27/08/2020 às 18h01min - Atualizada em 31/08/2020 às 14h55min

Como comprar móveis pela internet sem erro durante a quarentena

Comprar coisas pela internet é um jeito prático de adquirir vários tipos de produtos sem precisar sair de casa. Roupas, sapatos, perfumes e itens pequenos de decoração não levam mais do que alguns cliques e poucos dias para chegar em casa. Com a epidemia causada pelo novo coronavírus, a facilidade proporcionada pelas compras online ficou ainda mais evidente, diminuindo a necessidade de visitar uma loja ou outro espaço com muitas pessoas.

Durante o período da quarentena, um tipo de item ganhou espaço especial nas compras online: os móveis, que antes só eram adquiridos após uma visita até a loja física. Segundo uma pesquisa feita pela empresa de inteligência de e-commerce Compre&Confie para a revista EXAME, o número de móveis comprados pela internet subiu 207% em comparação entre maio e junho de 2019 e 2020, com 2,5 milhões de pedidos, sendo guarda-roupa, cadeira, sofá, cama e colchão os itens mais pedidos. Por se tratar de itens maiores e com valor mais alto, é normal ficar inseguro na hora de efetuar a compra. Confira algumas dicas para não errar na hora de comprar móveis pela internet.

Pense na disposição do ambiente

O primeiro passo na hora de comprar um móvel online é entender o propósito do item e como ele ficará integrado com os outros elementos do cômodo. Além disso, é essencial medir tudo, como explica a arquiteta Clara Beatriz Mota, sócia proprietária da Tapui Arquitetura. “Um dos pontos mais importantes é verificar as medidas, tanto do móvel, quanto do seu ambiente, para não comprar algo que não caiba ou seja muito pequeno”, diz. A atenção deve ser ainda maior caso o desejo seja comprar todos os itens de um conjunto, como a cozinha Henn completa, por exemplo. O local onde o móvel será colocado também deve ser pensado com cuidado para não criar uma dor de cabeça. “Em ambientes externos, é preciso verificar na especificação se o item é indicado para isso, podendo receber sol e chuva”, pondera.

O que fazer se o item não combina

Mesmo após uma pesquisa cuidadosa e muito planejamento, existe a chance de decepcionar após receber o item, que pode não combinar como o esperado com o resto do ambiente, mas nem tudo está perdido. “É possível devolver o móvel e trocar por um que possa ficar melhor”, explica Mota. Para prevenir uma situação do tipo, pode ser uma boa ideia conversar com um profissional para ter certeza da escolha. “Antes de comprar recomendo fazer uma consultoria com um arquiteto, já que é o tipo de projeto ideal para quem está perdido e precisa fazer uma pequena reforma ou decorar” aconselha a arquiteta.

Cuidado com a montagem

Na maioria dos casos de compra de móveis pela internet, o serviço de montagem não está incluso e fica a critério do comprador contratar o serviço à parte ou realizar a montagem por si mesmo. “Nem sempre é preciso chamar um montador se o móvel for simples e a pessoa tenha as ferramentas e o tempo necessário para montar, tudo certo. Caso contrário contrate um montador”, comenta a arquiteta. Na hora de montar o próprio móvel, é necessário paciência e cuidado para garantir que a peça não será danificada.

Como decidir a loja para comprar

Comprar pela internet pode ser rápido e prático, mas é preciso ter certeza de que a loja é de confiança, garantindo que o produto chegue corretamente e evitando problemas. Para Clara Mota, é preciso se atentar a alguns detalhes. “Nem toda loja é confiável. É preciso verificar se ela tem muitas reclamações na internet e se os valores são condizentes com o produto, e tome cuidado com valores muito baixos ou grandes promoções. Recomendo comprar de lojas que você já conhece, indicadas por alguém ou diretamente com um vendedor”, conclui. Também é importante verificar a política de trocas e devoluções da empresa, assim como forma de entrega e frete.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »