26/05/2014 às 02h24min - Atualizada em 26/05/2014 às 02h24min

Bitcoin deve ser mais disseminado, regulado e menos volátil em 2015

Tendências foram apontadas no Bitcoin Conference 2014, na Holanda; moeda digital fica mais acessível com as novas carteiras.

PR Neelkeen

Com um público de mil pessoas de todo o mundo somente em sua abertura, o Bitcoin Conference 2014, realizado em Amsterdã, apontou tendências importantes para o futuro do bitcoin. O evento, promovido pela Bitcoin Foundation, destacou que a moeda digital deve ser mais disseminadaregulada e menos volátil em 2015. Flavio Pripas, CEO da exchange brasileira Bitinvest, marcou presença no encontro ao lado dos maiores players mundiais do setor. Para Pripas, uma das tendências que justificam o cenário de consolidação do bitcoin é a proliferação dos serviços que deixam a tecnicalidade de lado e permitem ao usuário de uma carteira de Bitcoins conectar-se diretamente com sua conta bancária e fazer transferências instantâneas entre dólares e a moeda digital com uma taxa próxima de zero. “Tudo isso de forma muito segura”, garante o executivo.

Pripas conta que alguns painéis abordaram 2014 como o ano em que está em alta as chamadas carteiras multi-sig (múltiplas assinaturas). Com elas é possível adicionardiferentes usuários (endereços de destino para as transações) em uma mesma carteira, possibilitando agrupar pessoas envolvidas em um mesmo negócio e tornando mais seguras movimentações cotidianas nas empresas, por exemplo. “Em uma carteira do tipo multi-sign é possível que dois de três sócios de uma empresa aprovem uma transferência”, detalhou o CEO da Bitinvest, que enxerga esta modalidade como um importante instrumento para uma maior intensificação do uso do bitcoin em 2015. 

E já que os aplicativos de mensagens instantâneas, como o Whatsapp e o Viber, facilitam a comunicação diária, eles também foram apontados como o próximo passo para o desenvolvimento do Bitcoin no curto prazo. A aposta é de quem empreende e vê o bitcoin como uma revolução financeira que já está acontecendo. Porém, quais mercados estão “no alvo” para ter a moeda digital tão inserida no dia a dia de empresas e pessoas? Pripas responde: “Economias com maior inflação (tais como o Brasil, atualmente) têm grande potencial, já que o bitcoin como moedaproporciona o ambiente propício para menores taxas, tornando transações mais viáveis. Pensando em fomentar esse cenário e tornar o uso do bitcoin uma realidade, a Bitinvest oferece hoje as menores taxas do mercado nacional para operações com a moeda”, explica o CEO.

Um evento do porte do Bitcoin Conference só dimensiona e torna palpável a transformação proporcionada pelo advento da economia bitcoin nas operações financeiras online cada mais cotidianas em várias partes do mundo. Foi possível perceber que, embora cada país esteja em um estágio particular do entendimento e regulação do bitcoin, a reunião de empreendedores e entusiastas da moeda digital aponta para uma realidade que já está acontecendo e que vai transformar a forma como os pagamentos online são feitos no Brasil e no mundo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »