24/11/2020 às 08h27min - Atualizada em 24/11/2020 às 11h00min

Saiba como é o surgimento de vírus como a covid-19!

SALA DA NOTÍCIA LUCAS WIDMAR PELISARI
 

No último dia do ano de 2019, a OMS – Organização Mundial da Saúde começou a receber os primeiros relatos que tratavam de um novo vírus, que ainda não havia sido reportado, que estava causando inúmeros casos de pneumonia na cidade de Wuhan, na China. 

O que iniciou como uma possível epidemia na China, se tornou em pouco tempo, uma pandemia de proporções globais. São mais de 5.5 milhões de casos que foram confirmados. A covid-19 já foi detectada em mais de 200 países. 

No entanto, para entender como a evolução da covid-19 foi tão rápida pelo mundo todo, precisamos entender como acontece o surgimento de doenças virais, como o novo Coronavírus. 

Como as doenças virais surgem? 

Os vírus são pacotes compactos de ácido nucléico de DNA ou (no caso dos Coronavírus) RNA associados a proteínas e, em alguns casos, a lipídios. 

Os vírus não são organismos vivos e só podem se reproduzir dentro de células vivas suscetíveis à entrada do vírus e com a capacidade de replicar ácidos nucléicos virais e traduzir sinais de ácido nucléico em aminoácidos para construir proteínas virais. 

Os vírus são, portanto, programas genéticos autocontidos sem vida, capazes de redirecionar a maquinaria de uma célula para produzir mais de si mesmos.

Conclui-se que, quando um vírus entra pela primeira vez em uma célula humana, muito recentemente foi transmitido de células de algum outro hospedeiro, ou seja, de outro animal ou, por exemplo, um inseto vetor. 

O surgimento de um patógeno entre um vertebrado ou inseto tem sido referido como troca de hospedeiro, às vezes descrito como um evento de transbordamento. 

A maioria das doenças infecciosas virais e não virais humanas que existem há séculos, como: 

  • sarampo, 
  • gripe, 
  • cólera, 
  • varíola (erradicada em 1980), 
  • malária falciparum, 
  • dengue, 

E muitas outras - originadas pela troca de hospedeiro de animal para humano. Os eventos genéticos complexos que fundamentam a troca de hospedeiro diferem muito de patógeno para patógeno, mas os mecanismos gerais foram reconhecidos por muitos.

Como a Covid-19 começou?

De acordo com alguns estudos realizados para entender a sua origem, ao que tudo indica, a covid-19 possivelmente teve início do mercado de frutos do mar localizado em Wuhan, de animais que foram comercializados ilegalmente, como morcegos, cobras, pássaros e até coelhos. 

Foi possível concluir que o Coronavírus sofreu uma mutação, saindo dos animais para os humanos. Logo, a teoria que faz mais sentido para os cientistas é que as primeiras contaminações ocorreram no grupo formado pelos comerciantes do mercado de frutos do mar. 

No entanto, não foi possível definir o “paciente zero”, que foi a primeira pessoa que foi contaminada, dando origem à pandemia, pois nem todas as pessoas manifestaram sintomas, e nos primeiros relatos, ainda não existia Teste Coronavírus, pois não era um vírus conhecido. 

Ainda não foi possível determinar qual o animal que originou foi a fonte para a transmissão pela Covid-19, mesmo que indícios apontei para o morcego como o animal fonte. 

Esses indícios foram motivados por um estudo realizado por um grupo de virologistas do WIV – Wuhan Institute for Virology, que criou um artigo detalhado demonstrando a composição genética do novo Coronavírus, onde foi identificado que 96% da composição genética é semelhante ao Coronavírus, encontrado nos morcegos e dos pangolins, com 92,4%. 

Entenda o que realmente é a Covid-19!

O Coronavírus é um grupo de vírus que causam infecções em humanos e também em animais, e nos humanos, causam doenças respiratórias, de leve a grave, e em alguns casos, pode evoluir até mesmo para a morte. 

O caso mais conhecido de uma epidemia de Coronavírus, foi a SARS – Síndrome Respiratória Aguda Grave, que foi detectada em 2002 no Sul da China, afetando 26 países, com um total de 8.000 casos e mais de 700 mortes. 

Já o covid-19, foi causada por uma cepa de Coronavírus que ainda não havia sido identificada em humanos antes, essa descoberta aconteceu em 07/01/2020, e no 12 do mesmo mês/ano, a China compartilhou a sequência genética para que outros países pudessem atuar na criação conjunta de kits para o diagnóstico, como o Teste Rápido de Covid. Por isso, o nome científico da Covid-19 é Sars-CoV-2. 

Quais são os sintomas do Novo Coronavírus?

Para as pessoas que estão assintomáticas, os sintomas são leves e praticamente imperceptíveis, parecendo um simples resfriado, com uma leve coriza e espirros, parecendo com uma alergia respiratória, mas a coriza são casos raros, e pouco relatados. 

Já os sintomas mais comuns entre os pacientes que testaram positivo foi a febre e a tosse seca. De todos os casos relatados na China, mais de 90% relataram febre e tosse seca. 

Existem sintomas que são menos comuns, mas em alguns países mais da metade da população que testou positiva tiveram os seguintes sintomas: 

  • Fadiga;
  • Falta de ar;
  • Dor de cabeça;
  • Dores musculares;
  • Calafrios;
  • Perda do olfato e/ou paladar;

Tais sintomas tendem a desaparecer entre 05 e 07 dias após a infecção. Por isso, se sentir alguns dos sintomas, é importante realizar o Teste de Covid, para manter o isolamento, as medidas de segurança e receber o tratamento mais adequado. 



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »