, muito álcool em gel para todos os lados, limpeza antes e depois. Tem uma academia designada para cada quadra, bem atrás mesmo, espaço só nosso, com os materiais, peso, tudo para podermos treinar. Depois esterilizam. A agenda do dia soltam à noite. Temos ainda uma hora para comer num espaço do lado de fora só nosso", explicou.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »