24/11/2020 às 17h12min - Atualizada em 25/11/2020 às 00h20min

Instituto de tecnologia de Campinas expande atividades com inauguração de unidade no Recife

Primeira unidade do SiDi fora do estado de São Paulo está instalada no Porto Digital

DINO

O SiDi, instituto de tecnologia de Campinas (SP) que há 16 anos atua no desenvolvimento de projetos globais e soluções inovadoras, está expandindo sua presença para a região Nordeste. E a cidade escolhida para abrigar sua primeira unidade fora do estado de São Paulo é Recife (PE), onde o SiDi está inaugurando um centro de pesquisa e desenvolvimento com foco voltado principalmente para Inteligência Artificial (IA).

Localizado no Porto Digital, um dos parques tecnológicos mais importantes do país, o SiDi Recife iniciou atividades em junho, com um corpo técnico multidisciplinar de alto nível, formado por pesquisadores e profissionais oriundos da região com experiência em desenvolvimento em nuvem e em tecnologias de IA. A equipe está sendo liderada pelo executivo Rogério Moreira, que atua há 9 anos no SiDi, em Campinas, e já conduziu vários projetos em parceria com centros tecnológicos pernambucanos. 

"A chegada do SiDi ao Porto Digital fortalece nossa cidade como polo de inovação”, afirma Pierre Lucena, presidente do Porto Digital. “Isso se soma a uma série de esforços feitos pelo nosso ecossistema para garantir um futuro melhor para nossa cidade. Mostra também que o esforço feito na formação de capital humano está na direção correta", acrescenta.

John Yi, superintendente do SiDi, explica que um dos motivos da instalação da unidade em Recife é a forte parceria que o instituto mantém com essa região há vários anos, ao longo dos quais foram executados em conjunto mais de cem projetos de pesquisa e desenvolvimento. “Além disso, a expansão para outras regiões do país faz parte da estratégia de crescimento do SiDi. Com essa parceria com o Porto Digital, estamos dando início a um projeto que representa um compromisso de longo prazo com a região Nordeste”, enfatiza.

A nova unidade já vem conduzindo pesquisas e projetos de inovação para transformação digital de empresas nas áreas de Inteligência Artificial, soluções em nuvem e aplicativos para manipulação de imagens. O objetivo é consolidar o SiDi Recife, dentro dos próximos 3 a 5 anos, como um centro de excelência em IA, alinhado à estratégia do MCTI nessa área. 

“Também é nossa intenção ampliar as parcerias e alianças estratégicas na região, aplicando o conhecimento e a experiência do SiDi em áreas como visão computacional, segurança cibernética e Internet das Coisas no desenvolvimento de soluções inovadoras que atendam às necessidades dos diversos setores da economia presentes no Nordeste”, conclui John Yi.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »