16/09/2020 às 14h06min - Atualizada em 17/09/2020 às 14h59min

Dia Mundial sem Carro: novas formas de deslocamento refletem responsabilidade social e compromisso com o meio ambiente

O Dia Mundial sem Carro, celebrado no próximo dia 22 de setembro, suscita a discussão sobre o papel dos veículos automotores quanto à poluição atmosférica. O Brasil, sendo um país em desenvolvimento, apresenta um crescimento expressivo na frota veicular, sobretudo nas regiões metropolitanas. Em geral, as emissões causadas por veículos carregam diversas substâncias tóxicas, entre elas monóxido de carbono (CO), óxidos de nitrogênio (NOx), hidrocarbonetos (HC), óxidos de enxofre (SOx), e material particulado (MP). Esses gases, em contato com o sistema respiratório, podem produzir vários efeitos negativos sobre a saúde.
De acordo com estudo do Observatório do Clima, a estimativa para o ano de 2020 é de que haja uma queda de 6% na emissão de Gases do Efeito Estuda (GEE) no planeta, estimulada pelas medidas de isolamento social implementadas por conta da pandemia, impactando setores como a indústria, transportes, a mobilidade urbana, o consumo de energia e a geração de resíduos. “Apesar da estimativa global, o Brasil segue na contramão e apresenta tendência de aumento das emissões de GEE, não apenas pelo excesso de poluentes oriundos de carros, mas também pelas ações de mudanças de uso da terra. Podemos citar informações divulgadas pelo Observatório do Clima, por exemplo, que mostram que o Brasil é o 6º sexto maior emissor de gases de efeito estufa no planeta e que o uso da terra responde por mais de dois terços das emissões”, destaca o Engenheiro, coordenador e professor do curso de Engenharia Ambiental da Pitágoras Antônio Carlos, Otávio Henrique Campos Hamdan.
“O documento, que aborda o impacto da pandemia de Covid-19 nas emissões de gases de efeito estufa no Brasil, também mostra que o Brasil deve ter, neste ano, uma trajetória crescente de emissões de GEE, seguindo assim no sentido oposto das metas da Política Nacional sobre Mudança do Clima”, complementa.
Apesar de o nível de emissões ter apresentado uma queda consistente nos últimos quatro anos, segundo dados do Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa (SEEG), à medida em que a mobilidade aumenta, as emissões de dióxido de carbono provenientes de transportes também aumentam.  O especialista afirma que “os efeitos negativos das emissões veiculares têm-se constituído numa das mais graves ameaças à qualidade de vida da população. Ainda que os fatores de emissão dos veículos novos estejam decrescendo, o aumento da quantidade de veículos e os congestionamentos em grandes cidades comprometem os avanços tecnológicos”.
Otávio pontua que, além dos efeitos nocivos do dióxido de carbono, outro poluente que causa grande incômodo e traz complicações à saúde é a fuligem (fumaça preta). Devido ao seu pequeno tamanho, mantém-se suspensa na atmosfera e pode penetrar nas defesas do organismo, podendo acarretar complicações pulmonares como bronquite, asma e câncer de pulmão.
Por isso ações que visam à conscientização sobre o meio ambiente são relevantes. Neste dia Mundial sem Carro, aproveite para repensar a forma como você se desloca e encontrar alternativas para substituição do uso do veículo no cotidiano. O professor da Pitágoras Antônio Carlos ressalta algumas dicas:
  • Experimente a carona solidária;
  • Utilize o transporte público;
  • Vá de bike;
  • Se a distância for pequena, faça caminhada.
 
 
 
 
Sobre a Faculdade Pitágoras
Fundada em 2000, a Faculdade Pitágoras já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação, extensão e ensino técnico, presenciais ou a distância. Presente nos estados de Minas Gerais, Maranhão, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Paraná e São Paulo, a Faculdade Pitágoras presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Faculdade Pitágoras oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais.  A Faculdade Pitágoras nasceu herdando a tradição e o ensino de qualidade oferecido pelo Colégio Pitágoras, fundado em 1966, que também deu origem ao grupo Kroton. Para mais informações, acesse: http://www.faculdadepitagoras.com.br
 
Sobre a Kroton
A Kroton, que faz parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira e uma das principais organizações educacionais do mundo, atende ao mercado B2C do Ensino Superior, levando educação de qualidade em larga escala. Presente em mais de 900 municípios em todo Brasil, a companhia conta com 176 unidades próprias, 1.410 polos de ensino a distância e mais de 844 mil estudantes, sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar. Transformar a vida das pessoas por meio da educação, formando cidadãos e preparando profissionais para o mercado, é a missão da instituição, que trabalha para continuar concretizando sonhos em todos os cantos do país. Para mais informações acesse: www.kroton.com.br
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »