29/05/2020 às 12h04min - Atualizada em 29/05/2020 às 19h40min

GenesisGroup cria Comitê de Risco para acompanhar pandemia e prioriza interlocução com colaboradores

O GenesisGroup, referência em testes, inspeções, análises, certificações e rastreabilidade para a cadeia do agroalimento, instituiu desde o mês de fevereiro um Comitê de Risco para acompanhamento diário da evolução da pandemia, e adoção de medidas que busquem amenizar suas consequências, assegurando a saúde e bem estar dos colaboradores e a manutenção dos postos de trabalho. “Com isso, conseguimos planejar e adotar ações que minimizem ao máximo eventuais impactos. Estamos trabalhando com máxima transparência, disponibilizando diversos canais para atender os colaboradores. Essas ações favorecem a manutenção da produtividade no dia a dia”, explica Andrea Silva, diretora de RH e desenvolvimento organizacional.
 
Segundo Andrea Silva, os canais de comunicação direta estão abertos para utilização de todos os colaboradores, incluindo gestores e líderes, os quais neste momento têm papel fundamental na orientação das equipes. “É importante que eles continuem estabelecendo rotina de trabalho para quem está em regime de home office, além de definir objetivos e acompanhar resultados. É preciso acompanhar a situação de quem trabalha de casa”, explica a diretora de RH.
 
“Após algumas semanas em regime home office, somente uma pequena parte dos colaboradores relata algum nível de ansiedade e o desejo de retornar à antiga rotina de trabalho. O que faz falta é realmente o contato humano. No Genesis, buscamos sempre oferecer momentos mais descontraídos, promovendo videochamadas compostas de cafés virtuais e até happy hour como uma forma de manter o espírito de equipe e a união, pensando também na preservação da saúde emocional de todos”, reforça Andrea.
 
A atenção com os colaboradores que não estão trabalhando de casa deve ser a mesma. No caso do GenesisGroup, cerca de 1.300 pessoas fazem parte das operações que não podem parar e estão no campo para atender às demandas dos clientes. Além da proteção básica, com o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), como luvas e máscaras e álcool gel, a empresa oferece um número de telefone específico para os colaboradores relatarem qualquer anormalidade ou sintoma da doença. A empresa implantou também protocolo de atendimento de todos os casos suspeitos, que segue as diretrizes do Ministério da Saúde. O monitoramento tem se mostrado efetivo, pois desde o início da implementação não houve confirmação de nenhum caso da doença entre os colaboradores.
 
“Um dos grandes desafios do departamento de RH durante a pandemia é garantir que os colaboradores tenham a percepção de que, mesmo à distância em alguns momentos, continuamos focando o nosso trabalho nas pessoas, no nosso capital intelectual. É ele quem representa o maior patrimônio que a empresa pode ter”, conclui Andrea Silva. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »