29/06/2020 às 11h41min - Atualizada em 29/06/2020 às 12h03min

Negócios: qual a importância da tecnologia nos processos internos?

Segundo mapeamento do Sebrae, 12,3 milhões de negócios estão entre os mais afetados pela crise do novo Coronavírus (COVID-19) no País. Nas palavras de Bruno de Antoni, CEO da Bsoft, o sistema TMS possibilita controle sobre toda a operação e gestão de transportes de forma integrada e é exemplo de tecnologia para ser aplicada em processos internos

DINO
http://www.bsoft.com.br

Segundo mapeamento do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), 12,3 milhões de negócios, que respondem por mais de 21,5 milhões de empregos, estão entre os mais afetados pela crise do novo Coronavírus (COVID-19) no País.

Neste cenário, cada vez mais a tecnologia possibilita que empresas de diferentes segmentos inovem seus processos, o que pode ser positivo para negócios e clientes em tempos como este. Pós-COVID-19, a expectativa é que empresas que já investem em tecnologia nos processos internos e acompanham as tendências do setor possam se recuperar melhor e ganhar vantagem.

Exemplo de tecnologia que pode ser aplicada nos processos internos de empresas é o TMS (Transport Management System), Sistema de Gerenciamento de Transporte, também conhecido como Sistema de Gestão de Transporte e Logística.

TMS: o que é?

Nas palavras de Bruno de Antoni, CEO da Bsoft — empresa com Know-how em desenvolvimento de software para gestão de transporte rodoviário de cargas —, TMS é um software para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. O sistema possibilita controle sobre toda a operação e gestão de transportes de forma integrada.

“O TMS é uma solução tecnológica que moderniza os processos logísticos em todos os elos da cadeia de suprimentos. Além disso, altera a rotina de movimentação de produtos para trazer mais eficiência à atividade”, explica Bruno. Ainda de acordo com o CEO da Bsoft, esses propósitos são garantidos por meio de uma série de recursos e funcionalidades implementadas no software para gestão de transportes.

Para entender melhor, Bruno de Antoni explica quais são as vantagens em contratar o Sistema de Gerenciamento de Transporte. Vale conferir:

TMS: como funciona?

Um dos principais objetivos do sistema é indicar o custo por etapa da operação e seus fatores mais críticos. Por isso, ele possibilita:

  • apresentar a tabela de fretes com o cálculo automático e em tempo real dos valores para facilitar no processo de seleção da melhor transportadora, o que pode reduzir custos e otimizar a oferta aos clientes;
  • mensurar a quilometragem do trajeto para fornecer estimativas precisas do prazo de entrega;
  • simular cenários para otimizar as entregas e assegurar uma logística estratégica;
  • rastrear cargas em tempo real e, até mesmo, agendar notificações automáticas ao cliente de acordo com o status da entrega;
  • fazer a auditoria de faturas da transportadora, com verificação de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-es) e Conhecimentos de Transporte Eletrônico (CT-es).

Quais são as principais funções de um TMS?

O sistema TMS é dividido em módulos que são contratados conforme as necessidades de cada empresa. Além disso, o sistema permite:

  • Controle total da operação;
  • Extinção de rotas imprevistas e fim dos desvios;
  • Comunicação em tempo real;
  • Monitoramento de paradas do motorista;
  • Controle total do veículo e, sobretudo;
  • Segurança.

Qual é a importância de um TMS?

Ao contar com o auxílio de um Sistema de Gerenciamento de Transporte, o cliente tem uma visão geral da operação. Desse modo, pode torná-la ainda mais eficiente.

Além do mais, a TMS pode ser empregada em diferentes atividades relacionadas ao transporte. A seguir, alguns exemplos:

  • Controle de frotas;
  • Controle operacional;
  • Gestão de fretes;
  • Indicação de rotas.

Quais benefícios um TMS oferece?

A implementação de um Sistema de Gestão de Transporte e Logística pode trazer vários benefícios para qualquer negócio. Entre eles:

  • Redução de custos;
  • Automação dos processos;
  • Modernização do gerenciamento de transportes;
  • Aumento da disponibilidade da frota.

Quem deve usar um TMS?

Ainda de acordo com informações da Bsoft, a flexibilidade do sistema TMS é ampla. Por isso mesmo, qualquer empresa que atue com o transporte de mercadorias pode adotar o sistema.

Neste ponto, os principais benefícios estão relacionados às atividades de embarcadores, transportadoras, empreendimentos que terceirizam o serviço e aqueles que fazem o transporte de forma independente.

Apoio especializado 

“A Bsoft é uma empresa focada no sucesso do cliente. Trabalhamos com inovação e possuímos uma série de diferenciais que tornam nosso negócio um excelente lugar para se trabalhar”, finaliza Bruno.

Eleita TMS e WMS mais utilizado pelas transportadoras, de acordo com pesquisa realizada pela TruckPad, IPSOS e Estradão (Grupo Estado), a Bsoft conta com uma equipe especializada em treinamentos para garantir aprendizado sobre o sistema.

Para mais informações sobre CT-e, MDF-e, Gestão de Transporte, Gestão de Frotas, Bsoft, EDI, CIOT, Sistema TMS, além de descobrir como funciona um sistema para transportadora e emissor de CT-e, basta acessar o site da Bsoft: www.bsoft.com.br



Website: http://www.bsoft.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »