18/05/2020 às 17h42min - Atualizada em 19/05/2020 às 14h42min

Como evitar a proliferação de mofo e outros problemas que prejudicam a respiração?

Quem mora em uma casa ou um apartamento que convive com mofo, umidade e fungos, em geral, sabe como é complicado. Fora o mal-estar e mau cheiro, esses problemas podem causar danos aos bens materiais.

 

Além de manter o ambiente bem arejado na medida do possível, há outras formas de combater e tentar acabar com o mofo. São atitudes que, na maioria dos casos, conseguem, pelo menos, minimizar a umidade nas paredes e nos tetos dos locais. 

O que fazer para acabar com mofo?

Antes de conferir algumas dicas para acabar com esse problema, saiba que, ao notar mofo nas roupas, lave-as imediatamente. Manter o ambiente arejado, como já foi dito, é outra medida muito importante nesse combate.

Fique de olho nas telhas e calhas

Quando as telhas estão quebradas, fica mais fácil de acontecer vazamentos para forros e lajes, o que gera umidade. No caso das calhas, elas podem ficar entupidas e transbordarem — causa de muitos mofos externos.

Seque a roupa em um local apropriado

Depois de lavar as roupas, que estavam mofadas ou não, elas precisam secar bem. Para isso, o ideal é deixá-las em um lugar apropriado, bem arejado, fresco e com uma janela por perto, caso seja um ambiente interno. Se tiver incidência do Sol, esse será um local perfeito. 

Utilize carvão, exaustores e texturizações

Esses três são grandes aliados para combater os fungos de forma prática. Colocar pequenos pedaços de carvão nos ambientes é bom porque o mineral absorve a umidade. 

 

Já o exaustor melhora a ventilação, principalmente, em áreas molhadas, como cozinha e banheiro. Investir em texturização nas paredes evita que elas fiquem com fungos, pois ela impede a penetração de líquidos. 

Tome cuidado com travesseiros e colchões

É sabido que esses dois concentram muitos ácaros, por isso alguns cuidados especiais precisam ser tomados com eles. Procure usar protetores impermeáveis e troque a roupa de cama a cada três ou quatro dias.

 

Sempre há o debate entre quem defende arrumar a cama e os que preferem deixá-la bagunçada. Especialistas recomendam que os lençóis e os cobertores só devem ser arrumados uma hora depois da pessoa se levantar. Isso ajuda o suor a secar e previne a proliferação de fungos e ácaros.

 

Se notar que algum móvel foi danificado por mofo, lave a parte mofada com água limpa e sanitária. Higienize bem e certifique-se de que toda a região mofada foi atingida.

Quais são as doenças causadas pelo mofo

Quem já tem doenças respiratórias, como asma, bronquite e rinite, tem grandes chances de desenvolver uma crise em um ambiente mofado. Aqueles que não têm nenhuma dessas patologias são bem capazes de começarem a apresentá-las. Isso, claro, depende do tempo em que a pessoa fica exposta aos ácaros. 

 

Além disso, viver muito tempo em um ambiente que esteja mofado e com umidade pode causar outra doença séria do trato respiratório: a pneumonia. E, nesse caso, trata-se de um quadro mais grave da enfermidade.

 

Isso porque as doenças causadas por ácaros são mais difíceis de serem tratadas, pois, eles não são bactérias. Ou seja, nem antibióticos conseguem tratá-las direito, o que pode demorar mais para a recuperação do paciente e até agravar a enfermidade.  

 

Por isso, é tão importante tentar todas as medidas possíveis para acabar com o mofo no ambiente. Esse mal parece ser simples, mas pode causar muitos riscos à saúde das pessoas a cada dia.  

 

Se você mora em um local que tem esse problema, não perca tempo. Tente tudo que é possível para acabar com os ácaros.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »