02/10/2020 às 14h40min - Atualizada em 05/10/2020 às 22h14min

As praias mais desertas do litoral paulistano

São Paulo é conhecido, principalmente, por sua grande mobilidade urbana. Apesar disso, também pode ser o lugar ideal para aqueles que costumam buscar praias para se refrescar no verão ou visitar durante as férias.

 

O estado possui belíssimas praias em seu litoral, porém, as mais populares costumam ficar bem cheias, fazendo com que ocorra uma certa disputa por um espaço na areia, sobretudo, em dias de alta temperatura, finais de semana ou feriados.

 

Muitas vezes, isso gera uma certa confusão, que pode acabar prejudicando o que seria um momento de lazer. Por esse motivo, algumas pessoas acabam optando por fugir dessa aglomeração, dando preferência para locais mais restritos.

 

Pensando nisso, abaixo, listamos as praias mais desertas do litoral paulistano. Confira!


Praia do Sangava (Guarujá)

Considerada um dos locais mais tranquilos da região litorânea, a praia possui apenas 90 metros de extensão, contando com um mar bastante calmo e uma água cristalina. Ela fica escondida entre grandes pedras e uma linda vegetação, o que acaba dificultando bastante o acesso.

 

A melhor forma de chegar até ela é por meio de um barco ou de uma trilha, que se inicia no bairro Santa Cruz dos Navegantes ou na praia do Góes e possui cerca de uma hora e meia de duração.


Praia das Enchovas (Ilhabela)

Localizada ao Sul de Ilhabela, a praia das Enchovas dispõe de 600 metros de extensão, sendo conhecida por ser bastante deserta. Ela possui belas pedras em sua orla e proporciona um lindo cenário. Além de tomar banho de mar, o visitante pode praticar pesca esportiva e saborear um delicioso prato de anchovas.

 

O meio mais rápido de chegar até ela é por barco, mas aqueles que gostam de uma boa aventura podem optar por uma trilha até a praia do Bonete e, depois, caminhar por, aproximadamente, 50 minutos.


Praia da Lage (Ilha do Cardoso)

Essa praia é a escolha perfeita para aqueles que buscam um pouco de paz e sossego, pois, ela fica escondida nas encostas da Ilha do Cardoso. Assim, por ter um difícil acesso, não é muito frequentada.

 

Ela detém sete km de extensão e possui piscinas naturais de água doce, formadas pelo rio Cambriú. O método mais acessível de chegar até ela é por uma travessia de barco, de Cananeia à Vila do Marujá. Outra forma de acessá-la é por uma trilha de seis quilômetros, que se inicia na Praia do Marujá, em direção ao Costão Rochoso.


Praia do Cedro (Ubatuba)

Também conhecida como Cedrinho, essa praia é uma das mais desertas de Ubatuba. Quem optar por visitá-la irá se deparar com uma grande quantidade de fauna e flora, bastante preservada, sendo o cenário ideal para aqueles que buscam um dia de paz e descanso.

 

A Praia do Cedro já foi considerada uma das dez orlas mais bonitas do Brasil, conhecida por ter um mar de cor esmeralda com águas cristalinas e extremamente calmas, que contam com a aparição de diversos animais marinhos. Por esse motivo, ela se torna o local perfeito para quem gosta de praticar snorkeling.

 

O caminho até ela é um pouco complicado. Seu acesso só é possível por meio de embarcações ou pela trilha das Sete Praias, fator que faz com que ela não fique muito cheia, sendo classificada como uma praia deserta.


Praia Brava (São Sebastião)

Localizada no litoral Norte, a Praia Brava desfruta de fauna e flora abundantes. Ela é conhecida por possuir uma areia bastante clara, coberta pela vegetação da Mata Atlântica.

 

Ao contrário das outras praias listadas, seu mar tem ondas fortes, fator que a faz ser a escolha de muitos surfistas. No entanto, seu acesso não é tão simples: só é possível chegar até ela por meio de veículos especiais ou trilhas.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »