06/10/2020 às 15h46min - Atualizada em 06/10/2020 às 16h26min

Microcity certifica clientes com selo de TI Verde

A Microcity, pioneira brasileira em outsourcing de TI, com mais de 200 mil notebooks, desktops e tablets alugados em todo o país, entregou em setembro aos clientes os certificados de TI Verde, emitidos pelo projeto Floresta Microcity, que visa neutralizar a emissão de dióxido de carbono (CO2) das máquinas alocadas pela empresa. Com mais de 45 mil árvores plantadas, a Floresta Microcity, situada em Nova Mutum (MT) e São Paulo (SP), tem capacidade para neutralizar cerca de 1.567.820 toneladas de CO2 por ano, e o selo informa a quantidade neutralizada e as coordenadas geográficas de onde se encontram as árvores designadas para cada cliente.
 
Por meio do certificado, as companhias podem acompanhar a neutralização do carbono gerado pelo uso dos ativos de TI da Microcity, não somente os desktops e notebooks, mas também datacenters, servidores etc. Os certificados são atualizados de acordo com o número de equipamentos alocados pelo cliente, calculando quanto é necessário para anular a emissão do CO2 na atmosfera.

Além disso, a Microcity realiza campanhas internas sobre o uso consciente do papel. A área Financeira da empresa foi uma que zerou as impressões neste período em que grande parte dos funcionários está fazendo home office. Antes da pandemia, a impressão de extratos bancários, comprovantes de pagamento de todos os impostos, termos de confissão de dívida, contratos bancários, notas de débito e de depósitos era diária, fazia parte da rotina, e o volume era alto. Agora, os profissionais da área passaram a manter tudo digitalizado e salvo em pastas criadas diariamente.
 
De acordo com a área de Logística, era realizada a compra de 10 caixas de papel A4 (cerca de 50 mil folhas) a cada 5 meses. O consumo mensal era de cerca de 10 mil folhas. A previsão feita em setembro pela Microcity, é de que essa mesma quantidade de papel será suficiente para utilização durante 9 meses, uma redução de cerca de 45% do consumo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »