20/04/2020 às 12h05min - Atualizada em 20/04/2020 às 12h15min

“Projeto Circulando” busca parcerias para confecção e distribuição gratuita de 1 milhão de máscaras

Até o momento, São Paulo, o estado mais populoso do país, tem mais de 14.000 casos confirmados de pessoas infectadas pela Covid-19, de acordo com dados do Ministério da Saúde deste domingo (19/4). Com o cenário indefinido, a única certeza é a necessidade de proteção das pessoas que estão na linha de frente da pandemia.
 
Com esta preocupação, o “Projeto Circulando”, responsável por iniciativas que priorizam a inovação e sustentabilidade, reorganizou prioridades e lançou uma campanha para confecção e distribuição gratuita de máscaras. O projeto é idealizado pela Circle, aceleradora de empresas e empreendedores das áreas de marketing, gestão e vendas.
 
A campanha de mobilização acontece nas redes sociais e conta com o apoio de Ivan Moré. O comunicador abraçou a causa e divulgou o vídeo da campanha em seu canal do Instagram, convidando as pessoas a participarem: “Quanto mais máscaras nós fizermos, maior será o combate ao coronavírus. Vamos juntos nessa luta?”.
 
A ação convida empresas e pessoas a doar materiais como tecido, aviamentos e elástico ou qualquer quantia em dinheiro. A fabricação das máscaras ficará por conta de ONG´s como a Igreja Projeto Viver (localizada na capital paulista), e de costureiras voluntárias ou remuneradas pelo projeto da Circle.
 
A costureira Andrea Giordano Ferreira faz parte do importante time de voluntariado. Ela tem um ateliê e se colocou à disposição do projeto, além de doar materiais e angariar mais costureiras para ajudar na costura. “Não podia fechar os olhos para uma situação como essa. Tem muita gente sem máscara, precisando de uma.”, diz Andrea. 
 
Com a parceria da empresa Rosset Têxtil, que disponibilizou o tecido, inicialmente o projeto prevê a confecção de 10.000 máscaras que serão distribuídas em hospitais, ONG´s, supermercados e para entregadores. Porém, com a arrecadação de recursos, a meta é chegar a 1 milhão de máscaras, feitas com o tecido em duas camadas, de acordo com orientação da Organização Mundial da Saúde.
 
As máscaras são entregues à medida que ficam prontas em escala. Parte das máscaras já foram entregues no hospital Servidor Público Estadual e na ONG Casa de Oração do Povo de Rua. A ação acontece por tempo indeterminado. A demanda é grande e o “Projeto Circulando” continuará confeccionando e entregando as máscaras enquanto estiver recebendo doações, tendo em vista a recomendação de que as pessoas continuem usando as máscaras mesmo com o fim do isolamento social.
 
 “Estamos à frente de importantes projetos sustentáveis, precisávamos fazer algo também para ajudar a conter o contágio do coronavírus, principalmente as pessoas que neste momento têm que se expor, trabalhando. E percebemos que as pessoas, mesmo dentro de casa, também querem de alguma forma ajudar, esse foi o gancho para viabilizarmos o projeto.”, explica Fabiana Schaeffer, COO da Circle.
 
Interessados em realizar as doações de materiais devem entrar em contato com a Circle Aceleradora pelo contato@circleaceleradora.com.br. Já as doações em dinheiro deverão ser feitas para:
 
Banco Santander
Agência 4251
Conta corrente: 13006566-3
Sitael Intermediações de Negócios, Pagamentos e Participações S.A.
CNPJ: 33.330.067/0001-43
 
A prestação de contas da campanha estará disponível no www.circleaceleradora.com.br/projeto-social
 
 
Sobre o Projeto Circulando
Desde 2016, a agência Netza faz parte do pacto global da ONU, com a iniciativa de reaproveitar as lonas que sobravam dos seus eventos e transformar em brindes upcycling para os clientes, fabricados em parceria com cooperativas e empreendimentos solidários. Como resultado, foi a única agência de comunicação entre as empresas finalistas e ganhadoras do Prêmio ODS Pacto Global 2019 que reconhece projetos alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Com o ótimo residual que a ação despertou internamente e nos clientes somados a toda movimentação sustentável que criava, em 2019 a agência - que lançou a Circle Aceleradora - começou a entender que o projeto poderia ser algo mais abrangente, não só interno, mas uma rede para gerar o desenvolvimento sustentável.

A Circle impulsionou a agência a ter um olhar estratégico, com mais conexões, visibilidade e residuais sustentáveis. E o projeto, antes chamado de “Brindes Upcycling” ganhou corpo, ganhou prêmio, ganhou mais parceiros e, em sua quarta edição, sem dúvida, se transformou hoje em um grande case. Com novo nome, agora “Projeto Circulando”, uma nova cultura foi estabelecida pela Circle e disseminada aos clientes e parceiros.
 
Sobre a Circle Aceleradora - Fundada em 2019, a Circle é uma aceleradora de empresas e empreendedores da área de marketing, gestão e vendas, que promove o cross selling entre os participantes de seu ecossistema, com a missão de criar conexões e fomentar a transformação do mercado por meio da economia colaborativa. Pioneira e única aceleradora de martechs do Brasil, o ecossistema é uma iniciativa da agência Netza e concentra produtos e serviços de live experience, big data & business intelligence, branded content e marketing digital. Os pilares que sustentam a atuação da aceleradora são inovação, criatividade, crescimento exponencial, conexão com pluralidade e compartilhamento. Atualmente com 150 colaboradores, o ecossistema conta com a participação das empresas aceleradas EverBlock, Let’z Content, LinkStorage, Netza, Pontx e Tezva, para as quais oferece mentoria nas áreas de gestão, tecnologia, branding, marketing digital e inovação; centro de inovação e tecnologia exclusivo (Tech Center), e Networking. Mais informações pelo www.circleaceleradora.com.br.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »