15/12/2020 às 14h21min - Atualizada em 15/12/2020 às 16h32min

Teatro na Mesa: Vídeos com contação de histórias viram ferramenta de estímulo e aprendizagem para atendidos de projeto que almeja ‘mundo de virtudes’

ONG Embaixadores da Prevenção adaptou o projeto cultural ‘Por um Mundo de Virtudes’ para o ambiente online, levando contações e conceito das virtudes para crianças e adultos durante a pandemia

SALA DA NOTÍCIA Patricia Nascimento
Rafael Scucuglia
Desde a sua fundação, o trabalho da Embaixadores da Prevenção foi alicerçado nas atividades artístico-culturais que possam atuar como ferramenta de aprendizagem de seus atendidos. Nos últimos dois anos, iniciando o atendimento às escolas estaduais da RMC, mais de 7,5 mil crianças de 12 escolas acompanharam as peças, o que aconteceria também em 2020, não fosse a pandemia.

Diante da adversidade imposta pelo cenário atual e com as atividades presenciais paralisadas desde março, a ONG campineira encontrou na web uma nova maneira de disseminar virtudes. Desde então, os atores do projeto recriaram as peças teatrais para um formato novo, inspirado em um quadro de contação de história do extinto programa Rá-Tim-Bum, que também utiliza o teatro como linguagem de empoderamento e transformação.

O processo de aprendizagem é complexo, amplo e exige inúmeros fatores de contingência para favorecê-lo e apoiá-lo. No caso do público infantojuvenil, a contação de histórias pode beneficiar e acrescentar valor a este processo, muito em função dos estímulos despertados pela arte de contar. “O encantamento e a proximidade com o roteiro, com o personagem, com a técnica e a qualidade do contador gera no espectador um maravilhamento que é muito salutar, pois reflete na capacidade de percepção e criatividade, além de propiciar a criação de vocabulário e informações importantes que enriquecem o acervo intelectual, emocional e psicológico da criança. Então, como toda a certeza, uma contação de história é algo benéfico e muito interessante no processo de aprendizagem”, comenta o Pedagogo Hélio Braga, que é Mestre em Educação pela PUC/SP e atuou como coordenador pedagógico da Embaixadores em anos anteriores.

Segundo Braga, a atividade lúdica oferece o mesmo padrão, pois são estímulos capazes de incentivar a criança a se despertar, se interessar, se envolver e participar da ação. “Quando você desencadeia todo esse fluxo de possibilidades, a criança fica acesa, viva e energizada, cheia de referenciais, percepções e informações que atiçam a sua curiosidade, criatividade e imaginação. Por isso a atividade lúdica também contribui no processo de aprendizagem, uma vez que você precisa estar vivo, acordado para aprender, e quanto mais estimulado, mais capaz e mais cheio de vontade você fica”, finaliza o profissional.

Escolas atendidas
Em 2020, todas as cinco escolas que receberiam o projeto presencial – EE Conjunto Vida Nova III, EE Prof.ª Consuelo Freire Brandão, EE Prof. Joaquim Ferreira Lima, EE Prof. Washington José de Lacerda Ortiz e EMEF/EJA Raul Pila – incluíram os vídeos das contações nas plataformas de ensino à distância. Assim, as histórias e virtudes puderam ser trabalhadas em aula também, fixando melhor o conteúdo.

“Assim que eu assistia aos vídeos, encaminhava para os alunos solicitando que eles também assistissem e fizessem as atividades solicitadas ao final deles. Sinto que as crianças se animaram bastante com os vídeos e com as atividades que eles se empenharam em realizar, inclusive chamando os pais para participar”, comenta a professora do 3º ano da Washington José, Rafaela Bernardino Raymundo.

Para a professora Aline Araújo Soares, o projeto é importante por cultivar valore no dia a dia dos estudantes, conscientizando-os sobre a necessidade de preservar o respeito ao próximo, o amor, a amizade e cooperação, por exemplo: “Além disso, trabalha também com as emoções dos alunos”. Para Rosana Couto da Silva, que também é professora no Vida Nova, “o projeto é interessante, construtivo, enriquecedor e agrega no conteúdo escolar”. Ela conclui dizendo que trabalhou os temas dos vídeos de forma bastante profunda em suas aulas, na intenção de levar aos alunos a importância de serem honestos e bondosos”.

A princípio, as escolas foram escolhidas para receber as ações culturais da Embaixadores da Prevenção. Mas com a dinamicidade da internet, centenas de pessoas não relacionadas às instituições chegaram aos vídeos de alguma forma.

 
Por um Mundo de Virtudes 2020


Como a premissa do projeto está na ludicidade, os materiais utilizados aguçam a criatividade e abrem alas para que alunos, pais, professores e educadores enxerguem como tudo pode se transformar em ferramenta de arte. E apesar do receio inicial sobre o impacto do projeto via audiovisual, a aceitação do público foi surpreendente e motivadora. De maio a dezembro, as nove histórias alcançaram quase 4 mil visualizações no YouTube. Somadas às visualizações do Facebook e Instagram, os vídeos superam a casa dos 6 mil.
 
“Acreditamos que as visualizações ainda vão aumentar, uma vez que temos mais uma história a ser publicada, além dos nove vídeos com a inserção da janela de libras que estarão disponíveis ao longo deste mês. Mas, mais do que ampliar os horizontes da ONG e fazê-la conhecida por outros públicos, levar essa mensagem positiva, cheia de reflexões acerca das virtudes e tão significantes para o momento por meio do teatro e da contação de histórias foi uma experiência desafiadora, porém, motivadora para nós”, comenta a fundadora Sandra Sahd.

Vale ressaltar que ainda este mês todos os vídeos ganham versões em libras publicadas na mesma ordem (A Bailarina – virtude da determinação, O Homem – humanidade, A Rainha Sábia – sabedoria, Eureka – responsabilidade, A Caçada ao Medo – coragem, O Encanto da Minhoca – transcendência, A Menina Centopeia – justiça, Quem Sequestrou a Joaninha – temperança e Nariz de Batata – amor-próprio) e disponíveis em todas as redes da Embaixadores.

Viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal, o projeto Plano Anual – Por um Mundo de Virtudes 2020 é apresentado pelo Ministério do Turismo, através da Secretaria Especial de Cultura, com patrocínio do Bradesco e produção da Cacho de Ideias.

6º Fórum das Virtudes
A 6ª edição do Fórum das Virtudes também aconteceu em formato online e os mais de 300 inscritos acompanharam o bate-papo especial com Mauricio de Sousa, além das palestras de Priscila Gonçalves, Aline Freitas e Iuri Capelatto. Todo o evento foi construído para discutir a importância das virtudes em meio as adversidades, fazendo um contraponto com a pandemia e o novo normal que está por vir. A íntegra do Fórum já soma mais de 500 visualizações e pode ser conferida com acessibilidade em libras aqui.

Sobre a Embaixadores da Prevenção
Idealizada por Sandra Sahd, a organização social foi fundada em Campinas em 2011 e, no ano seguinte, iniciou suas atividades com o objetivo de contribuir para a formação de uma nova geração de pessoas que transforme o mundo através do sentir, pensar e fazer melhor, estimulada pelas atividades e projetos artístico-educacionais que despertam e difundem o tema das virtudes no ser humano. Até 2017, todas as ações eram realizadas em creches e instituições sem fins lucrativos da RMC (Região Metropolitana de Campinas); em 2018, a entidade passou a atender também escolas estaduais da cidade. Desde sua fundação, mais de 15 mil pessoas – entre crianças e adultos – já foram atendidas em suas atividades. Para conhecer mais sobre a organização social, acesse www.embaixadoresdaprevencao.com.br.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »