19/05/2014 às 02h16min - Atualizada em 19/05/2014 às 02h16min

Empresa brasileira passa a oferecer sistema Chip & Senha de pagamento para o mercado de venda direta

Seguro, acessível e democrático, o DumbaPay mira no comerciante porta a porta e proporciona maior flexibilidade de venda.

Agência Girassol

As pressões inflacionárias e a alta dos juros vêm contribuindo para o aumento do comércio informal e para o mercado de venda direta. Só no ano de 2012, as vendas diretas no Brasil, movimentaram R$ 38 Bilhões, ficando em 4° lugar no ranking mundial.

 

Acompanhando essa considerável movimentação financeira, juntamente com o aumento das transações com cartão de crédito e débito que no ano de 2013 totalizaram R$ 853 bilhões (17% a mais que em 2012) o Dumba, empresa 100% brasileira, proprietária da patente mundial do modelo de programa de vantagens e fidelidade que oferece descontos e promoções exclusivas em grandes lojas e dá aos associados dinheiro de volta em cada compra (sistema de Cashback), traz ao mercado o DumbaPay, gateway de pagamento projetado para atender o sistema de venda direta, um mercado pouco explorado e altamente rentável.

Segundo Fernando Castro, CEO do DumbaPay, a expectativa é atender profissionais liberais em todos os estados brasileiros com o máximo de proteção contra fraude, uma vez que o profissional de venda direta gasta 20% do seu tempo com problemas de inadimplência, cobrança, idas ao banco, entre outros, ou seja, com a utilização deste gateway de pagamento, ele terá mais tempo para vender e ainda irá oferecer a oportunidade do seu cliente parcelar as compras em até 12 vezes.  

Além disso, o gateway do DumbaPay trabalha com solução mobile chip&senha, conexão bluetooth compatível com sistemas Android e IOS. O pagamento (crédito ou débito) acontece na frente do cliente e direto no gateway de pagamento, tornando-se mais ágil e garantindo segurança e transparência nas transações.

Sem mensalidade, apenas com uma taxa de adesão de R$ 34,90 por doze meses, o comerciante se torna dono do gateway de pagamento e só terá custos quando realizar transações. “Ao contrário das máquinas tradicionais, não cobramos mensalidade, aluguel e taxas abusivas. Nossas taxas são fixas de 2,99% para pagamentos no débito e 3,99% no crédito a vista. Nosso objetivo é atender aqueles que trabalham no sistema de venda direta, que muitas vezes deixam de vender porque as pessoas já não saem mais as ruas com dinheiro no bolso. O DumbaPay chega ao mercado para proporcionar um meio de pagamento flexível, acessível e democrático” – pontua Lucas Ribeiro, diretor comercial do DumbaPay.

Antes mesmo do lançamento, projetado para o próximo mês, a empresa já conta com 420 consultores ativo e 40 mil pré-cadastros de interessados em representar a marca. Parte dessa popularidade deve-se ao formato escolhido para a comercialização (venda direta). “O mercado de venda direta possui um potencial muito grande e no Brasil já supera as vendas no varejo e no atacado, por isso, este foi o modelo escolhido para a comercialização e distribuição do nosso produto” – finaliza Lucas Ribeiro.

O DumbaPay que inicia a comercialização do gateway através do sistema de venda direta, utiliza metodologia de monetização, que comissiona e bonifica seus representantes com um residual de cada transação feita através do sistema. “Visamos uma penetração única de mercado, preenchendo uma lacuna não ocupada pelas grandes adquirentes e agregando um diferencial para nanoempreendedores, contribuindo para um maior controle dessa fortuna que circula desordenada pelo país” – conclui Fernando Castro.

Saiba mais em: www.dumpapay.com

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »