21/08/2020 às 10h24min - Atualizada em 21/08/2020 às 10h33min

Controle de pragas e redes sociais: como a ação periódica protege a reputação de empresas

A contenção integrada de ratos, pombos e insetos é exigida por lei e deve fazer realizada por especialistas

DINO
https://sanemix.com.br
Controle Integrado de Pragas em Empresas

Mais do que nunca o controle de pragas surge como uma prática essencial para indústrias e estabelecimentos comerciais de quaisquer portes. Na era do compartilhamento de dados em tempo real, é preciso estar em dia com todos os quesitos de segurança e higiene.

Deixar com que ocorram infestações de qualquer natureza pode trazer problemas sanitários e de saúde tanto para colaboradores quanto para os clientes. Tal fato, por si só, já é uma grande razão para apostar em serviços de dedetização profissionais.

Mas a questão vai muito além disso: um só resquício deixado por roedores ou insetos pode manchar negativamente a imagem de marcas, até mesmo as conhecidas mundialmente.

É possível citar cases que ganharam notoriedade na última década. Uma multinacional no ramo alimentício, por exemplo, foi notificada pela Anvisa em 2013 após a descoberta de pelos de rato em três lotes de ketchup.

De acordo com a empresa, os produtos contaminados foram importados da fabricante em outro país. E mesmo tendo sido retirados de circulação, por meses a corporação sofreu com a baixa na procura por produtos da marca.

A partir desse caso, é possível notar como uma falha sanitária, assim que se torna notícia, tem capacidade de devastar reputações tanto de pessoas quanto de empresas - mesmo que estas sejam famosas mundialmente.

E quando se trata de saúde, não há como deixar à própria sorte. Até mesmo as microempresas precisam se atentar ao controle de pragas nos devidos estabelecimentos.

Controle de pragas é investimento

Felizmente existem empresas qualificadas no ramo para realizar esse tipo de serviço, garantindo a segurança e excelência em todos os processos. A Sanemix é a líder no mercado de dedetização e contenção integrada de roedores, pombos, animais peçonhentos e insetos.

De acordo com representantes da Sanemix, “de nada adianta investir em controle de qualidade se não há a preocupação em eliminar focos de pombos e outros animais nos galpões de distribuição e armazenamento, por exemplo”.

Ou seja, a prática de controlar a presença de bichos que possam transmitir doenças a humanos, como é o caso dos pombos e ratos urbanos, deve fazer parte do protocolo interno das corporações.

Além da limpeza diária dos locais e sanitização para eliminar chances de contaminação por micro-organismos como o coronavírus, recomenda-se um cronograma de dedetização e prevenção de novos focos de animais e insetos nas dependências da empresa.

Garantindo todos esses cuidados não haverá riscos de desmonte da imagem e reputação da empresa. Em qualquer tentativa de criar notícias falsas a respeito disso, companhias que investem em controle e higienização completa se manterão fortalecidas.

Além, claro, de se tornarem exemplo de segurança e qualidade, pois estarão protegendo a saúde dos colaboradores, fornecedores, parceiros e consumidores finais.

Quatro pilares do combate a pragas

Empresas que se preocupam em seguir os parâmetros éticos e legais contratam serviços de controle integrado de pragas realizados por quem tem expertise no ramo.

Como dito anteriormente, a Sanemix lidera o mercado no Brasil e na América Latina. À vista disso é uma das companhias mais requisitadas para assumir essa tarefa em estabelecimentos de todo o País.

Segundo especialistas da Sanemix o trabalho de contenção de ratos, pombos e insetos envolve diversos pontos de atenção. Entre eles estão os pilares para que esses bichos sejam combatidos, conhecidos como os “quatro As”. Nesse processo ocorre a análise para entender como é possível eliminar focos de alimento, acesso, abrigo e água.

Alimentos

Se a empresa possui alimento exposto, vai atrair pragas. Por isso que depósitos de supermercados, distribuidoras, lanchonetes, restaurantes, entre outros, devem atuar na proteção de produtos comestíveis, assim como do lixo, que deve ser mantido em contêineres.

Acessos

Portas com vãos, muros próximos a áreas de descarte de lixo e córregos, tampas de esgoto e ralos precisam ficar mais seguros, não servindo como entrada para as pragas nas empresas.

Abrigos

Para insetos e pragas de modo geral qualquer cantinho se torna um abrigo. Dessa forma, é imprescindível fazer uma varredura para descobrir buracos abertos nas paredes, vãos em lajes e telhados, entre outros.

Água

Manter água disponível no local pode ser um atrativo para pombos, ratos e para insetos disseminadores de doenças, como é o caso do mosquito Aedes Aegypti, responsável por transmitir dengue e zika, por exemplo.

Todos esses processos fazem parte do tratamento de controle integrado de pragas realizado pela Sanemix, que é conhecida pela seriedade e experiência no segmento.

Forma de atuar da Sanemix no controle de pragas

O trabalho consiste no mapeamento da situação do cliente, colocação de porta iscas e demais atrativos. Posteriormente, é realizado o monitoramento mensal, o qual ocorre com a visita do técnico da Sanemix todo mês identificando a presença dos insetos e de demais pragas. Assim não é necessário colocar veneno na empresa inteira.

A Sanemix atua para respeitar parâmetros ambientais, visando proteger os clientes utilizando menos químicos possível.

Para citar um exemplo, de acordo com responsáveis pela Sanemix, coloca-se o raticida onde é encontrado o foco do problema. Ou seja, para cada tipo de problema identificado é implementada uma ação, personalizada para a necessidade do solicitante.

No caso de empresas nas quais não pode ser colocado veneno, a Sanemix atua distribuindo redes de captura. Durante o processo, os animais ficam presos nessa rede, evitando que seja aplicada qualquer química no recinto.

Basicamente, estabelecimentos interessados em manter os locais totalmente longe de quaisquer pragas e resquícios contratam empresas de confiança como a Sanemix para fazer uma auditoria completa.

Lembrando que há em vigor uma lei da Anvisa que obriga empresas do segmento alimentício e que dispõem de refeitórios a fazer controle de pragas com periodicidade minimamente mensal.



Website: https://sanemix.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »