22/10/2020 às 10h05min - Atualizada em 22/10/2020 às 11h20min

Halloween literário: casal produz animação dramatizando obras clássicas de horror

The Ghost Writer Show é uma websérie brasileira, apresentada por uma fantasma e um esqueleto, com estreia na semana do Halloween

DINO
http://www.poltergeistnetwork.com
Casal produz animação dramatizando obras clássicas de horror

Um casal de Porto Alegre, formado em comunicação social, encontrou uma forma inusitada para despertar nos jovens o gosto pela literatura. Unindo conhecimentos de animação em 2D e 3D, música, design e roteirização, a dupla adaptou obras que estão sob domínio público para uma linguagem contemporânea. Em um cemitério assombrado, uma Ghost Writer dramatiza, para uma plateia de esqueletos, os clássicos da literatura de horror. As histórias são acompanhadas por imagens projetadas do além pelo corvo Nunca Mais, ao som da música sinistra do Maestro Yorick.

Esta é a premissa da websérie produzida pela escritora, jornalista e mestre em design Miriam N. Dohrn e pelo músico e publicitário Carlos Dohrn. O resultado pode ser conferido a partir do dia 26 de outubro, semana do Halloween, quando será lançado o primeiro episódio no Poltergeist Network, canal da dupla no YouTube. A estreia será sobre o romance Frankenstein, de Mary Shelley. A cada semana será disponibilizado um novo programa, somando ao todo cinco obras.

A ideia de trazer os clássicos do gênero surgiu em 2019. “Queríamos resgatar aquela atmosfera na qual um grupo de amigos contava histórias assustadoras ao redor de uma fogueira”, explica Carlos. O casal buscava fugir do lugar-comum de alguém simplesmente lendo os livros em frente à câmera. Então optaram por um formato de animação. “Também desejávamos deixar espaço para a imaginação, como ocorre com o livro tradicional, mais sugerindo do que mostrando as cenas”, relata Miriam. Após alguns experimentos, chegaram ao formato do The Ghost Writer Show, no qual as histórias são contadas por uma escritora fantasma e o esqueleto de um maestro.

O projeto é resultado de mais de um ano de trabalho. Por se tratar de uma produção independente e sem fins lucrativos, os dois tiveram que fazer tudo durante seus horários de folga. “Íamos aprendendo muitas das tecnologias e técnicas envolvidas conforme surgiam as necessidades”, diz Carlos. Para otimizar o tempo e os recursos, tiveram que criar uma metodologia própria de produção. “Conseguimos unir todas as coisas que amamos: música, literatura, cinema, comunicação e tecnologia”, conta Miriam. Os dois assumem que é um trabalho insano, mas muito divertido e desafiador, pois possuem total liberdade de criação. Também esperam que a série desperte nas pessoas o desejo pela leitura e o interesse nos livros apresentados, assim como em outros.

Por já atuarem na área, o publicitário e a jornalista possuem equipamentos apropriados no estúdio particular. Também contaram com o talento de um amigo para a produção visual do seriado. O designer Maurício N. Santos criou em 3D o cenário e os personagens do programa, seguindo uma estética de cartoon, que depois são animados pelo casal.

Miriam assina o roteiro da série, apresenta o programa como Ghost Writer e cuida da comunicação e das redes sociais. Já Carlos interpreta o Maestro Yorick e compõe trilhas sonoras originais para cada episódio, além de realizar a sonoplastia. Ambos também dão vida e emprestam suas vozes aos personagens, além de produzirem as animações que passam no Projetor do Além.

A primeira temporada é composta por cinco episódios e aborda clássicos como Drácula, de Bram Stoker, Frankenstein, de Mary Shelley e O Chamado de Cthulhu, de H. P. Lovecraft. O primeiro episódio estará disponível no canal Poltergeist Network, no YouTube, a partir de 26/10, na semana do Halloween. Novos episódios estarão disponíveis nas quartas-feiras, a partir de 04/11. Além disso, os episódios também estarão disponíveis como podcasts nas plataformas do Spotify e da Apple.

Sobre o casal

Carlos Dohrn e Miriam N. Dohrn se conheceram na faculdade de comunicação da PUCRS, quando ele cursava Publicidade e Propaganda e ela, Jornalismo. Os dois participaram de um grupo de teatro universitário da instituição. Não seguiram na carreira, mas aproveitaram parte do aprendizado para interpretarem seus personagens na websérie.

Carlos é músico e produz trilhas sonoras para audiovisuais. Compôs a trilha sonora de diversos curtas-metragens premiados, dentre eles, Velinhas, exibido no Festival de Cinema de Berlim. Também teve suas músicas expostas no FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, em São Paulo. Seu mais recente trabalho na área foi a composição da trilha sonora original da série documental Sagrados e Profanos, exibida no canal FashionTV, sobre a relação entre arte e moda.

Já Miriam é jornalista, escritora e mestre em design pela UFRGS. Trabalhou em rádio, jornal, revista, mídias digitais e assessoria de comunicação. Sua paixão pela escrita e por contar histórias vem desde a infância. Ao longo de sua trajetória, participou de inúmeras oficinas literárias. Seu conto O P@r Ide@l recebeu o Prêmio Destaque do concurso Habitasul Revelação Literária, na Feira do Livro de Porto Alegre. Lançou o romance de mistério Detektis - Aprendiz de Detetive, tendo ficado entre os três finalistas do Prêmio Odisseia de Literatura Fantástica de 2019. Em 2020, teve seu conto “Nunca Suba Lá” publicado no livro Planeta Fantástico Vol. 2, coletânea da editora Metamorfose.

Links Relacionados:
Site: http://www.poltergeistnetwork.com
Instagram: https://www.instagram.com/poltergeistnetwork/
Facebook: https://www.facebook.com/poltergeistnetwork/

Primeiro Episódio (pré-lançamento): Episódio 1 - Frankenstein
Observação: O link acima é reservado à imprensa. O episódio estará disponível ao público em geral a partir do dia 26/10.



Website: http://www.poltergeistnetwork.com
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »