24/09/2020 às 16h41min - Atualizada em 24/09/2020 às 16h42min

Restaurantes começam a apostar no cardápio digital

O cardápio de papel, antes inofensivo, agora pode ser uma ameaça à saúde ao ajudar a espalhar o coronavírus na reabertura dos restaurantes. Mas estabelecimentos começam a ver uma saída e tanto: o cardápio digital

DINO
https://onemenu.com.br/
one

As mudanças ocasionadas pelo coronavírus impactaram diretamente os negócios. Para o setor gastronômico a mudança teve que ser rápida. O cardápio de papel, antes inofensivo, agora pode ser uma ameaça à saúde ao ajudar a espalhar o vírus. Parece que não é nada, mas ainda se usa muito o cardápio de papel. Segundo dados do IBGE, cerca de 1/3 do orçamento mensal dos brasileiros vai para alimentação fora do lar. Por isso, é necessário gastar com consciência. E como fazer isso na era pós-covid-19?

Os indicativos de hoje em dia parecem mirar para um rumo: o digital. A vida do dia a dia vem se tornando cada vez mais tecnológica. Escolhe-se com quem se relacionar a até qual comida irá ser a escolhida para o delivery. Os restaurantes podem até se concentrar no delivery, hoje, mas e depois? A indústria de restaurantes nos Estados Unidos já começou a se movimentar quanto a isso. O primeiro passo foi eliminar qualquer material que poderia ser um foco transmissor da COVID-19. O cardápio de papel foi o primeiro deles.

O papel é transmissor

Afinal, pesquisas recentes divulgadas pela FIOCRUZ  apontam que o coronavírus sobrevive no papel por até 5 dias. Com a inviabilidade de se desinfetar esse material, até então crucial para qualquer restaurante mostrar o que de bom tem a oferecer, muitos restaurantes têm optado pela disponibilização do cardápio digital por QRCODE. Foi o caso do Na Beca Bistrô, localizado no Rio de Janeiro. O estabelecimento transformou todo seu contato com o cliente - desde o marketing a até o cardápio em si - em digital. Afinal, foi preciso se diferenciar para fazer valer a pena sair de casa. A escolha foi cadastrar-se em uma das novas plataformas que prometem ajudar na recuperação pós-covid-19 da indústria de restaurantes: a OneMenu.

A OneMenu, startup de tecnologia, já previa o desaparecimento do cardápio de papel desde o começo de 2019. Por isso, desenvolveu a ferramenta que substitui o papel e muda a forma como se escolhe onde ir. Isso porque, com ou sem coronavírus, a forma como as pessoas saíam para comer já havia mudado nos últimos anos. “As pessoas buscam não apenas um prato bom de comida, mas sim experiências diferenciadas. Depois dessa pandemia, o valor de cada momento será ainda maior”, afirma Henrique Lucchese, CEO da OneMenu.

Os clientes podem explorar todo o cardápio nos seus próprios celulares, antes mesmo de chegarem ao restaurante: desde a quantidade servida, o preço e a aparência do prato. Além disso, essa soma ajuda a gerar mais vendas por meio de imagens e vídeos HD, ao mesmo tempo que cria uma boa impressão para seus clientes.

Tais fatores dispensam a necessidade de ajuda ou orientação da equipe no momento do pedido. Essa é a aposta do setor gastronômico para driblar a crise ocasionada pelo coronavírus.

 App que ajuda a decidir onde investir seu tempo e dinheiro

O cardápio de papel promove riscos à saúde ao ser um ponto de contato entre funcionários e clientes. Todos que passam pelo restaurante têm contato direto e a limpeza fica praticamente impossível. Contudo, um dos objetos que não é deixado de lado quase nunca e é de uso pessoal é o celular. Pensando nisso, o OneMenu lançou seu aplicativo com um acervo de mais de 500 restaurantes de Belo Horizonte e São Paulo com cardápios completos, preços e fotos dos melhores estabelecimentos das cidades.

Mudou como se escolhe o que comer

Para a clientela, o OneMenu promete, além de disponibilizar cardápios completos, de ajudar o cliente a saber onde ir e o que pedir de acordo com o seu orçamento, tipo de cozinha favorita, localização e assim por diante.  Além disso, é uma ótima pedida para descobrir lugares novos que pipocam por aí. “E ainda vamos lançar em breve o sistema de CashBack exclusivo. A pessoa é paga em dinheiro se utilizar o OneMenu. Parte do valor gasto na conta retornará ao seu bolso”, revela Lucchese.

E também mudou para o restaurante

Para quem gerencia o estabelecimento, o OneMenu gera automaticamente relatórios sobre o perfil da clientela, para que os serviços consigam ser aprimorados dia a dia. Como lembra Lucchese: “Os tempos mudaram e as pessoas não buscam mais as mesmas coisas que antes. Elas estão mais exigentes e cautelosas na hora de escolher um bom local para comer. Por esse motivo é importante se diferenciar do restante.”

Muito além do papel

Não é apenas o cardápio de papel que poderá ser substituído. Os tempos são de mudanças de como as pessoas vivem suas experiências, gastam seu tempo e seu dinheiro. O OneMenu promete ajudar tanto o cliente, quanto o restaurante a, mesmo depois de um período turbulento, conseguirem manter as contas em dia ao passo em que desfrutam de momentos inesquecíveis à mesa.

O app OneMenu é 100% gratuito e já está disponível na AppStore e PlayStore e versão WEB.

 



Website: https://onemenu.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »