31/03/2020 às 14h15min - Atualizada em 31/03/2020 às 17h08min

4 dicas fundamentais para comprar um carro usado

Optar pela compra de um veículo usado requer uma série de cuidados para o negócio não virar arrependimento. É preciso que o comprador cheque alguns itens importantes antes de comprá-lo. Segundo o Engenheiro de Produtos e Serviços da DPaschoal, Renan Gallardo Monteiro, “o fundamental é realizar uma inspeção junto com um especialista de confiança para verificar a mecânica, funilaria e elétrica do carro. Além disso, é importante o test drive e a solicitação de um laudo cautelar”.

Monteiro ainda afirma que atualmente existem muitos aplicativos no mercado que auxiliam na manutenção do veículo. Em muitos desses programas, o proprietário pode visualizar as revisões realizadas, as futuras e quais estão em atraso, com o histórico completo e atualizado de tudo o que foi trocado no automóvel, informando ao motorista sobre o momento certo de fazer a troca de óleo, de pneus, amortecedores e outros mais de 40 itens, com visualização por KM, facilitando o entendimento. “Além de facilitar o dia a dia, os aplicativos também trazem segurança e valorização na hora da revenda, já que contemplam todo o histórico do veículo com informações sempre atualizadas de tudo o que foi trocado no carro”, completa.
 
Foi por meio de um aplicativo que Samir Karam, Head de Transformação Digital Lean na Performa IT, realizou a venda de seu carro. “Meu Peugeot 207 estava à venda há 6 meses, com 100 mil KM rodados. Sempre fiz todas as revisões na DPaschoal, e assim que lançaram o app AutoCard, baixei no meu celular e automaticamente obtive todo o histórico do meu veículo”, afirma. Karam conta que uma pessoa entrou em contato e marcou a visita, e mesmo com o carro impecável, no dia, o comprador teve bastante dúvida sobre a procedência do automóvel. “Foi neste momento que o programa me auxiliou na venda”, finaliza.
 
Confira algumas checagens indispensáveis para garantir um excelente negócio:
 
1. Pesquise a cesta básica de peças de reposição do veículo (pastilhas de freio, amortecedores, filtros e pneus) para projetar seu gasto com futuras revisões, além do preço do seguro. Esse gasto pode variar muito de um automóvel para o outro. 

2. Verifique o histórico de manutenção do veículo junto ao manual e notas fiscais. É importante ficar atento à data de fabricação dos pneus, desgaste estofados, volante e pedais, já que estes itens podem indicar alteração de hodômetro. 

3. Cheque sinais de batidas no carro e outros pontos importantes do veículo, como faróis de marcas diferentes, painéis com diferença de cor, retoques na pintura, desalinhamento de portas e painéis, emblemas em posições diferentes das originais e vidros sem demarcação de chassi. 

4. Atente-se ao odor de mofo e cheiros fortes, já que ambos podem indicar que o carro foi recuperado de enchente. Procure sempre por pontos de ferrugem no estepe e no assoalho do porta-malas. 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »