19/05/2020 às 15h40min - Atualizada em 19/05/2020 às 18h46min

Covid-19: Desenvolve SP traz condições especiais para empresas do ABC

A Covid-19 trouxe muitos impactos financeiros para pequenos negócios e microempreendedores, que podem ter de repensar seu fluxo de caixa e seus investimentos. No momento da retomada, a CDL São Caetano do Sul e a Desenvolve SP, banco de fomento do Estado de São Paulo, acabam de firmar parceria para oferecer condições de crédito especiais para empresas do ABC. 

De acordo com o presidente da CDL São Caetano do Sul, Alexandre Damasio Coelho, oferecer taxas de juros baixas neste momento pode ajudar empresários a não fecharem suas portas. “O foco é salvar empresas e, por isso, a parceria está sensível as demandas regionais e locais”, explica.

Nesse momento, a parceria está focada em negócios que precisam de capital de giro para compra de equipamentos, inovação, startups, empresas de turismo que foram amplamente afetadas, entre outras necessidades financeiras. “Nosso suporte é online e não há qualquer venda casada ou condicionada a aquisição de produtos ou relacionamento bancário”, comenta Coelho.

Atualmente, a Desenvolve SP está trabalhando com juros de 1,20% a.m e carência de nove meses para começar a pagar. “Em meio a uma pandemia não há dúvida que as linhas de capital de giro são instrumentos importantes para manutenção das empresas locais. Nosso trabalho é auxiliar os empresários, empreendedores e indústrias”, afirma Damasio.

Para mais informações, acesse www.cdlscs.com.br 

 

Sobre CDL SCS e Desenvolve SP

A Desenvolve SP é um banco de fomento do Estado de São Paulo e, por não ser um banco comercial, as taxas de juros são mais atrativas. Com atuação 100% online e sem agências físicas, a sua operação é possível por meio de parcerias, como a fechada com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de São Caetano do Sul. Dessa forma, ambas as entidades prestam assistência as empresas. A CDL São Caetano oferece ao associado um consultor exclusivo para tirar dúvidas e fazer uma pré-análise de crédito, apontando as fragilidades e antecipando possíveis problemas de crédito. O consultor direciona o associado através das instruções do Banco Central do Brasil, do SPCBrasil Serasa, verifica o risco do setor, indica as certidões de dívidas estaduais necessárias, além do registrato para entregar um quadro real das condições da empresa, propondo, quando necessário, ajustes.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »