24/11/2020 às 08h48min - Atualizada em 24/11/2020 às 11h00min

Eu Faço Cultura inicia mais um ciclo de atividades

Depois de um tempo parado para prestação de contas, o Programa está de volta. Beneficiários já podem resgatar produtos culturais gratuitamente na plataforma, como livros, CDs, DVDs e espetáculos online

SALA DA NOTÍCIA NQM
Divulgação
Que tal receber livros, DVDs, CDs e ingressos para eventos online de forma gratuita? O Eu Faço Cultura começou em outubro mais um ciclo de atividades e já está cheio de opções em sua vitrine.

Incentivando projetos e ações culturais em todo o país, com a aquisição de ingressos de museus, redes de cinema, espetáculos de teatro, stand up, dança ou circo e livros de editoras, o Programa também faz a ponte com o outro lado, alcançando o maior número de pessoas sem acesso à cultura.

Podem resgatar os produtos da plataforma alunos de escolas públicas, beneficiários de programas sociais do governo federal, população de baixa renda, jovens de 15 a 29 anos portadores da Identidade Jovem, idosos, portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes e microempreendedores individuais. 


Para acessar os produtos, é preciso se cadastrar no www.eufacocultura.com.br. Todos os beneficiários e produtores que já eram cadastrados devem atualizar seus perfis no site. A boa notícia é que os beneficiários que já tinham esgotado a cota de resgate estão com os cupons renovados. 

Para você que é produtor cultural e deseja cadastrar seus produtos online deve seguir as seguintes instruções: ter o CNAE (6319-4/00 portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet) necessário para oferecer este tipo de produto e enviar um projeto bem completo informando como será feita a distribuição e como os beneficiários terão acesso ao espetáculo.
 

É importante lembrar que, por causa da pandemia e pensando na segurança do público, o Eu Faço Cultura ainda não está aceitando cadastro de espetáculos presenciais. Eles retornarão em breve, quando o cenário do coronavírus no Brasil estiver menos delicado. Mas, para que os beneficiários não fiquem sem teatro e os produtores teatrais também possam ser amparados neste momento, há a opção de produtos virtuais, o que incluiria peças e espetáculos encenados de forma online.

Todo o passo a passo para cadastro e resgate está no site www.eufacocultura.com.br

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »