21/09/2020 às 17h43min - Atualizada em 22/09/2020 às 00h15min

Loja virtual de bichos de pelúcia registra aumento de 577% nas vendas em plena pandemia

No interior de São Paulo, uma pequena cidade concentra o maior polo fabricante de bichos de pelúcia e enxovais de bebê

DINO
https://bichopelucia.com.br
bicho pelúcia da bichopelucia.com.br

Março veio como um meteoro. Restrições, fechamentos, muitos empresários encerrando as atividades sem saber prever o que o futuro aguardava.

O mundo assistia atônito com a primeira pandemia realmente grave do século XXI. Embora já houvesse acontecido outras como Sars e H1N1, nada compara-se à tragédia humana e financeira que foi trazida pelo coronavírus.

No interior de São Paulo, a pequena cidade de Tabatinga concentra o maior polo fabricante de bichos de pelúcia e enxovais de bebê. É conhecida como a Capital Nacional dos Bichos de Pelúcia e Enxovais de Bebê.

É o início da história deste curioso sucesso em plena pandemia, os bichos de pelúcia.

No epicentro da pandemia as fábricas locais se viram forçadas a fechar ou reduzir drasticamente a operação. Mesmo as vending machines, clientes recorrentes dos bichinhos de pelúcia, foram desligadas juntamente com os parques, eventos e shoppings.

Tudo apontava para uma tragédia nas operações quando uma sensível reação nas vendas em abril apontou para uma luz qualquer no fim do túnel, ainda que distante. Havia uma chance de que a mudança para os costumes mais caseiros pudesse representar uma reação nas vendas.

Entre segurar ou investir, a aposta de uma das marcas do setor foi investir. O empresário Marcos Soler, 45 anos, diretor da bichopelucia.com.br, comenta que, "com as crianças em casa o tempo todo por conta da suspensão das aulas, percebemos que a demanda pelos enormes elefantes, unicórnios e pandas comercializados por nós tenderia a crescer, puxada pela busca por aconchego e companhia para os pequenos".

Não deu outra. Os elefantes-almofada, carro-chefe da marca bichopelucia.com.br, saltaram de pouco mais de 100 peças vendidas no mês de março, para 476 em agosto, um aumento de 449%. Já o faturamento, puxado pelo ticket médio maior, atingiu o aumento de quase 577%.

O plano de ação da marca incluiu a contratação de uma agência para trabalhar a comunicação ativa nas redes sociais e promover a aderência, movimentando a ideia de brinquedo multifuncional que pode ser usado tanto para brincar, quanto como almofada, objeto de decoração, puff e até como companheiro.
Mudanças operacionais e logísticas, como a tecnologia de empacotamento a vácuo, reduziram os custos com o frete.

Foram feitos ajustes no marketing digital para ganhar alcance e audiência mais qualificada, através de filtros de público-alvo, alcance impulsionado e alinhamento da comunicação.

Aumento dos canais digitais, do número de lojas digitais distribuidoras e ajustes de SEO (otimização para buscas) foram outras ações implementadas pela marca.

"Ainda há muitos ajustes para fazer, mas nosso objetivo para os próximos meses é oferecer nossa tecnologia para que outros fabricantes possam vender seus produtos através de nossos canais digitais otimizados", conclui o empresário Marcos Soler.




Website: https://bichopelucia.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »